Resenha

Vivid

Álbum de Vivian Green

2015

CD/LP

Por: Roberto Rillo Bíscaro

Colaborador Especialista

16/03/2021



41 minutos que passam rápido demais

41 minutos que passam rápido demais descrevem a experiência de ouvir Vivid, terceiro álbum da norte-americana Vivian Green, lançado pelo pequeno selo Make Noise. Num planeta ideal, as 13 faixas teriam escalado boas posições nas paradas, mas o mundo sendo como é, a colocação mais alta que sei é um décimo na parada R’n’B da Billboard. Malgrado a falta de reconhecimento mais amplo, lamentada por resenhistas, Green canta que pode não ser a garota mais famosa do mundo, mas é feliz e grata pelas bênçãos recebidas, na inspiradora e autobiográfica Count Your Blessings.

Na verdade, 3 das faixas são interlúdios – não sei porque raios tantas divas negras põem essas perdas de tempo nos álbuns. O de abertura, Jordan’s Intro, pelo menos apresenta valor sentimental, porque tem participação de seu filho Jordan Green, que tem necessidades específicas e pelo qual interrompeu a carreira por 3 anos.

O negócio pega fogo mesmo a partir da faixa terceira. Vivid tem baladas certeiras, como I’m Not Broken, o arrasante dueto All I Want Is You, Disrespectful, com seus violões hispânicos e Just Like Fools, com sua inflexão de spiritual. 

Para dançar, há o disco de Work; o eletrofunk de Get It Right Back; a volta aos girl groups dos anos 60, da super-Supremes 123 e o inquieto baixo do disco funk Leave It All Behind. A saideira Outro só reforça minha impaciência com interlúdios: como desperdiçar um groove eletrofunk à Shalamar daqueles, com falação e apenas alguns segundos?

Mas, os interlúdios não estragam Vivid, não se preocupem; ouçam com fé.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 11/09/2017

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaGregory Porter - Take Me To The Alley (2016)

    28/09/2020

  • Image

    ResenhaTina

    23/04/2021

  • Image

    ResenhaVitral - Entre As Estrelas (2017)

    19/10/2020

  • Image

    ResenhaGraveola e o Lixo Polifônico - Camaleão Borboleta (2016)

    01/09/2020

  • Image

    ResenhaIvan Vilela - Hortelã (2020)

    18/04/2021

  • Image

    ResenhaTori Amos - Night Of Hunters (2011)

    03/11/2018

  • Image

    ResenhaPedro Cassel - Abrir (2020)

    28/01/2021

  • Image

    ResenhaJaki Graham - When A Woman Loves (2018)

    01/09/2020

  • Image

    ResenhaMayer Hawthorne - Rare Changes (2020)

    13/03/2021

  • Image

    ResenhaJethro Tull - Thick As A Brick (1972)

    19/08/2021

Visitar a página completa de Roberto Rillo Bíscaro



Sobre o álbum

Vivid

Álbum disponível na discografia de: Vivian Green

Ano: 2015

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 3,5 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Vivid



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.