Resenha

Carpe Diem

Álbum de Saxon

2022

CD/LP

Por: Marcel Dio

Colaborador Sênior

04/02/2022



A falta de ousadia do Saxon já não é mistério

A palavra certa para a atualidade pode ser o título do novo disco do Saxon, traduzindo: "curta o momento".
Então podemos curtir o novo velho Saxon? Sim, é bom. Por outro lado, a frustração existe pela falta de ousadia, a impressão é que o amado Saxon trás sempre os mesmos riffs na bagagem. 
Ora, faça-se um som instrumental, ou qualquer coisa que defina Carpe Diem não apenas como um bom disco na prateleira Saxon, mesmo que esse risco seja um tiro no pé, mas seja lembrado pela audácia.
Estamos bangueando e felizes por esse gigante aparecer com lançamentos constantes e crocantes. Reverenciamos o passado glorioso, ao ponto em que chega um dia e o vaticínio bate pesado: - Ah, que bom, mais um disco do Saxon! Vou ouvir e já sei o que ouvirei.

Não encontramos mudanças, simplesmente um prato feito de riffs manjados, um mar déjà vu entregue numa produção impecável e nada que saia de proveito como hino para turnês ou item espantoso com pinta de clássico, talvez a faixa homônima.
É um disco de tiro rápido, bom por esse aspecto, existem bandas demais consumindo uma hora e pouco de tortura. 
Percebam que a faixa título reage bem e tem refrão simples, fazendo o fã aspirar algo grandioso para depois, não foge a tradição, mas tem vigor e mata a sede. 

The Pilgrimage coloca uns acordes na atmosfera Crusader, de médio tempo, arrasta-se num interlúdio legal. Letra simples sobre a natureza para esquecer cotidiano idiotizado. É sobre peregrinação como busca interior ou saída para não enlouquecer. 
Pode anotar esse destaque.

Remember the Fallen vale mais pela letra a respeito da pandemia, sobre como sairemos dessa e se nossas vidas serão as mesmas a partir de agora :
"Assim como a praga, viajou rápido
Derrubar quem cruzou seu caminho
Começou primeiro com doentes e velhos
Confira, nunca foi realmente desenhar
A ciência tentou encontrar o vírus
Mate a besta antes que ela nos devore".

All For One recria o inicio de Two Minutes To Midnight (Iron Maiden), riff também surrupiado de outro grupo (não recordo qual). Até ai tudo bem, digamos que sejam coincidências musicais e o barco veleje sem a menor novidade, mar calmo e sem tubarões.
Juro que encontrei momentos mais diversos no álbum solo de Biff Byford. Em 2021 entendi "Inspirations" como meia colher, apesar de ser um tributo. 

O Saxon tem direito de fazer o que bem entender após as etapas citadas e tantos discos na carreira, mas virar a mesa de vez em quando é sinal de grandeza. O que encontrei foi a família tradicional comendo pão com mofo na mesa e a avó costurando o mesmo tapete no quarto. 

Sinto muito, tenho que sair. O trampo é bom ou regular, agora preciso voltar e rever o que digito ouvindo Mutantes com Panis et Circenses (letra de Gil e Caetano), é isso!


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Marcel Dio

Nível: Colaborador Sênior

Membro desde: 14/03/2018

"Sou um amante da música, seja em qualquer estilo, rock, blues, jazz ou pop."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaMorphine - Cure For Pain (1993)

    10/07/2018

  • Image

    ResenhaBad Company - Dangerous Age (1988)

    22/09/2019

  • Image

    ResenhaIron Maiden - Seventh Son Of A Seventh Son (1988)

    18/03/2018

  • Image

    ResenhaTriumvirat - Spartacus (1975)

    19/10/2019

  • Image

    ResenhaEmerson, Lake And Palmer - Tarkus (1971)

    03/07/2019

  • Image

    ArtigoBandas obscuras que merecem sua atenção

    19/08/2019

  • Image

    ResenhaTitãs - Domingo (1995)

    30/01/2019

  • Image

    ResenhaSteve Howe - Love Is (2020)

    26/10/2020

  • Image

    ResenhaPicture - Eternal Dark (1983)

    16/06/2020

  • Image

    ResenhaYngwie Malmsteen - Parabellum (2021)

    30/08/2021

Visitar a página completa de Marcel Dio



Sobre o álbum

Carpe Diem

Álbum disponível na discografia de: Saxon

Ano: 2022

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 3,17 - 3 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Carpe Diem



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.