Resenha

Who Else!

Álbum de Jeff Beck

1999

CD/LP

Por: Márcio Chagas

Colaborador Sênior

21/06/2022



Jeff Beck à frente da guitarra vanguardista mundial

Jeff Beck pode ser considerado o Dorival Caymmi do rock. Isto porque embora possua um talento inquestionável o guitarrista sempre se mostrou preguiçoso na hora de lançar discos.

Em 1989 Beck havia lançado o excelente Guitar Shop, e após a turnê tirou um período de folga pra se dedicar a sua outra paixão: carros antigos!
O que ninguém imaginava era que o guitarrista levaria uma década para apresentar algo novo. Nesse meio tempo, Beck gravou uma trilha sonora para uma série de TV australiana, participou de um tributo a seu ídolo Gene Vicent e realizou algumas turnês,  mas sem retornar ao estúdio para lançar um álbum sob seu nome.

Por isso em 1999 toda a comunidade musical ficou entusiasmada com o lançamento de “Who Else!” novo disco do guitarrista. A expectativa era grande, pois além da costumeira preguiça em lançar discos, o guitarrista sempre foi conhecido por não se repetir, buscando sempre uma evolução em sua música.

Para gravação do novo álbum, Beck convidou vários amigos talentosos que colaboraram com sua música durante os anos, como os baixistas, Pino Palladino e Randy Hope-Taylor, os bateristas Steve Alexander e Manu Katché, a guitarrista Jennifer Batten, e os tecladistas Jan Hammer e Tony Hymas, sendo que este último, atuou também como compositor produtor.

A lista dos músicos que participam e contribuem é grande e varia em cada canção. Mantendo o seu status de preguiçoso, Beck praticamente não contribui com nenhuma composição de sua lavra, deixando que seus colaboradores se encarregassem de criar os temas. (A única exceção é uma blues gravado ao vivo e duas coautorias).

O guitarrista impressionou uma legião de fãs ao flertar de maneira saudável com a música eletrônica em vários temas,  como “What Mama Said” que abre o disco, utilizando uma batida Techno “suja” em cima do riff de guitarra. Beck estava de volta surpreendendo novamente toda a comunidade guitarrística;

“Psycho Sam” tem uma batida eletrônica mais direta, ideal para o guitarrista demonstrar sua técnica sem palheta. Mas então temos “Brush with the Blues” onde Beck surpreende novamente o ouvinte com um blues lento, arrastado, completamente orgânico e orientado pela guitarra;
“Blast from the East” é uma das minas favoritas do disco, é um tema que varia compassos de 7/8 com 4/4, como só Jeff sabe fazer. O solo esquizoide é completado com a ajuda da guitarrista Batten; Climática e arrastada, a canção “Space for Papa” pode ser considerado um blues incomum, com um belo trabalho de slide;

“Angel” é um tema fusion de estilo minimalista, privilegiando a guitarra do líder; “THX138” é uma homenagem ao primeiro filme de George Lucas. A batida se sustenta ao fundo da canção com a guitarra de Beck à frente, mas sem apresentar grandes solos; “Hip-Notica” é uma rara cooperação entre Jeff e o tecladista Hymas. É um tema fusion bem compassado, que apresenta influências e texturas da musica oriental;

“Even Woods” é um tema forte, calcado no riff de guitarra mais “sujo”, em cima da bateria de Steve Alexander. É o tema mais rocker do disco! “Declan” é uma releitura de uma canção de Donal Lunny, musico folclórico irlandês e possui forte influência de musica celta. A guitarra divide espaço com flautas e violino em um tema quase new age; Por fim, temos “Another Place”, onde a guitarra de Jeff aparece limpa e contemplativa, encerrando de maneira soberba o disco.

“Who Else!” não possui certo direcionamento musical como acontece em vários outros álbuns do guitarrista. Não se sabe se pelo fato de haver muitos músicos envolvidos, se por não ter nenhuma canção de Beck ou se foi mesmo algo proposital. Mas o fato é que este álbum mostrou que Jeff Beck continuava firme na vanguarda da guitarra mundial. 


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Márcio Chagas

Nível: Colaborador Sênior

Membro desde: 14/04/2018

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaPat Metheny - Secret Story (1992)

    13/12/2020

  • Image

    ResenhaUFO - Force It (1975)

    27/06/2020

  • Image

    ResenhaGong - Gazeuse! (1976)

    21/03/2021

  • Image

    ArtigoVariações sobre um mesmo tema: Led Zeppelin “No Quarter”!

    02/09/2021

  • Image

    ArtigoDez grandes discos ao vivo lançados nos anos 70!

    13/07/2020

  • Image

    ResenhaCamel - I Can See Your House From Here (1979)

    10/06/2018

  • Image

    ResenhaJohn McLaughlin - Tokyo Live (1994)

    17/04/2022

  • Image

    ResenhaPorcupine Tree - Lightbulb Sun (2000)

    07/05/2020

  • Image

    ResenhaLiving Colour - Vivid (1988)

    11/04/2021

  • Image

    ResenhaStephen Stills - Stephen Stills (1970)

    05/02/2022

Visitar a página completa de Márcio Chagas



Sobre o álbum

Who Else!

Álbum disponível na discografia de: Jeff Beck

Ano: 1999

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4 - 3 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Who Else!



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.