Resenha

The Song Remains The Same

Álbum de Led Zeppelin

1976

DVD/Blu-Ray

Por: Fábio Arthur

Colaborador Especialista

10/08/2021



O Zeppelin balançando!

Se formos reparar e comparar o Led ao vivo com  seus discos de estúdio, vamos entrar em maiores dúvidas quanto à força do grupo. Aqui, em "The Song Remains the Same", o ao vivo de 1973, a banda consegue emplacar seu som e, ao mesmo tempo, não. Confuso isso, não é?

O maior problema não seria a produção, que foi refazer o áudio, as imagens dubladas e mesmo o cenário de externas com a banda, cada qual em seu habitat. Mas sim, a forma de conduta ao vivo no palco, pois o concerto remete em momentos eficazes, mas por outro lado, segue um padrão enjoativo e com falta de força, principalmente na voz de Plant. 

Haja paciência de ficar ouvindo/assistindo o vocalista, um dos maiores mundialmente - já na época - cantarolar "ah ah ahahahahaaaaaa aãã aaa aaaaahhhhhhh", sem cessar em cada brecha. Sabe aquele teor de estar dopado e ficar fazendo algo porque você tem que representar a banda e tem que ajudar os companheiros? Seria isso mesmo a atuação dele. E ainda, com o consentimento de sua voz, com problemas em época, já que o médico havia advertido após as gravações de "House of Holy" para Robert não sair em turnê e nem tentar cantar nos tons altos. Tudo em vão. Enfim, ao vivo uma força falha que sobressaí em alguns momentos, mas em sonoridade de voz bem abaixo do normal. Plant, que era ávido por calmantes para se apresentar e maconha, acabava dando um passo para trás e isso é que engole o espectador ao vivo, o homem não dá quase nenhuma dentro. 

Agora do lado de Bonzo a coisa fica em primeiro plano. O monstruoso batera destrói sem dó, marca como um dos maiores momentos em vídeo com seu solo de "Moby Dick". Uma paulada acima de outra, vide "Black Dog" com sua fúria e finalização recheada de pancadarias assertivas. 

Page mantém por momentos a guitarra como alto padrão, mas ele peca e muito, um pouco fora de afinação em algumas partes, dublagens erradas e também com notas foras, por várias vezes. 

Jonesy, esse sim consegue soar bem - mesmo estando chapado. O homem fortifica aquilo que não tem remédio aparentemente, ilustrando como um super grupo deve soar ao vivo. 

O trabalho é parte feito externo em cada recinto de cada integrante, com imagens criadas para simbolizar Peter Grant, empresário da banda, mais imagens de bastidores do Madison Square Garden, da qual onde o vídeo é feito, em partes, e em 1976, a continuação do trabalho em um estúdio gigante para refazerem o serviço. 

A banda deixa algo para o vinil, traz outros elementos em uma reedição de DVD/Bluray, de anos para cá, conseguindo inserir "The Ocean", que ganha muito ao vivo, por sinal, e refaz o master e imagem de outrora. 

Agora, quem precisa de "Dazed and Confused" com 30 minutos, ou uma "Whole Lotta Love" bagunçada e perdendo seu feeling certeiro de estúdio? O trabalho poderia ser mais ambicioso sim, mas que fosse uma obra centrada, com o concerto de 3:30 na integra sem tantas bobagens, como cavaleiros, príncipes e afins. 

A banda mantém o concerto como clássico. Eu discordo e concordo; se faz bom pois é remoto de um período fértil da música e se faz chato por soar como uma cópia de si mesmo, sem conclusões acertadas. 

Um momento de pensar e curtir algumas das canções, como a faixa "Celebration Day", e "Stairway to Heaven", que fica bem aplicada ao vivo, até mesmo com voz abaixo de tom. 

Me lembro quando vi isso em 1988, eu adorei, depois de uma década eu percebi que não aceitava essa fonte, que mais parece um amontoado de imagens. 

E eu ainda procurei no YouTube os vídeos pertinentes para entender melhor a turnê, mas não adiantou, vi um concerto de 1973 também nos EUA e a banda se repete e muito, e soa enjoativa em demasia. Não tem jeito, era uma tour com repertório extenso por demais e vai indo, indo, indo... e a viagem acaba longa e cansativa demais.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Fábio Arthur

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 04/02/2018

"Obtive meu primeiro contato com o Rock, com o grupo KISS no final de 1983, após essa fase, comecei a me interessar por outros grupos, como Iron Maiden, do qual ganhei meu primeiro vinil o "Killers" e enfim, adquiri o gosto por outras bandas, como Pink Floyd, John Coltrane, AC/DC entre outras."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaJudas Priest - Turbo (1986)

    16/07/2019

  • Image

    ArtigoBlack Sabbath: 5 Grandes Álbuns

    05/04/2021

  • Image

    ResenhaJohnny Cash - I Walk The Line (1964)

    05/10/2020

  • Image

    ResenhaTwisted Sister - You Can't Stop Rock 'N' Roll (1983)

    09/10/2018

  • Image

    ResenhaJethro Tull - Aqualung (1971)

    08/10/2020

  • Image

    ResenhaIron Maiden - Fear Of The Dark (1992)

    07/06/2019

  • Image

    ResenhaCannibal Corpse - Vile (1996)

    24/12/2020

  • Image

    ArtigoPiece of Mind: Aniversário de 38 anos

    16/05/2021

  • Image

    ArtigoVídeo: Black Sabbath discografia comentada - Ozzy, Parte I

    04/12/2020

  • Image

    ResenhaMegadeth - Youthanasia (1994)

    18/06/2021

Visitar a página completa de Fábio Arthur



Sobre o álbum

The Song Remains The Same

Álbum disponível na discografia de: Led Zeppelin

Ano: 1976

Tipo: DVD/Blu-Ray

Avaliação geral: 3,62 - 4 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de The Song Remains The Same



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.