Resenha

Roxy Music

Álbum de Roxy Music

1972

CD/LP

Por: Expedito Santana

Colaborador

07/07/2021



Uma das melhores estreias da história da música pop

Este disco marca uma das melhores estreias da música pop de todos os tempos. Poucas bandas soam tão inventivas e revolucionárias logo no debut como foi o caso da Roxy Music nesse autointitulado trabalho, gravado em apenas dezenove dias e produzido por Pete Sinfield, poeta e letrista do King Crimson. O disco traz uma combinação equilibrada de Rock dos Anos 50 e Pop Art regada a saxofones e efeitos eletrônicos, e permaneceu por um total de dezesseis semanas na parada de sucesso inglesa, atingindo o ápice na 10ª posição. 

A Roxy Music foi formada por Brian Ferry (piano e vocal), ex-professor e bacharel em Belas Artes pela Universidade de Newcastle, e Graham Simpson (baixo), que havia tocado com Ferry na banda de R&B Gasboard, antes deles se mudarem para Londres onde a Roxy ficaria sediada. Depois se juntaram ao grupo o guitarrista Phil Manzanera, o saxofonista Andy Mackay, o baterista Paul Thompson e o mestre dos sintetizadores Brian Eno, que sairia depois da gravação do segundo álbum para seguir carreira solo e também atuar como produtor.        

Tudo neste disco é de bom gosto, a começar pela capa que tem a bela modelo Kari Ann Muller num click visivelmente anos 50. Aliás, vale ressaltar que a presença feminina nas capas dos discos da banda integrava parte do conceito estético idealizado por Ferry e acabou sendo uma das marcas da Roxy Music a partir daquele momento.  

O álbum abre literalmente festivo em meio a sons de um salão repleto de pessoas e tilintares de taças com “Remake/Re-Model”, um glam rock extravagante inspirado num quadro do pintor Derek Bochier, construído em cima dos acordes da guitarra de Manzanera, no sax serelepe de Mackay e na bateria marcante de Thompson. 

A forma como são sobrepostos os instrumentos e as camadas de sintetizadores espaciais como pano de fundo chamam a atenção em “Ladytron”, com Eno conseguindo criar nessa faixa uma fantástica perspectiva visual. Registre-se ainda o belo trabalho de baixo, piano e bateria. Já o country futurista "If There is Something" conduz para uma aventura sentimental e melódica, como se evocasse a plenos pulmões juvenis as mais eloquentes promessas de amor (Eu faria qualquer coisa por você / Escalararia montanhas / Nadaria por todos os oceanos azuis / Eu caminharia mil milhas / Revelaria meus segredos). Tudo isto apoiado por uma linha de piano impecável e performance vocal arrebatadora de Ferry.   

"Virginia Plain" mostra-se como um atraente e dançante pop rock teen, enquanto "2HB" retoma o clima romântico, cabendo à espetacular e vanguardista "The Bob (Medley)”, uma das melhores na minha opinião, aproximar-se do rock progressivo. Em "Would You Believe?" a banda flerta com o rock cinquentista, e "Chance Meeting", por sua vez, é de uma estranheza tremenda, ao adicionar desolação com pitadas de noise rock. A lânguida "Sea Breezes", que tem ótimos metais (oboé e sax), guitarra ruidosa e linha de baixo magnífica, é outro ponto alto do disco, que encerra nas asas de "Bitters End", outra faixa que bebe no rock clássico, mas que segue comportada e ancorada num trabalho vocal bem humorado, piano e sax. 

O álbum não foi muito bem na terra do Tio Sam, mas conseguiu mostrar a competência e ousadia da Roxy Music, que iria construir dali em diante uma das mais férteis carreiras da história da música, transmutando estilos e ditando tendências em diversas cenas, passando pelo punk britânico, pós-punk, tecnopop entre outras.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Expedito Santana

Nível: Colaborador

Membro desde: 27/07/2020

"Sou um fã de música inveterado, principalmente de rock and roll, daqueles que podem ficar dias e dias imerso em discografias sem se preocupar com o mundo lá fora. Meu gosto é bastante eclético dentro do gênero rock, curto progressivo, hard, metal, alternativo etc."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaRoxy Music - Avalon (1982)

    12/08/2021

  • Image

    ResenhaNirvana - In Utero (1993)

    10/10/2020

  • Image

    ResenhaChico Buarque - Chico Buarque (1978)

    14/01/2021

  • Image

    ResenhaSylvan - Sceneries (2011)

    25/03/2021

  • Image

    ResenhaKing Crimson - Beat (1982)

    31/10/2020

  • Image

    ResenhaThe Watch - Planet Earth? (2010)

    19/05/2021

  • Image

    ResenhaTim Buckley - Goodbye And Hello (1967)

    07/03/2021

  • Image

    ResenhaThe Watch - Vacuum (2004)

    12/11/2020

  • Image

    ResenhaLunatic Soul - Through Shaded Woods (2020)

    27/11/2020

  • Image

    ResenhaAlice In Chains - Jar Of Flies (1994)

    03/04/2021

Visitar a página completa de Expedito Santana



Sobre o álbum

Roxy Music

Álbum disponível na discografia de: Roxy Music

Ano: 1972

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 5 - 3 votos

Avalie

você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Roxy Music



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.