Resenha

Beggars Banquet

Álbum de The Rolling Stones

1968

CD/LP

Por: André Luiz Paiz

Webmaster

21/01/2022



O início da fase dourada

O tropeço de "Their Satanic Majesties Request" colocou uma certa pressão nos Stones. Sessões em estúdio custavam - e obviamente ainda custam - uma bela quantia em dinheiro. Desperdiçar horas e mais horas com um bando de jovens alucinados por drogas e bebidas sem qualquer dedicação era algo que a gravadora definitivamente não queria. Se hoje o disco é considerado um clássico, lá atrás não foi tão bem aceito assim. Então, estava na hora de voltar o foco ao trabalho e fazer algo bem feito. Deu certo, e não foi só bem feito, mas também inovador. Começava aqui, em "Beggars Banquet", a fase dourada dos Rolling Stones.

Embora o disco tenha sido um grande sucesso, a banda ainda tinha um grande problema: Brian Jones. O exagero era tão exorbitante que os sinais estavam claro que sua vida seria abreviada, o que acabou de fato acontecendo, resultando este como o seu último disco em vida ao lado dos Stones. Outro fator marcante aqui foi a participação de Jimmy Miller, produtor que deu a lapidada necessária nessa brilhante fase.

Deixando o blues dividir espaço, aqui os Stones exploram uma variedade enorme de sons, trazendo o folk, country e até o uso de instrumentos latinos, asiáticos e africanos. Essa mistura é possível notar logo na faixa de abertura, o hit "Sympathy for the Devil". "No Expectations" é uma balada acústica de primeira qualidade, daquelas que agradam o ouvinte na primeira audição. A divertida "Dear Doctor" traz um country blues bem interessante e gostoso de curtir, e "Parachute Woman" traz o blues rock para os fãs dos primeiros trabalhos. "Jigsaw Puzzle" encerra o disco como uma boa faixa rock, mas demasiadamente longa e com poucas variações.
Iniciando a segunda metade da bolacha, "Street Fighting Man" é mais um grande momento. Um belo rock, mais cadenciado, porém cheio de energia e inspirado por um momento de desordem civil que ocorria naquele momento em Paris. A faixa foi single e é considerada uma das melhores canções da banda. "Prodigal Son" é um blues acústico up-tempo bem legal. O rock regressa em alta na faixa "Stray Cat Blues" e o country é novamente foco na ótima e também acústica "Factory Girl". Por fim, "Salt of the Earth" é uma balada lindíssima dedicada à classe trabalhadora, resultando novamente em uma das melhores composições da carreira da banda. Aqui temos o Watts Street Gospel Choir de Los Angeles, piano e a condução excelente de Richards, que também contribui com vocais.

"Beggars Banquet" foi bem recebido pelos fãs e pela crítica, deixando claro para os Stones que seu desenvolvimento e interesse em expandir musicalmente era bem aceito, bastava apenas colocar os pingos nos "is". Com a boa resposta, a banda seguiu até onde conseguiu ao lado de Brian Jones, até que optaram pela sua demissão, o que foi concretizada pouco antes do início das sessões do próximo álbum. Foi bom para a banda, mas péssimo para o guitarrista, que veio a falecer pouco depois, afogado em sua piscina. Jones foi substituído por Mick Taylor e mais adiante nomeado para Rock and Roll Hall of Fame, ao lado dos demais Stones, em 1989.

"Beggars Banquet" é um grande álbum, indicado para quem quer relembrar o talento desta grande banda ou até mesmo para quem deseja conhecê-la.

Tracklist:

Sympathy For The Devil	
No Expectations	
Dear Doctor	
Parachute Woman	
Jig-Saw Puzzle	
Street Fighting Man	
Prodigal Son	
Stray Cat Blues	
Factory Girl	
Salt Of The Earth

Banda:
Mick Jagger (v)
Keith Richards (g)
Brian Jones (g)
Bill Wyman (b)
Charlie Watts (d)


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre André Luiz Paiz

Nível: Webmaster

Membro desde: 20/03/2017

"Sou um profissional de Tecnologia da Informação apaixonado por música. Criei o site do 80 Minutos para que as pessoas possam compartilhar suas opiniões sobre os seus álbuns favoritos e propagá-las Brasil afora"

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaIcon Of Sin - Icon Of Sin (2021)

    03/05/2022

  • Image

    ResenhaBlack Country Communion - Black Country Communion (2010)

    17/04/2020

  • Image

    ResenhaUriah Heep - Innocent Victim (1977)

    20/11/2020

  • Image

    ResenhaAxel Rudi Pell - Between The Walls (1994)

    06/02/2019

  • Image

    ResenhaPaul McCartney - Flowers In The Dirt (1989)

    19/08/2018

  • Image

    ResenhaUriah Heep - Salisbury (1971)

    24/07/2020

  • Image

    ResenhaPain Of Salvation - In The Passing Light Of Day (2017)

    19/01/2018

  • Image

    ResenhaPaul McCartney - Driving Rain (2001)

    05/01/2019

  • Image

    ResenhaMercyful Fate - In The Shadows (1993)

    26/03/2019

  • Image

    ResenhaKing Crimson - In The Court Of The Crimson King (1969)

    24/02/2018

Visitar a página completa de André Luiz Paiz



Sobre o álbum

Beggars Banquet

Álbum disponível na discografia de: The Rolling Stones

Ano: 1968

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,78 - 9 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Beggars Banquet



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.