Resenha

Arc Angels

Álbum de Arc Angels

1992

CD/LP

Por: Diógenes Ferreira

Colaborador

02/02/2019



Uma boa lembrança com ótimas referências

No ano de 1992, faziam 2 anos da morte do mestre Stevie Ray Vaughan, um sujeito que tomou de assalto o cenário Rock/Blues com sua imponente agilidade nas seis cordas, seu carisma e seu visual exótico. O cara teve uma carreira meteórica e avassaladora, fez sucesso e deixou um respeitoso legado. A banda de músicos que o acompanhava, era chamada de Double Trouble e foi dela que dois de seus integrantes, Chris Layton e Tommy Shannon, após o falecimento precoce de Stevie, uniram-se à um outro guitarrista prodígio chamado Doyle Bramhall e seu fiel escudeiro Charlie Sexton, ambos habilidosos tanto nas seis cordas como nos vocais. E assim formou-se o Arc Angels, uma banda com uma sonoridade que atinge em cheio qualquer saudoso fã de Stevie Ray Vaughan e Jeff Healey (outra lenda do Rock/Blues, que mesmo cego também impressionava com seu talento na guitarra). 

As canções contidas no álbum “Arc Angels” de 1992, lançado pela também saudosa Geffen Records (ou David Geffen Company, como queiram), são de uma luz que ilumina a trilha do Blues feito com pegada Rock/Pop sem perder a essência do estilo, mas aliada a um apelo comercial, com muito bom gosto e o diferencial de alternância de vocais entre Doyle e Charlie. O álbum abre com “Living in A Dream”, passeia com leveza pela marcante “Sent By Angels”, apresenta um refrão com guitarra contagiante em “Sweet Nadine”, massacra na baladaça “See What Tomorrow Brings” que traz aquela típica melancolia do blues e que chega a lembrar o estilo de outro mestre Eric Clapton. “Always Believed in You” traz um riff esperto, enquanto que “Spanish Moon” envolve com seu andamento sinuoso. E não para por aí, pois ainda tem mais uma com refrão empolgante como “Carry Me On” e o encerramento viajante e pungente com “Too Many Ways to Fall”. 

O Arc Angels era um grupo muito bom que teria um grande futuro, não fosse o pecado de Doyle se envolver com drogas e a banda se desintegrar antes mesmo de pensar em gravar um segundo álbum. Ao longo do tempo, Doyle Bramhall se recuperou e talentoso como sempre foi, chegou a acompanhar nomes de peso como Eric Clapton e Roger Waters. Os demais integrantes também seguem como músicos de apoio de outros artistas. Em 2009, houve ainda uma reunião que resultou num CD/DVD ao vivo, mas nada que fosse capaz de trazer um retorno definitivo do grupo, infelizmente... contudo, deixaram pelo menos uma boa lembrança.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Diógenes Ferreira

Nível: Colaborador

Membro desde: 22/01/2019

"Maranhense apaixonado por música em todas as vertentes do rock e que tenta colaborar com um cenário mais digno, próspero e auto-sustentável. Editou o Hellish Zine no final dos anos 90/início de 2000, em seguida escreveu por um período para o site Whiplash. Hoje colabora no 80 Minutos."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaPretty Maids - Undress Your Madness (2019)

    10/11/2019

  • Image

    ResenhaDestruction - Born To Perish (2019)

    10/08/2019

  • Image

    EntrevistaRodrigo Marenna

    24/03/2019

  • Image

    EntrevistaAlex Meister

    23/02/2019

  • Image

    ResenhaNecrohunter - Last Days (2020)

    26/04/2020

  • Image

    EntrevistaVulcano

    12/10/2019

  • Image

    ResenhaCarnal Forge - Gun To Mouth Salvation (2019)

    20/02/2019

  • Image

    ResenhaRage - Wings Of Rage (2020)

    18/02/2020

  • Image

    ResenhaTrigger - Trigger (2017)

    12/04/2019

  • Image

    ResenhaCry of Love - Brother (1993)

    29/01/2019

Visitar a página completa de Diógenes Ferreira



Sobre o álbum

Arc Angels

Álbum disponível na discografia de: Arc Angels

Ano: 1992

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Arc Angels



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.