Resenha

Novella

Álbum de Renaissance

1977

CD/LP

Por: Tiago Meneses

Colaborador Top Notch

07/02/2022



As músicas em Novella ainda são lindamente executadas, além de possuírem melodias fortes e únicas

Desde o seu debut, o Renaissance mostrou uma boa sequência de discos, mas somente no seu quarto trabalho, Ashes Are Burning, foi quando a banda atingiu um tipo de som folk rock sinfônico progressivamente fortificado com pop barroco. Foi a partir dele que a banda encontrou uma mistura perfeita entre faixas habilmente trabalhadas que provocariam ganchos pop viciantes nos épicos progressivamente bem elaborados. Isso fez com que eles passassem a trabalhar com uma gravadora maior, e com isso, ter um maior orçamento para a gravação de seu trabalho seguinte, Turn of the Cards, criando um som orquestral exuberante que acabaria levando ao ápice criativo da banda, Scheherazade and Other Stories, em 1975, colocando o grupo inclusive no top 50 de álbuns da parada Bilboard da época, um feito extremamente difícil para ser atingido por uma banda de rock progressivo sinfônico - principalmente em uma época que estava iniciando o declínio do gênero.  

Após esses três discos com uma abordagem de certa forma até semelhante, a banda esperou dois anos para lançar Novella, porém, ninguém imaginaria que o cenário musical mudaria de forma tão drástica em um intervalo de tempo tão pequeno. O rock progressivo definitivamente não era mais um som da moda, perdendo espaço para o punk rock que estava ganhando cada vez mais o seu lugar ao sol. Mas convenhamos que quando falamos de Renaissance, não estamos falando de uma banda progressiva comum, com isso, permaneceu relevante mesmo em meio a bandas que clamavam pela anarquia. Novella foi lançado em 1977, e novamente colocou o nome da banda no top 50 das paradas de álbuns nos Estados Unidos, mostrando que apesar de qualquer coisa que acontecesse, eles manteriam seus seguidores leais que obtiveram fora da influência do rádio, TV ou qualquer tipo de mídia popular.  

“Can You Hear Me?”, acho que é quase que senso comum que o Renaissance costuma estar em sua melhor forma quando acompanhado de sons orquestrais – e essa música prova o que outras já haviam provado. Essa peça abrange uma ampla gama de dinâmicas que inclui alguns violões silenciosos e explosões corais. Já nos seus primeiros segundos, se apresenta para o ouvinte de forma bombástica por meio de uma orquestra que ressalta o lado grandioso da música. Possui uma melodia que flui lindamente do começo ao fim. Possui uma estrutura que mostra com clareza suas mudanças - que não chegam a acontecer de formas drásticas. A voz de Annie Haslam soando de forma celestial dispensa qualquer tipo de comentário, uma das maiores cantoras da história não apenas do rock ou rock progressivo, mas da música em geral.  

“The Sisters” possui um ar bastante sombrio desde o início com os seus sinos de igreja. Um piano suave toma a dianteira seguido por um coral e os vocais flutuantes de Haslam. Essa introdução tem uma melodia lindíssima, além de ser bastante acessível. O solo de teclado que acompanha o piano durante o interlúdio também impressiona. Vale destacar que o violão tem uma função importante, fornecendo uma nuance excelente para a peça, inclusive, com um solo de influência flamenca.  

“Midas Man” possui uma excelente combinação de violão e teclado que criam uma atmosfera perfeita para a voz de Annie desfilar por cima. A peça flui muito bem em uma melodia muito bonita, ainda contando com alguns aprimoramentos orquestrais. Esse é um tipo de som bastante padrão em termos de tipo de música renascentista. “The Captive Heart” tem início por meio de um solo maravilhoso de piano clássico. Annie entra com a sua voz angelical e o piano segue tocando uma seção rítmica. Tirando alguns backing vocals, é uma belíssima peça unicamente feita em piano e voz.  

“Touching Once (is So Hard To Keep)” tem seu início com base em um trabalho orquestral. Piano e voz começam a conduzir a música, enquanto os demais instrumentos aos poucos vão entrando e a deixando mais encorpada. É interessante ver a forma dinâmica com que se move o vocal de Annie por toda a peça, passeando pelo estilo de canto normal para o narrativo. Mas a beleza real da música está nos seus arranjos orquestrais e na melodia. Possui uma longa passagem instrumental em que há uma grande combinação de humores, sendo que ao mesmo tempo em que contem complexidade, consegue ser acessível e facilmente agradável.  

É um disco menos atraente que os três anteriores? Sim, mas somente porque estamos falando de três obras primas, da trinca de ouro da banda. As músicas em Novella ainda são lindamente executadas, além de possuírem melodias fortes e únicas, com um fluxo que leva o ouvinte em ondas de sentimentos diversos, criando um clima de atmosfera espacial imprensado entre seções mais dinâmicas e enérgicas.  


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Tiago Meneses

Nível: Colaborador Top Notch

Membro desde: 28/09/2017

"Sou poeta, contista e apaixonado por música desde os primórdios da minha vida, onde o rock progressivo sempre teve uma cadeira especial."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaKing Crimson - In The Court Of The Crimson King (1969)

    02/10/2017

  • Image

    ResenhaGekko Projekt - Electric Forest (2012)

    10/11/2020

  • Image

    ResenhaSantana - Abraxas (1970)

    29/01/2019

  • Image

    ResenhaIZZ - Don't Panic (2019)

    05/11/2019

  • Image

    ResenhaFamily - Family Entertainment (1969)

    31/10/2020

  • Image

    ResenhaPorcupine Tree - In Absentia (2002)

    15/03/2020

  • Image

    ResenhaElectric Light Orchestra - Face The Music (1975)

    09/05/2020

  • Image

    ResenhaRush - A Farewell To Kings (1977)

    21/04/2018

  • Image

    ResenhaAnglagard - Epilog (1994)

    25/03/2019

  • Image

    ResenhaHappy the Man - Crafty Hands (1978)

    10/07/2020

Visitar a página completa de Tiago Meneses



Sobre o álbum

Novella

Álbum disponível na discografia de: Renaissance

Ano: 1977

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,5 - 2 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Novella



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.