Resenha

Jord

Álbum de Jordsjø

2017

CD/LP

Por: Tiago Meneses

Colaborador Top Notch

03/03/2022



Enquanto seu som se encaixa nos tons melancólicos das bandas escandinavas, também possui a energia motriz de bandas da era clássica do prog rock

Quando falamos do rock progressivo escandinavo contemporâneo, antes mesmo de ouvi-lo, já podemos carregar uma certeza, a de que o que vai vir uma música de extrema qualidade, logo, a primeira impressão que Lord causou foi a de deleite. O que torna tudo ainda mais impressionante é que a Jordsjø na verdade é formada por um duo, com Håkon Oftung nos vocais, guitarras, flautas e teclados, enquanto que a bateria e percussão ficou a cargo de Kristian Frøland, o que não é absolutamente nenhum pouco comum em um tipo de gravação tão bem elaborada.  

“Over Vidda” se trata de um prefácio composto por um trabalho interessante de flauta e percussão, como se a dupla estivesse apenas dando uma ideia do quão é bem elaborado e misterioso o restando do disco. “Abstraksjoner Fra Et Dunkelt Kammer” inicia-se por meio de uma sonoridade suave e bastante melódica e assim segue por mais ou menos dois minutos, então que uma seção vocal entra na faixa e vai se desenvolvendo em uma crescente até estourar em uma explosão de sons e belas ideias musicais onde a liderança fica por conta dos sintetizadores, porém, sem deixar que passagens agressivas de guitarra também abracem a peça. E claro, não podemos esquecer da bateria impecável. Uma verdadeira maravilha 

“Finske Skoger”, após uma peça frenética, o som do disco é direcionado para uma linha mais folclórica. Consegue imaginar algumas das faixas mais suaves do Genesis – era Gabriel –, mas com pinceladas de Jethro Tull? Pois é, o caminho é mais ou menos esse. Os riffs de guitarra são ótimos e mais uma vez, a bateria é muito bem feita, tendo nesse caso, a companhia do convidado Robert Dall Frøseth no baixo - única peça em que não é tocada apenas pela dupla – criando uma ótima seção rítmica. “Jord I” é um som explosivo em que é possível perceber algumas reminiscências em Anglagard, principalmente por conta das várias e dramáticas mudanças de humor, além, claro, do uso do Mellotron que transporta o ouvinte para era 70’ do rock progressivo sinfônico. Não é preciso entender a letra, pois, a maneira com que elas são cantadas já é o suficiente para que seja criada uma bela atmosfera cheia de mistério e densidade, com a capacidade de fazer o ouvinte se arrepiar. 

 “Jord II”, o nome já diz que estamos diante de uma continuação da faixa anterior, porém, uma não parece depender da outra, pois ambas mantem as suas individualidades com excelentes e pesados traços de órgão, dessa vez ao estilo Par Lindh. Mas sem a menor dúvida, o destaque aqui está por conta dos duetos entre bateria e guitarra, onde ambos mostram o quão são habilidosos cada um dos músicos em seu respectivo instrumento. “La Meg Forsvinne!” é uma faixa bastante interessante que tem em sua composição uma excelente mistura entre elementos de rock e jazz. É aquele momento em que é mantido o equilibro no disco, onde nem tudo tem que soar agressivo a ponto de profanar os ouvintes ou ter um excesso de suavidade que o enfada. “Postludium” é a faixa que encerra o disco, inclusive, de uma forma surpreendente, dentro de uma sonoridade quase que eletrônica. Geralmente os finais de discos como esse são bombásticos, mas aqui a escolha foi de algo mais suave, uma peça instrumental que cria uma sensação de pura serenidade e relaxamento, como que eles quisessem dar um “descanso” ao ouvinte depois de tantas emoções abordadas nas faixas anteriores. Um final de disco muito interessante.  

Em Jord não existe nenhum ponto fraco, todas as suas músicas são muito bem trabalhadas e possuem melodias maravilhosas, onde há o uso perfeito de flauta, guitarra e teclado junto de uma bateria que entrega exatamente tudo aquilo que se espera. As peças não chegam a ser complexas e muitas vezes se mostram estarem do lado mais leve do rock progressivo sinfônico. Enquanto seu som se encaixa nos tons melancólicos das bandas escandinavas, também possui a energia motriz de bandas da era clássica do rock progressivo.  


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Tiago Meneses

Nível: Colaborador Top Notch

Membro desde: 28/09/2017

"Sou poeta, contista e apaixonado pela música progressiva em todas as suas facetas."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaDavid Bowie - Station To Station (1976)

    13/06/2020

  • Image

    ResenhaGenesis - Selling England by the Pound (1973)

    28/09/2017

  • Image

    ResenhaGenesis - Nursery Cryme (1971)

    08/10/2017

  • Image

    ResenhaA.C.T - Imaginary Friends (2001)

    23/10/2020

  • Image

    ResenhaSteve Hackett - At The Edge Of Light (2019)

    03/03/2019

  • Image

    ResenhaFrost* - Day And Age (2021)

    12/08/2021

  • Image

    ResenhaNemo - Si, Partie 1 (2006)

    24/07/2020

  • Image

    ResenhaTriana - Triana (El Patio) (1975)

    26/08/2020

  • Image

    ResenhaGentle Giant - Free Hand (1975)

    03/04/2018

  • Image

    ResenhaTurbulence - Frontal (2021)

    23/09/2021

Visitar a página completa de Tiago Meneses



Sobre o álbum

Jord

Álbum disponível na discografia de: Jordsjø

Ano: 2017

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 5 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Jord



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.