Resenha

Symbolic

Álbum de Death

1995

CD/LP

Por: Fábio Arthur

Colaborador Especialista

11/08/2021



A evolução sonora

O Death foi remetendo seu som de uma forma em que as mudanças foram ficando cada vez mais importantes e a sonoridade evoluída. 

Com o baterista Gene Hoglan, Kelly Conlon e Steve DiGiorgio no baixo, além de Bobby Koelble na guitarra base, Chuck deu vida a um dos pilares do Death e da vertente de peso.

Com a artwork de René Miville, a banda de cara trouxe um teor elevado nas elaborações. O disco chegou em 1995 com um alto nível e que trouxe uma diferença tanto no som como na voz de Chuck. 

A banda aqui pode ser inserida como um Death Metal, Progressive Metal e Thrash.  O som mais acoplado em uma forma melodiosa e com solos mais elevados, traça uma fonte bem fértil.

Sentir do grupo que a cada disco seria uma obra segura e sem deixar cair o conteúdo, se tornou algo esperado e apoiado pelos fãs. Na área de mídia, vendeu bem, principalmente em alguns países europeus e chegou bem nos charts.

Na questão de faixas, a banda soa tão bem que nem tem como deixar de ouvir na integra, mas se for para destaques, eu diria que Symbolic, Crystal Mountain, Zero Tolerance e 1.000 Eyes soam perfeitas em seus momentos e riffs, além da bateria genial. 

Não se pode deixar de dizer que esse entra nos maiores álbuns da história do Metal.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Fábio Arthur

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 04/02/2018

"Obtive meu primeiro contato com o Rock, com o grupo KISS no final de 1983, após essa fase, comecei a me interessar por outros grupos, como Iron Maiden, do qual ganhei meu primeiro vinil o "Killers" e enfim, adquiri o gosto por outras bandas, como Pink Floyd, John Coltrane, AC/DC entre outras."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaOswaldo Montenegro - Asa De Luz (1981)

    22/06/2020

  • Image

    ResenhaQueen - Queen II (1974)

    08/03/2021

  • Image

    ArtigoBlack Metal: 10 grandes álbuns

    16/03/2021

  • Image

    ResenhaHerbie Hancock - Takin' Off (1962)

    29/01/2020

  • Image

    ResenhaJeff Beck - Jeff Beck's Guitar Shop (1989)

    18/04/2021

  • Image

    ResenhaJudas Priest - Nostradamus (2008)

    06/05/2021

  • Image

    ResenhaSlayer - Hell Awaits (1985)

    06/11/2018

  • Image

    ResenhaEmerson, Lake And Palmer - Pictures At An Exhibition (1971)

    03/02/2021

  • Image

    ResenhaIron Maiden - The Number Of The Beast (1982)

    28/09/2018

  • Image

    ResenhaTwisted Sister - Stay Hungry (1984)

    26/09/2018

Visitar a página completa de Fábio Arthur



Sobre o álbum

Symbolic

Álbum disponível na discografia de: Death

Ano: 1995

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,5 - 5 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Symbolic:

  • 14
    jan, 2018

    Symbolic elevou a já complexidade musical dos dois álbuns anteriores a outro patamar, se tornando o pináculo da discografia da banda

    User Photo Tiago Meneses

Visitar a página completa de Symbolic



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.