Resenha

Animals

Álbum de Pink Floyd

1977

CD/LP

Por: Nycollas Souza

Usuário

08/06/2022



O Floyd político

Em 1945, o escritor britânico George Orwell lançou um de seus mais importantes romances: Animal Farm, conhecido no Brasil como “Revolução dos Bichos”. Na obra, Orwell satiriza o regime stalinista que estava em vigência na União Soviética naquela época. Em 1977 (ano do auge do movimento punk), por um outro lado, Roger Waters baseou-se no livro em questão para lançar, junto do Pink Floyd, o álbum Animals. Talvez a obra mais politizada do “Floyd Rosa”, o álbum parcialmente se opõe à sátira do livro, pois satiriza o capitalismo, e não tal corrente do socialismo. Porém, poderíamos ressaltar que o disco seria uma crítica não só ao capitalismo vigente na sociedade ocidental, mas uma crítica a qualquer regime autoritário. 
O álbum começa com uma belíssima balada, “Pigs on the Wing (Part I)”. A canção acústica, tocada no violão e cantada pelo próprio Roger Waters, é basicamente uma música de amor, que retrata as mazelas de um relacionamento. Uma música de curta duração, que entra em contraste com as outras canções do álbum. 
“Dogs” é sem dúvida o ponto alto, o ápice de ´”Animals”. A música, com a duração de aproximadamente 17 minutos, é diferente das demais pois também foi creditada a David Gilmour. Retrata, basicamente, o mundo dos negócios. Passando por belíssimos acordes de violão, solos de guitarra carregados de feeling, os vocais suaves de Gilmour e os agressivos de Waters, entre outros diversos momentos, “Dogs” é um belo exemplo de rock progressivo feito pela banda e deixa qualquer apreciador boquiaberto. 
A terceira, “Pigs (Three Different Ones)”, seria o mais próximo que poderíamos rotular como um “Punk” Floyd, óbvio que no quesito lírico. Com uma letra carregada de críticas ao conservadorismo britânico, bem como às políticas e visões de Margaret Thatcher, a música leva o ouvinte a um sentimento de revolta. Após um rasgado solo com talkbox (um pedal de guitarra cujo som de “wah” é produzido com a boca) e sons de porcos em uma espécie de transição comum em todo o álbum, Waters retorna com os vocais carregados de críticas à ativista reacionária Mary Whitehouse. Uma canção essencial para toda pessoa politizada de plantão, diga-se de passagem. 
“Sheep” vem logo em seguida com uma sacada genial: em vários momentos, a voz de Waters se mistura com o som do sintetizador. Sobre a temática, nesta as ovelhas, basicamente uma metáfora para o povo, se revoltam contra seus algozes, derrubando o sistema vigente. É uma aula de ira contra uma sociedade que explora e oprime, além de uma “pancada” sonora que mistura a sonoridade progressiva com uma certa atitude próxima ao punk.
O álbum finaliza com “Pigs on the Wing (Part II)”, uma resposta à primeira parte, com a mesma harmonia e melodia. Pessoalmente indico a audição desta música na versão de fitas 8-Track. Nela, as duas partes se encontram, e entre ambas foi gravado um belíssimo solo por Snowy White, guitarrista de apoio do Pink Floyd naquela época. Esta versão é facilmente encontrada disponível no YouTube. 
Animals é a síntese do que acontecia na época de seu lançamento, bem como um belo exemplo do pensamento de Waters transformado em música. É um álbum essencial para todos os admiradores da boa música e da música de protesto, e só recebe nota 5 porque não possível avaliar com uma nota superior.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.


2 comentários:

user

André Luiz Paiz 08/06/2022

Webmaster

08/06/2022

Quando ouvi este disco pela primeira vez, ele me trouxe uma inquietude, um sentimento único. Acho que é o ápice de Roger Waters como compositor. Realmente um clássico. Parabéns pelo texto e bem-vindo ao site.

user

Nycollas Souza 09/06/2022

09/06/2022

Realmente o disco é diferenciado, André. Muito obrigado!

Faça login para comentar



Sobre Nycollas Souza

Nível: Usuário

Membro desde: 02/06/2022

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaRush - Moving Pictures (1981)

    09/06/2022

Visitar a página completa de Nycollas Souza



Sobre o álbum

Animals

Álbum disponível na discografia de: Pink Floyd

Ano: 1977

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,79 - 21 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Animals:

  • 05
    out, 2020

    Mesmo pretencioso, Pink Floyd funciona

    User Photo José Esteves
  • 14
    ago, 2019

    Novos caminhos

    User Photo Fábio Arthur
  • 25
    out, 2018

    Uma obra conceitual maravilhosa baseada em um clássico da literatura

    User Photo Márcio Chagas
  • 11
    dez, 2017

    O álbum mais “punk” do Pink Floyd.

    User Photo Tiago Meneses

Visitar a página completa de Animals



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.