Resenha

Brilliant

Álbum de Ultravox

2012

CD/LP

Por: Roberto Rillo Bíscaro

Colaborador Especialista

04/05/2021



Não recupera o brilho, mas traz um clássico

O ULTRAVOX me passou despercebido durante seu auge oitentista. Lia o nome na Revista Bizz, mas não tocava nas FMs do noroeste paulista e quando ouvia as rádios de Sampa nunca calhou de escutar. Vienna, álbum de 1980, foi lançado aqui em 82 e desconheço se outros trabalhos repercutiram no patropi. Ouvi a discografia somente graças à acessibilidade da internet e entendi porque entre 80-6 cravaram 7 álbuns na lista dos 10 mais na sua nativa Inglaterra.

Influenciados por krautrock, ROXY MUSIC, BOWIE, a banda teve seus anos experimentais coroados por Systems of Romance (1979), que abandonou a fúria punk para desenhar a planta do castelo New Romantic. O sucesso comercial veio quando John Foxx partiu para uma carreira-solo respeitada e em seu lugar entrou o vocalista e guitarrista Midge Ure. O single Vienna decolou e virou clássico. Chapei quando escutei pela primeira vez, décadas após o lançamento. KRAFTWERK com pop, muito drama e pose numa canção que tem longo instrumental, muda de tempo e logrou vender muito.

Ure colocou o ULTRAVOX na seara comercial e, como ocorrido com THE HUMAN LEAGUE e o ORCHESTRAL MANOEUVRES IN THE DARK, a banda definiu a sonoridade synthpop da primeira metade dos 80s. À gelidez dos teclados, somaram vocais inflamados e riffs de guitarra contagiantes. Tinham a mesma propensão do U2 de compor hinos (uma de minhas favoritas chama-se justamente Hymn). Carreiras-solo, egos e o declínio do synthpop importaram pra dissolução em 86.

Nos anos 90, sem Midge Ure lançaram álbum que ninguém ouviu. Silêncio até 2009, quando a formação comercialmente clássica Warren Cann (percussão), Chris Cross (baixo), Billy Currie (teclado/violino) e Ure reuniu-se para uma turnê. Em maio de 2012, saiu Brilliant, álbum de estúdio com inéditas. O trabalho soa como se composto em 1983/4 e traz todas as características do ULTRAVOX sem adicionar novidade.

A dúzia de canções tem as usuais faixas rápidas e energéticas aspirantes a hinos, como Live, Brilliant, Hello e Lie, que a turma de Ure faz de ouvidos fechados, porque têm a mesma estrutura e os cacoetes de piano elétrico, vocais sentidos etc. KRAFTWERK ainda é Bíblia: Rise tem teclados da fase Computer World (1981) e Change, de The Man Machine (1978). A primeira encaixa-se na categoria das aspirantes a hino, enquanto a segunda engrossa o problema de Brilliant: baladas entediantes como Remembering, One e Fall.

Para atingir o tesouro de Briliant há que atravessar toda a chatice dessas baladas. Fosse o caso de o ULTRAVOX ainda ter ouvintes casuais, sairia perdendo por localizar Satellite como penúltima da coleção. Épica, com solaço de violino e Midge Ure dramatizando o refrão; oh oh oh oh, I defy you/let your light shiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiine on me tonight/do, do what you know/know to be right/wondrous satelliiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiite. Para pôr no repeat e ouvir até calejar os tímpanos. Nos 80’s a faixa entraria na parada, teria versão extended e depois seria incluída no Greatest Hits.

Brilliant é metade enfadonho e na outra metade satisfaz, culminando na perfeição de Satellite. Conselho: delete as tentativas de refazer Vienna, preserve a meia dúzia de delícias synthpop e (re)viva os anos 1980.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 11/09/2017

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaDreamcar - Dreamcar (2017)

    30/07/2020

  • Image

    ResenhaDamon & Naomi - Fortune (2015)

    09/05/2021

  • Image

    ResenhaJamila Woods - Heavn (2016)

    12/11/2020

  • Image

    ResenhaLotus - Eat The Light (2016)

    09/02/2021

  • Image

    ResenhaA Troça Harmônica - A Troça Harmônica (2015)

    01/02/2021

  • Image

    ArtigoAscensão e queda do Hair Metal

    11/05/2019

  • Image

    ResenhaSting - The Soul Cages - Expanded Edition (2021)

    25/01/2021

  • Image

    ResenhaDislocation Dance - Midnight Shift (1983)

    29/06/2021

  • Image

    ResenhaBrief Encounter - Introducing - The Brief Encounter (1977)

    11/04/2020

  • Image

    ResenhaIyeoka Ivie Okoawo - Gold (2016)

    02/01/2021

Visitar a página completa de Roberto Rillo Bíscaro



Sobre o álbum

Brilliant

Álbum disponível na discografia de: Ultravox

Ano: 2012

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 2,5 - 1 voto

Avalie

você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Brilliant



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.