Resenha

Crash Of The Crown

Álbum de Styx

2021

CD/LP

Por: Diogo Franco

Colaborador

20/06/2021



O bom e velho Styx quebrando a coroa do progressivo

O quarto álbum do Styx sem Dennys Deyoung, mostra maturidade, coesão, consistência e inspiração que andava faltando desde que seu tecladista e vocalista saiu da banda de uma maneira não muito amistosa, na época do pouco inspirado Brave New World, de 1999. Ao gravar um disco de progressivo típico, com influências de Rush, Yes e até mesmo Renaissance em alguns momentos, o Styx não cansa o ouvinte com faixas de duração média (nenhuma ultrapassa os 4 minutos), tornando a audição desse disco uma experiência fenomenal e arrebatadora. Tommy Shaw é um guitarrista extremamente injustiçado pela mídia, sendo praticamente ignorado quando se fala de guitar heroes dos anos 70 e 80, o que é uma pena, pois a sua musicalidade, timbre e técnica, são algo que beiram o sublime de tão preciso. Como se não bastasse, ele ainda canta muito bem, como visto no verso 2 de Hold Back The Darkness, com uma mistura folk pra lá de cativante. O vocalista atual, o carismático Lawrence Gowan, está cada vez mais à vontade como frontman da banda, fazendo nesse disco sua melhor performance ao lado da lendária banda. Quem ama o Styx sabe que um de seus pontos fortes são os vocais e backing vocals, sempre muito bem elaborados e com uma divisão de vozes impressionante. Essa característica quase se perdeu nos discos anteriores, porém a boa notícia é que ste álbum traz de volta não só essa marca registrada dos caras, como também todo o clima setentista que esperamos ouvir em seus discos, tanto na estrutura das canções quanto na timbragem dos instrumentos. 

Esse disco funciona bem aos ouvidos dos saudosistas (como eu), pois podemos ouvir belas inserções de teclado, como na linda Coming Out The Other Side. A faixa título é um show a parte, com lirismo, peso e melodia na medida certa, soando como se o Supertramp e o Yes chamassem os Beatles para um café. Interessante ver que as influências dos fabfour estão presentes por todo o disco, como no instrumental gravado de maneira invertida na já citada Coming Out. To Those talvez seja a faixa mais emblemática do disco, que não faria feio como abertura de show na próxima turnê dos caras, podendo fazer parte do clássico Pieces Of Eight de 78 por exemplo. É gratificante ver que uma banda como o Styx ainda se preocupa em lançar músicas inspiradíssimas, com instrumental de qualidade impecável e vocais sempre acima da média, onde nenhum de seus integrantes parece sentir o peso da idade. Outro ponto alto, a maravilhosa The Fight For Our Lives, começa de maneira épica, lembrando um pouco o que Meat Loaf fazia em suas óperas rock. As referências são muitas, mas o Styx é uma banda originalíssima sempre, totalmente precisa e característica, do tipo que reconhecemos já nos primeiros acordes. A veia folk continua presente com os violões da deliciosamente estranha A Monster, com seus vocais melancólicos, instrumental quebrado e tristonho, remetendo logo nos primeiros acordes a um dia chuvoso de outono. O que falta nos jovens músicos hoje é justamente isso, transportar o ouvinte através de seus sons, por isso quando os "velhinhos" como o Styx fazem um disco, essa garotada deve sentar e aprender como se faz.

Não adianta, parece que, mesmo com tanta gente boa surgindo, ainda vamos continuar tendo orgamos múltiplos toda vez que uma banda lendária lançar algo com essa qualidade. Disco inspiradíssimo!


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Diogo Franco

Nível: Colaborador

Membro desde: 31/12/2019

"Sou carioca de Nova Iguaçu , músico há 25 anos , admirador de AOR , Hard , Glam , Heavy Metal e suas vertentes. Tenho 38 anos."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaIron Maiden - Senjutsu (2021)

    02/09/2021

  • Image

    EntrevistaPedro Braconnot

    10/12/2020

  • Image

    ResenhaNovos Baianos - Acabou Chorare (1972)

    29/08/2020

  • Image

    ResenhaResgate - Praise (2000)

    21/06/2020

  • Image

    ResenhaW.E.T. - Retransmission (2021)

    27/01/2021

  • Image

    EntrevistaFacing Fear

    24/03/2020

  • Image

    ResenhaRough Cutt - Rough Cutt (1985)

    14/01/2021

  • Image

    ResenhaDuran Duran - Future Past (2021)

    24/10/2021

  • Image

    ResenhaGioeli-Castronovo - Set The World On Fire (2018)

    20/01/2020

  • Image

    ResenhaTriumph - Surveillance (1987)

    15/03/2020

Visitar a página completa de Diogo Franco



Sobre o álbum

Crash Of The Crown

Álbum disponível na discografia de: Styx

Ano: 2021

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Crash Of The Crown



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.