Resenha

...And Then There Were Three

Álbum de Genesis

1978

CD/LP

Por: Roberto Rillo Bíscaro

Colaborador Especialista

08/03/2018



Aprendendo a fazer pop de boa qualidade

E então eram 3... A saída do guitarrista Steve Hackett reduziu o Genesis a um trio: Phil Collins, Mike Rutherford e Tony Banks. Diferentemente do que acontecera quando da partida de Peter Gabriel, os caras decidiram não procurar substituto. No estúdio, Mike encarregava-se de baixo e guitarra. Ao vivo, o instrumento ficava a cargo do norte-americano Deryl Stuermer, ex-Jean-Luc Ponty. Deryl permaneceu com o Genesis por anos, além de participar das multiplatinadas turnês da carreira-solo de Collins.

Em março de 1978, a banda lançou And Then There Were Three, provavelmente o disco mais “esquisito” de sua carreira. Os sinais de indecisão quanto à sonoridade estavam latentes nos 2 álbuns de estúdio anteriores. Em And Then There Were Three essas contradições vêm a tona com força, dilacerando o álbum, evidenciando a metamorfose pop do Genesis, mas ainda conservando certa casca progressiva.

As longas composições foram abandonadas em favor de formato mais curto e pop. Isso frustra fãs prog, pelo desperdício de grandes voos perdidos de teclados e/ou guitarra. A canção mais longa é Burning Rope (7 minutos). O animismo agnóstico da letra sobre a perda de esperanças é envolto em pomposa instrumentação, com direito a magnífico solo de Rutherford, representando a passagem do tempo na vida do protagonista. Linda, mas poderia ter uns 10 minutos a mais. Lady Lies padece do mesmo defeito. Um fantástico solo do Mellotron de Tony Banks, novamente curto demais.

A chacoalhada punk repercutiu. A faixa de abertura, Down and Out, sobre velhos sendo substituídos por jovens tem aquela urgência nervosa da geração 77. Os teclados de Banks dão o tom de estresse subterrâneo e surtam num solo que clama por Rivotril. Anos de história do Genesis estão codificadas na forma/tema dessa canção.

A popice de Phil Collins ganha espaço: pela primeira vez, uma de suas composições-solo entrava num álbum. Scenes from a Night’s Dream exulta harmonias vocais doces, clima brejeiro e letra sobre os sonhos/pesadelos de um menino chamado Nemo, personagem de história em quadrinhos.

O lado baladeiro desponta forte em Say It’s Alright Joe e Many Too Many. Mas, o destaque tem que ficar para o primeiro sucesso de massa: Follow You Follow Me. A canção que pavimentou o caminho dourado para as paradas de sucesso certamente ensinou muita coisa à banda, no sentido de popear seu som. A crise de personalidade do Genesis grita nessa baladaça meio envergonhada em sê-lo; linda canção pop, com tapeçaria de Mellotron eclesiástico. Outro exemplo do Genesis no meio do caminho entre prog e pop. E que exemplo! Como resistir ao “nanana” de Phil? And Then There Were Three mostra bem quão mequetrefe fora o esboço pop de Spot the Pigeon 

A sonoridade geral de And Then There Were Three - graças à produção – também mostra a (inde)cisão genesiana em 77 (o álbum foi gravado no ano punk). O clima pop de muitas das canções é de certa forma rechaçado e distanciado por um som “frio”, que parece deixá-las por detrás de uma vitrine ou redoma de cristal.

A “crise de identidade” do Genesis estava com os dias contados. O sorriso dos bolsos norte-americanos – abrindo-se pela primeira vez – e a necessidade inerente de mudança, face os novos tempos, fariam a banda ficar cada vez mais pop.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 11/09/2017

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaPeter Gabriel - New Blood (2011)

    20/08/2021

  • Image

    ResenhaJessica Childress - Days (2018)

    23/11/2020

  • Image

    ResenhaSnoop Dogg - Bush (2015)

    27/04/2021

  • Image

    ResenhaThe Brand New Heavies - TBNH (2019)

    27/06/2020

  • Image

    ResenhaGiulia Drummond - Voo dos Balões Entre As Drumas (2020)

    08/11/2021

  • Image

    ResenhaKing Crimson - In The Court Of The Crimson King (1969)

    22/10/2019

  • Image

    ResenhaDornik - Dornik (2015)

    03/04/2021

  • Image

    ResenhaBrandon Williams - Vulnerable (2020)

    22/11/2020

  • Image

    ResenhaLuiza Brina - Tenho Saudade Mas Já Passou (2019)

    21/06/2020

  • Image

    ResenhaNina Zilli - Sempre Lontano (2010)

    01/03/2021

Visitar a página completa de Roberto Rillo Bíscaro



Sobre o álbum

...And Then There Were Three

Álbum disponível na discografia de: Genesis

Ano: 1978

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 3,83 - 12 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre ...And Then There Were Three:

  • 23
    jan, 2019

    Quase nada de progressivo, mas muitas vezes de uma simplicidade bem emoldurada

    User Photo Tiago Meneses

Visitar a página completa de ...And Then There Were Three



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.