Resenha

The Sound Of Perseverance

Álbum de Death

1998

CD/LP

Por: Fábio Arthur

Colaborador Especialista

03/03/2021



A plenitude do metal

O disco parte de um momento em que as faixas integradas a ele seriam de um projeto solo do saudoso e habilidoso Chuck Schuldiner. A banda em questão seria o Control Denied, mas Chuck devia um álbum para sua gravadora, e assim ele decidiu por agrupar o material novo em um disco do Death. 

Seria o trabalho em que a musicalidade viria em primeiro passo, nada de Death Metal cru, vocais guturais e nem mesmo letras vazias. Desde o quinto disco, Chuck dava a entender que a banda sairia de um limbo e não teria limites, e assim a banda chegaria em um patamar acima de normal.

Gravado no Morrisound Studios, famoso por sinal e com a assinatura de Jim Morria, além de Chuck é claro, o álbum chega muito sonoro, ele limita a outros grupos de mesmo estilo e coloca o Death como a grande banda da vez. Richard Christy na bateria, e que qualidade, aliás nessa área o Death já tinha se aventurado com Gene Hoglan, hoje no Testament. Shannon Hamm traz alicerce de outra guitarra e Scott Clandenin no baixo segura as linhas, mas sempre com delineamento de uma produção que insere o mesmo dentro da coesão com a bateria de Christy.

O disco trafega entre Metal, técnicas e altas sonoridades com uma fonte de variações musicais, alternando tempos e mudando riffs em todo momento. Melodia com progressivo andam aqui como uma voraz evolução, o tratamento dado aos sons elege uma fonte de musicalidade muito expressiva. Desde a arte, a gente tem a impressão de uma obra fora dos padrões limitados do Death dos primórdios. 

As linhas de solos, na junção sobre os riffs, acabam semeando uma força essencial sobre o contexto todo, a fonte de idealização casa em perfeição com todo aparato. As notas entregues nas bases musicais, formam aqui um intercalar entre as evoluções dos compassos e conseguem determinar um padrão exato sobre a força de cada parte de cada som.

Scavenger of Human Sorrow acaba sendo o início do álbum, contém uma gama de mudanças em sua musicalidade em tempos mais cadenciado e outros vorazes. Bite the Pain, em seu textual forte, mostra que a banda seguia sem frear sua condição de mutante em cima de um Metal pródigo e fértil. Spirit Crusher, outra forte canção e que consegue ampliar o leque de qualidades como bateria e guitarras. Uma das melhores. Flesh and the Power It Holds, perfeita e Voice of the Soul, instrumental, um passo adiante frente na carreira. Muito acima de média. Ainda existem outras faixas de cunho forte e necessário ouvir por igual, tais como Story to Tell. Para encerrar temos a versão do Judas para Painkiller, em que aqui, apenas os solos ficam a dever por igual, mas são bons. 

Legado clássico!


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Fábio Arthur

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 04/02/2018

"Obtive meu primeiro contato com o Rock, com o grupo KISS no final de 1983, após essa fase, comecei a me interessar por outros grupos, como Iron Maiden, do qual ganhei meu primeiro vinil o "Killers" e enfim, adquiri o gosto por outras bandas, como Pink Floyd, John Coltrane, AC/DC entre outras."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaJeff Beck - Jeff Beck's Guitar Shop (1989)

    18/04/2021

  • Image

    ResenhaJudas Priest - Rising In The East (2005)

    29/01/2021

  • Image

    ArtigoVídeo: 1976 - Os melhores álbuns

    27/10/2020

  • Image

    ResenhaJoni Mitchell - Ladies Of The Canyon (1970)

    06/12/2020

  • Image

    ResenhaNapalm Death - Throes of Joy in the Jaws of Defeatism (2020)

    06/11/2020

  • Image

    ResenhaTwo - Voyeurs (1997)

    20/01/2019

  • Image

    ResenhaAC/DC - Who Made Who (1986)

    22/05/2020

  • Image

    ResenhaIron Maiden - Senjutsu (2021)

    04/09/2021

  • Image

    ResenhaGenesis - Wind & Wuthering (1976)

    08/01/2021

  • Image

    ResenhaGlenn Hughes - Play Me Out (1977)

    02/02/2020

Visitar a página completa de Fábio Arthur



Sobre o álbum

The Sound Of Perseverance

Álbum disponível na discografia de: Death

Ano: 1998

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,17 - 6 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de The Sound Of Perseverance



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.