Resenha

Rock Believer

Álbum de Scorpions

2022

CD/LP

Por: Marcel Dio

Colaborador Sênior

27/02/2022



Recarregaram a pilha e o veneno para soltar um álbum digno de sua história

Muitos camaradas roqueiros dizem que o Scorpions morreu em Love at First Sting. Minha percepção é diferente, ao considerar Savage Amusement muito bom (mesmo devendo hits) e Crazy World um clássico. 
Depois de Crazy World ouvi alguns discos aos quais nem recordo mais, a exceção dos dois últimos (retirando o novato Rock Believer) e o inesquecivelmente ruim Eye II Eye. 
Constata-se que Rock Believer tem mais pegada em relação aos dois anteriores, tem mais velocidade e também Mikkey Dee em estúdio, o baterista que dispensa comentários.  

São onze faixas no mesmo clima e mais os bônus. Todas com energia extra, como se o Scorpions tomasse uma chacoalhada ou um choque forte para voltar aos tempos de glória. Tem menos apelo com baladas, ainda que seja tradição deles e When You Know cumpra bem esse papel, junto com uma continuação acústica no bônus, que se bobear é melhor que a primeira.
Não dá para negar que a sonoridade é uma volta aos anos oitenta, embora pareça bobagem comparar épocas. Gas in the Tank inicia com essa impressão, uma bordoada das boas para os parâmetros do Scorpions, com refrães pegajosos, solos no modo speed e a bateria mortal de Mikkey Dee. 
Vai uma consideração aqui, Mikkey Dee pode ser o responsável direto por arrastar a banda a esse terreno mais pungente. 

A riffeira de Knock' em Dead não deixa barato e vai agradar em cheio os fãs. Golaço!

A faixa título pode ser considerada o "hit", todos os itens estão na panela e a guitarra grita alto como há tempos não ouvíamos. 

Shining Of Your Soul tem um pouquinho de reggae para os mais atentos, e, Seventh Sun é disparada a minha favorita. Cadencia, peso e a lembrança instrumental dos tempos dourados dos conterrâneos do Accept, em sua mescla de Neon Nights com The Princes of the Dawn. Reparem ou digam se estou blefando, acho que o Scorpions bebeu muito da fonte Restless and Wild para concluir o álbum, o que não é demérito nenhum, pelo contrário! 

Como revelei antes, não fiz regressão na discografia pós Crazy World até Sting in the Tail, sendo assim, a memória fica pela poeira. Contudo, quando os amigos dizem que é o melhor álbum deles em décadas, não duvido nem um pouco e as cegas (pelo lapso de memória e preguiça), dou-me o direito de arriscar que é soberano desde Crazy World, o que não é pouca coisa!. E vou além, acho mais interessante que Blackout, até por não entender o culto exagerado em torno do mesmo. 
Sobre a capa, tenho impressão de ver a versão feminina de Blackout, não li nada sobre, se alguém souber corrija-me. 

Enfim, um retorno surpreendente após sete anos sem inéditas. Para completar, fico com a vontade de ouvir mais a cada dia.

Formação:
Klaus Meine (vocais)
Rudolf Schenker (guitarra rítmica)
Matthias Jabs (guitarra solo)
Pawel Maciwoda (baixo)
Mikkey Dee (bateria)


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.


6 comentários:

user

André Luiz Paiz 27/02/2022

Webmaster

27/02/2022

Nossa, depois dessa resenha vou ter que furar a fila e passar esse álbum na frente. Estou doido pra conferir.

user

Marcel Dio 27/02/2022

Colaborador Sênior

27/02/2022

Pode conferir amigo palestrino !, é um Scorpions diferente e muito melhor.

Faça login para comentar

user

Alex Machado (alexmachad) 27/02/2022

Colaborador Especial

27/02/2022

Estou escutando esse álbum agora e estou gostando. As faixas lembram, na minha opinião, coisas feitas pela banda nos álbuns de 1984, 1988 e 1990. Realmente parece que a banda se reencontrou.

user

Marcel Dio 27/02/2022

Colaborador Sênior

27/02/2022

Exatamente amigo. E fica melhor a cada vez, não é enjoativo.

Faça login para comentar

user

José Carlos 10/03/2022

10/03/2022

Como o Restless and Wild tem um lugar especial no meu coração, fui correndo escutar o álbum. Shining Of Your Soul já foi para a playlist dos favoritos. Talvez outras do álbum também vão para lá depois. Valeu a dica, Maluco!

user

Marcel Dio 10/03/2022

Colaborador Sênior

10/03/2022

Valeu brother. Realmente tem similaridades com esse clássico do Accept. TMJ.

Faça login para comentar



Sobre Marcel Dio

Nível: Colaborador Sênior

Membro desde: 14/03/2018

"Sou um amante da música, seja em qualquer estilo, rock, blues, jazz ou pop."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaTestament - Titans Of Creation (2020)

    22/07/2020

  • Image

    ResenhaMessiah - Fracmont (2020)

    28/09/2020

  • Image

    ResenhaIron Maiden - Senjutsu (2021)

    03/09/2021

  • Image

    ResenhaDjavan - Djavan (1989)

    02/08/2020

  • Image

    ResenhaAccept - Too Mean To Die (2021)

    19/06/2021

  • Image

    ResenhaScorpions - Savage Amusement (1988)

    27/08/2021

  • Image

    ResenhaFaith No More - King for a Day... Fool for a Lifetime (1995)

    03/09/2018

  • Image

    ArtigoRanking - Discografia do Yes

    07/11/2020

  • Image

    ResenhaFernando Molinari - Reaching Inside (2021)

    25/02/2022

  • Image

    ResenhaGenesis - Selling England by the Pound (1973)

    21/03/2018

Visitar a página completa de Marcel Dio



Sobre o álbum

Rock Believer

Álbum disponível na discografia de: Scorpions

Ano: 2022

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,33 - 3 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Rock Believer:

  • 09
    mar, 2022

    Mais venenosos do que nunca!

    User Photo Diogo Franco

Visitar a página completa de Rock Believer



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.