Resenha

Seventh Star

Álbum de Black Sabbath

1986

CD/LP

Por: Fábio Arthur

Colaborador Especialista

06/02/2021



Sobrevivência abalada

Eu ainda me recordo de estar em uma loja de departamentos e, enquanto meus pais iam fazer as compras do mês, eu iria garimpar o vinil e logicamente a parte de Rock/Metal.

Subi as escadas e me deparei com aquela maravilhosa prateleira dividida em seis partes lotadas de álbuns ótimos e por ordem alfabética. Após fuçar um pouco, cheguei na parte B e me deparei com Black Sabbath - sim, com Tony estampado e de cara me perguntei o que estava havendo ali -, enfim, comprei o álbum e, chegando em casa, tive a sensação muito vazia de que uma de minhas bandas favoritas estavam perdendo força. "Seventh Star", era no mínimo algo em que Iommi resolvera desempenhar por falta de outra opção.

Dito e feito, o trabalho caminha em uma fonte desesperada de ser a banda de outrora com algo mais moderno, e assim, tudo foi em vão. Jeff Glixman produziu de forma não acertada e o grupo se saiu muito mal, deixando de fato o teor clássico de fora.

Este décimo disco e era para ser apenas o solo de Tony e assim a gravadora viu que não daria certo e não renderia de forma coesa e ajustável. Assim, o pai de Sharon, Don Arden, acabou por vetar e trouxe o título de Black Sabbath: Apresenta Tony Iommi e assim a coisa saiu de vez do "normal". 

Além dos detalhes já mencionados, ainda por cima era a primeira vez que Butler não tocaria em um disco do Sabbath, ele havia deixado o grupo após a Born Again Tour de 83. A banda agora tinha Dan Spitz, Eric Singer (Kiss e Alice Cooper) e Glen Hughes, que aqui foi oportuno, mas seu talento foi ofuscado pelo timbre do Sabbath, além de que na turnê Hughes não conseguia cantar o show todo de forma acertada. Algumas apresentações iam bem e outras não, além dos fatores de sempre: brigas e drogas e etc.

A banda soa como um apanhado de músicos convidados e Iommi desfila seu som misturado e sem muito alicerce. Geoff Nicholls, o homem das teclas, veio como quinto elemento e assim a banda mostrou algo bom em um lado, e outro bem fraco.

Começa a bolacha com In For the Kill e a bateria sobressai de Singer, apesar de que a canção não chega a ser aquela obra de arte do Sabbath, mas é um bom hard rock. No Stranger to Love, com direito a clipe, chega a ser bela pela voz de Hughes, e Seventh Star é ótima, maravilhosa.

Enfim, um álbum confuso e de uma fase sem direção. A obra poderia ser mais eficaz não fosse a falta dos elementos vivos, integrantes necessários e a força de Iommi em compor melhor.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Fábio Arthur

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 04/02/2018

"Obtive meu primeiro contato com o Rock, com o grupo KISS no final de 1983, após essa fase, comecei a me interessar por outros grupos, como Iron Maiden, do qual ganhei meu primeiro vinil o "Killers" e enfim, adquiri o gosto por outras bandas, como Pink Floyd, John Coltrane, AC/DC entre outras."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ArtigoPink Floyd: 5 Grandes Álbuns.

    07/08/2021

  • Image

    ResenhaCountry Joe And The Fish - Together (1968)

    10/12/2020

  • Image

    ArtigoAniversário de peso

    12/08/2020

  • Image

    ResenhaVenom - Possessed (1985)

    11/07/2020

  • Image

    ResenhaDeep Purple - Purpendicular (1996)

    04/02/2021

  • Image

    ArtigoVídeo: Biografia do AC/DC

    21/09/2020

  • Image

    ResenhaIron Maiden - Iron Maiden (1980)

    19/09/2018

  • Image

    ResenhaNeil Young - Homegrown (2020)

    11/01/2021

  • Image

    ResenhaMetallica – A Biografia

    02/08/2020

  • Image

    ResenhaQuiet Riot - Metal Health (1983)

    24/09/2018

Visitar a página completa de Fábio Arthur



Sobre o álbum

Seventh Star

Álbum disponível na discografia de: Black Sabbath

Ano: 1986

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 3,67 - 15 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Seventh Star:

  • 16
    out, 2017

    A tentativa solo de Iommi

    User Photo Vitor Sobreira

Visitar a página completa de Seventh Star



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.