Resenha

Journey To The East

Álbum de Castanarc

1984

CD/LP

Por: Tiago Meneses

Colaborador Especialista

04/11/2021



Composições sofisticadas e ao mesmo tempo acessíveis, de melodias belíssimas, bem como de performances inspiradas de todos os cinco músicos

Um disco encantador produzido na primeira onda do Neo Progressivo. Acho que esta simples frase define muito bem o que é Journey To The East, primeiro disco do projeto idealizado pela dupla, Mark Holiday (vocal) e David Powell (teclados), nomeado de Castanarc. Como aconteceu com muitas bandas do gênero, a música encontrada aqui é bastante influenciada pelo Genesis, sendo o disco Wind & Wuthering” a maior fonte de inspiração, porém, devemos deixar claro que a banda faz isso sem ignorar suas próprias ideias. Um disco de canções edificantes e memoráveis. Algo também a ser destacado é a voz de Mark, pois além de eu considerá-la ótima, ela faz com que o ouvinte não lembre de mais ninguém, assim como a sua forma de cantar, fazendo com que soe bastante original durante todo o disco. Além da dupla, o disco conta com um trio de músicos convidados, Paul Ineson (guitarra solo), Neil Duty (guitarra, violão e baixo) e Dave Kirkland (bateria). 

“Peyote” começa o disco com muita delicadeza. Os vocais de Mark, sempre originais, nos acariciam os ouvidos e afagam a alma. As teclas criam uma linda cama melódica para que um belíssimo trabalho de guitarra se deite até chegar em um final falso no meio da faixa. A peça então fica mais efusiva, com todos os instrumentos agora seguindo uma linha progressiva acelerada dentro de uma influência que fica algo entre Anyone’s Daughter e Pendragon. Começo de disco excelente. “Traveling Song” é uma das duas peças do disco que possui menos de três minutos. A melodia vocal é linda e a instrumentação bastante equilibrada, só isso já a define muito bem.  

“Am I” mantem o disco em uma sonoridade delicada. Impressionante como a banda consegue criar melodias refinadas e até mesmo pop, mas ao mesmo tempo em que mantem uma boa veia progressiva, agora influenciada pela música do Camel e suas guitarras muitas vezes oníricas. “Goodbye To All That”, após uma breve cama atmosférica, logo em seus primeiros segundos, a peça entrega para o ouvinte uma batida de ritmo constante e um arranjo que dá uma sensação de felicidade. O trabalho de guitarra possui muita riqueza, assim como os sintetizadores que soam suave, mas ao mesmo tempo vibrantes.  

“Rhyme” é a outra faixa do disco com menos de três minutos de duração, um verdadeiro deleite. A peça possui uma lindíssima melodia proporcionada pelo piano e violão, além de um vocal precioso e que traz calma pra quem o ouve. “The Fool” é um momento do disco em que nos deparamos com estruturas lúdicas e que nos conseguem tirar até mesmo um sorriso do rosto, então que em determinado ponto, a peça fica mais relaxante e sutil, sendo conduzida por um piano bastante sensível que se entrelaça muito bem com ricas linhas de baixo. A música vai ganhando um novo ritmo com algumas influências ska – inclusive isso me surpreendeu muito -, mas em seguida se direciona para uma linha progressiva sinfônica refinada. Os vocais quando regressam, soam com o requinte de sempre. A faixa então termina por meio de um excelente e melancólico solo de guitarra.  

“The Soon” abre de uma maneira diferente, sendo mais impulsiva por meio de teclados e guitarra que lembram um pouco Pendragon. Mesmo sendo diferente, a banda consegue se manter cativante e alegre, sendo mais uma peça de estrutura lúdica, além de paisagens progressivas oníricas. Outro ponto que é muito interessante, é ver uma boa variedade musical mesmo dentro de um espaço pequeno de música – pouco mais de três minutos. “Journey To the East” é a faixa título e também a que encerra o disco. Começa por meio de uma atmosfera serena criada pelas teclas, mas que aos poucos vai saindo da sua inércia de sensibilidade e entrando em um campo musical mais aventureiro. É uma peça que conforme se desenvolve, também mostra possuir muitas variações, sempre dentro de um trabalho instrumental extremamente habilidoso. Um final de disco digno do que tudo que foi apresentado até aqui.  

No geral, o que temos aqui é um disco de composições sofisticadas e ao mesmo tempo extremamente acessíveis. Melodias belíssimas, bem como performances inspiradas de todos os cinco músicos. Se você é um ouvinte que tem por preferência, o lado mais leve do rock progressivo, este é um álbum altamente recomendável pra você.  


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Tiago Meneses

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 28/09/2017

"Sou poeta, contista e apaixonado por música desde os primórdios da minha vida, onde o rock progressivo sempre teve uma cadeira especial."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaAnima Mundi - I Me Myself (2016)

    18/03/2020

  • Image

    ResenhaRick Wakeman - No Earthly Connection (1976)

    25/03/2020

  • Image

    ResenhaCaligonaut - Magnified As Giants (2021)

    22/06/2021

  • Image

    ResenhaPremiata Forneria Marconi - Storia Di Un Minuto (1972)

    30/05/2018

  • Image

    ResenhaMastodon - Leviathan (2004)

    16/03/2019

  • Image

    ResenhaLynyrd Skynyrd - Second Helping (1974)

    27/05/2018

  • Image

    ResenhaPain Of Salvation - Panther (2020)

    20/08/2020

  • Image

    ResenhaKing Crimson - Discipline (1981)

    09/03/2019

  • Image

    ResenhaOzric Tentacles - Jurassic Shift (1993)

    05/02/2020

  • Image

    ResenhaThe Flower Kings - Desolation Rose (2013)

    06/06/2020

Visitar a página completa de Tiago Meneses



Sobre o álbum

Journey To The East

Álbum disponível na discografia de: Castanarc

Ano: 1984

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,5 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Journey To The East



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.