Bem-vindo ao 80 Minutos

Nós amamos música e adoramos compartilhar nossas avaliações sobre os álbuns de nossas bandas favoritas.

...

Sem sintetizadores, single da Suco de Lúcuma traz texturas psicodélicas

Data: 30/11/2018
Por: Julia Ourique

Acessos: 46

Compartilhar:

Facebook Twitter Google +

É difícil encontrar, mas existem aqueles solos de guitarra que nos fazem viajar. O single “Ausência”, da Suco de Lúcuma é um convite para uma jornada sem fim. Primeira amostra do disco de estreia, com previsão de lançamento para 2019, a música marca o começo de uma banda em busca de retornar às raízes, criando arte orgânica e verdadeira. O single foi gravado e mixado pela banda banda, com masterização de Andrés Mayo, argentino radicado nos EUA, ganhador de três Grammy Latino. A canção “Ausência” já se encontra nos streamings.

A Suco de Lúcuma é formada por Carlos Bechet (voz e guitarra), Thom Bonatto (voz e guitarra), Felipe Pizzutiello (baixo) e Vicente Pizzutiello (bateria). O nome peculiar vem da ligação de Bechet, peruano radicado em São Paulo, com a fruta agridoce de mesmo nome, conhecida como “ouro dos incas”. 

A banda surgiu do desconforto de Bechet, frente à elitização da música. Com uma forte vontade de voltar às raízes do que o motivou a criar música, a banda une elementos do rock psicodélico e progressivo das décadas de 60 e 70, com beats de neo soul, hip hop e groove, com forte influência do surrealismo sul americano (Luis Alberto Spinetta, Gustavo Ceratti e Júlio Cortazar). Entre as principais influências musicais estão Roy Ayers, Talking Head, Pink Floyd, Homeshake, Mac de Marco, Childish Gambino. 

“As músicas também foram criadas com técnicas surrealistas, especialmente o ‘Automatismo’: utilizando o gravador do celular, num estado de muito sono, começamos a falar as primeiras coisas que apareciam em nossa mente, mesmo assuntos pessoais e desconhecidos para nós. Depois de algumas sessões disso, ouvíamos de volta e tentávamos dar sentidos às coisas que ouvíamos, criando assim as letras do disco”, explica Bechet.

Produzido, gravado e mixado pela própria banda, o processo durou 12 meses, resultado em 14 faixas que serão lançadas no próximo ano. Sem sintetizadores, o disco é o resultado da busca pelo som real e introspectivo. A ficha técnica inclui Carlos Bechet (produção, engenharia de áudio e mixagem), Felipe Pizzutiello e Vicente Pizzutiello (arranjos) e Thom Bonatto (produção e engenharia de áudio). 

Ouça “Ausência”:

Spotify: http://bit.ly/Ausencia_Spotify
Youtube: https://youtu.be/kBenBCIbBjk
Soundcloud: http://bit.ly/Ausencia_Soundcloud
Deezer: http://bit.ly/Ausencia_Deezer
Apple Music: http://bit.ly/Ausencia_Apple



Os textos publicados na página do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do autor

Quer Mais?

Veja as nossas recomendações:

Músicos de apoio: a verdadeira força motriz da música!

Por: Márcio Chagas
24/11/2018

"Yesyears" é chapa branca, mas diverte

Por: Roberto Rillo Bíscaro
29/05/2018
Relacionado com: Yes

Os Melhores Lançamentos do ano de 2018

Por: Márcio Chagas
11/12/2018

Documentário idealiza o cantor britânico

Por: Roberto Rillo Bíscaro
18/07/2018
Relacionado com: Joe Cocker

Trios elétricos...de rock!

Por: Márcio Chagas
05/08/2018

Melyra lança clipe para a faixa "My Delirium"

Por: Julia Ourique
16/11/2018
Relacionado com: Melyra