Resenha

Love Gun

Álbum de Kiss

1977

CD/LP

Por: Vitor Sobreira

Colaborador

30/07/2018



A arma de amor da banda!

Lançado no dia 30 de junho de 1977, pela Casablanca Records, o sexto álbum de estúdio do Kiss, ‘Love Gun’, chegou ao mercado fonográfico apenas sete meses após ‘Rock n Roll Over’, mostrando que os quatro “maquiados” de Nova York estavam mais quentes do que nunca, e claro, no auge de suas carreiras.

A começar pela estonteante obra de capa, assinada pelo artista Ken Kelly – que já havia trabalhado com a banda em ‘Destroyer’, e sendo bastante conhecido por suas ilustrações épicas – ‘Love Gun’ seria o último registro do Kiss gravado inteiramente com a formação aclamada por muitos como “clássica”, bem como também o trabalho onde cada um dos quatro cantou separadamente em ao menos uma música (no caso de Peter Criss e Ace Frehley).

Com as músicas bem divididas entre Gene e Paul – tanto no aspecto de composição, quanto em relação às vocalizações -, ‘Love Gun’ começa bastante animado (e ora bolas, pegando fogo!) com “I Stole Your Love”, cantada e escrita por Paul Stanley, esbanjando energia. Simplesmente uma das minhas favoritas da banda nesse período! Por sua vez, o ‘mercenário’ Gene Simmons entra em cena com “Christine Sixteen”, que conta com bem encaixadas notas de piano – supostamente tocadas pelo produtor Eddie Kramer – em outro Rock alucinante. O linguarudo mantém o clima inquebrantável com ‘Got Love for Sale’.

O certificado de Platina Tripla foi bem mais do que merecido, e o bom resultado nos rankings de cinco países (#2 – Japão, #3 – Canadá, #4 – EUA, #6 – Suécia e #18 – Alemanha), não deixa de comprovar a força do álbum. O mesmo, por sua vez, segue com Ace Frehley se arriscando – e se saindo bem – nos vocais de “Shock Me”, onde conta sobre um acidente que aconteceu com ele, tempos atrás. Paul Stanley retorna em “Tomorrow and Tonight”, que serve de escada para a fortíssima faixa título “Love Gun” – pode soar clichê escrever isso, mas duvido que você não deixará de cantarolar junto o refrão! – onde o mesmo ‘Starchild’ também tocou baixo.

Finalmente chega a vez de Peter Criss assumir o vocal principal em “Hooligan”. Creio que na época surpreendeu bastante, pois não se tratava de uma balada, como a ótima “Hard Luck Woman” (do supracitado disco anterior) e “Beth”, presente em ‘Destroyer’, e sim um Hard pra ninguém botar defeito. “Almost Human” começa meio soturna com direito a uma batida de gongo e segue com uma levada sensual, e quem sabe com algumas pitadas de Black Music (tão em moda naqueles tempos).

Em um ecossistema totalmente “Sexo, Drogas e Rock’n’Roll” da banda (já que o Gene afirmou nunca ter bebido ou usado drogas, para quebrar o galho dele, eu acrescentaria “Dinheiro” nessa máxima), não poderia de ter breve um causo sobre groupies, e a homenageada foi Cynthia Plaster Caster, que para encurtar a missa, fazia moldes em gesso, do falo de músicos famosos. Um prato cheio para o Kiss! Deixando a perversão de lado, o encerramento nos leva a uma versão para a ‘romântica’ “Then She Kissed Me”, conduzida por Paul, do grupo feminino The Crystals, gravada originalmente em 1963, e tendo sido regravada por outros artistas logo em seguida.

Longos 41 anos já se passaram, e ‘Love Gun’ permanece intocável, atraente e mostrando como o Hard Rock – ou se preferir: Rock’n’Roll, Rock Pesado… – deve soar: com qualidade, energia, empolgação e transmitindo igualmente aquela vontade de se divertir. Não deixe de incluir o Kiss nessa trilha sonora da vida!


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Vitor Sobreira

Nível: Colaborador

Membro desde: 13/10/2017

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaUriah Heep - Sonic Origami (1998)

    11/12/2019

  • Image

    ResenhaHellish War - Defender of Metal (2001)

    21/09/2018

  • Image

    ResenhaKreator - Terrible Certainty (1987)

    16/03/2018

  • Image

    ResenhaNightwish - Endless Forms Most Beautiful (2015)

    16/10/2017

  • Image

    ResenhaStratovarius - Infinite (2000)

    26/09/2019

  • Image

    ResenhaDimmu Borgir - Abrahadabra (2010)

    01/11/2017

  • Image

    ResenhaNightwish - Dark Passion Play (2007)

    16/10/2017

  • Image

    ResenhaKiss - Asylum (1985)

    16/10/2017

  • Image

    ResenhaIn Flames - Reroute to Remain (2002)

    31/10/2017

  • Image

    ResenhaAC/DC - The Razors Edge (1990)

    02/06/2018

Visitar a página completa de Vitor Sobreira



Sobre o álbum

Love Gun

Álbum disponível na discografia de: Kiss

Ano: 1977

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,04 - 12 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Love Gun:

  • 03
    fev, 2020

    Apertando o gatilho

    User Photo Fábio Arthur
  • 16
    mai, 2018

    Love Gun é um álbum com poucos destaques

    User Photo André Luiz Paiz

Visitar a página completa de Love Gun



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.