Resenha

Spiral

Álbum de Vangelis

1977

CD/LP

Por: Marcel Dio

Colaborador Sênior

14/08/2021



Ir em frente significa ir longe... Ir longe significa retornar. *

Máquinas nas mãos de um homem inteligente são capazes de tudo, destruir e também criar. No caso de Vangelis, um conjunto de sintetizadores e sequenciadores bastavam para que ele fosse a banda de um homem só, avançando bem dentro da new age, progressivo, música eletrônica e trilhas de filme. Quando usava os quatro elementos era quase imbatível. 
Spiral abusa desses elementos e mais a modernidade, apesar da magnitude de Heaven and Hell, que na minha opinião foi seu melhor registro, a megalomania dissipa-se em Albedo 0.39 e alcança o ápice em Spiral, um disco longe de qualquer desabono, a não ser que o sujeito use um par de pedras no lugar de tímpanos.
Também é o primeiro álbum no qual Vangelis usou o sintetizador Yamaha CS-80, empregado com frequência em seus trabalhos futuros.

Os sequenciadores na abertura da titular Spiral, causam efeitos prazerosos no cérebro, momentos de pensar na criatividade desse grego, e sentir-se em outro plano. E assim o sequenciador rola enquanto Vangelis brinca com acordes pesados, numa lição Wagner de ser, somente mais cadenciado. Jogando ainda uns sinos para dar mais dramaticidade a peça. 
Passado a seção que se mistura, temos outra sequência, agora com os graves movimentando-se em tonalidades como uma segunda e definitiva parte. 

Ballad percorre com um balanço estranho, soturno e de vozes com efeitos. Após um pingue-pongue de "volumes", caminha a um lugar conveniente ao progressivo, pegando o coda para o inicio. No final, algumas variações interessantes.

Dervish D cola como tema de filme, os efeitos são mais distrativos que interessantes, assim como a sequência básica de três acordes de blues, por obter poucas alternâncias. Nem por isso deve ser menosprezada, apesar do tempo de quase seis minutos ao qual quatro estaria de bom tamanho.

Como o álbum é unificado numa timbragem, To the Unknown Man persiste com o segmento e dirigindo-se ao "futuro" precede a trilha Carruagem de Fogo. O tema é caracterizado pela simplicidade melódica. Na passagem To the Unknown Man transfigura suas "paisagens" progressivamente, e quem dá a deixa são os rudimentos de bateria. Na verdade eles encadeiam boa parte da canção. Ao final a repetição é largada e acende-se na melodia mais ampla e natural dos instrumentos programados, embora tal frase pareça paradoxal.

3 + 3 entra com o mesmo jeitão da faixa título. Sequenciadores em primeiro plano, pontuados com pianos e depois a entrada de acordes e alguns ornamentos similares a trilha Blade Runner - do próprio músico. 
No interlúdio ganha estranheza ou mesmo confusão. O timbre de tímpano aumenta a intensidade. Não sei ao certo, percebe-se no desenlace um tanto fantasmagórico, o uso do teremim e muitas distorções. Enfim, uma ótima canção.

* Lao Tsé - Tao the Ching


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Marcel Dio

Nível: Colaborador Sênior

Membro desde: 14/03/2018

"Sou um amante da música, seja em qualquer estilo, rock, blues, jazz ou pop."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaEmerson, Lake And Palmer - Tarkus (1971)

    03/07/2019

  • Image

    ResenhaVanilla Ninja - Traces Of Sadness (2004)

    31/05/2020

  • Image

    ResenhaPat Metheny - Zero Tolerance For Silence (1994)

    21/02/2022

  • Image

    ArtigoRanking - Discografia do Van Halen

    07/11/2020

  • Image

    ArtigoQuase dez anos...

    07/05/2020

  • Image

    ResenhaDragonForce - Extreme Power Metal (2019)

    02/05/2020

  • Image

    ResenhaWax - Magnetic Heaven (1986)

    12/06/2021

  • Image

    ResenhaDeep Purple - Purpendicular (1996)

    29/05/2018

  • Image

    ResenhaDio - Angry Machines (1996)

    24/11/2019

  • Image

    ResenhaRondellus - Sabbatum: A Medieval Tribute to Black Sabbath (2003)

    30/08/2018

Visitar a página completa de Marcel Dio



Sobre o álbum

Spiral

Álbum disponível na discografia de: Vangelis

Ano: 1977

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,25 - 2 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Spiral



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.