Resenha

Pitanga em Pé de Amora

Álbum de Pitanga em Pé de Amora

2011

CD/LP

Por: Roberto Rillo Bíscaro

Colaborador Top Notch

27/01/2021



Doce fruto da MPB contemporânea

O Pitanga Em Pé de Amora (PEPDA) nasceu em 2008, em São Paulo, da união de cinco músicos, compositores e arranjadores. Marcado pela criação coletiva e colaborativa, o Pitanga é formado por Angelo Ursini, Daniel Altman, Flora Poppovic e Ga Setúbal, que se revezam nos vocais e instrumentos. O nome vem de uma frase recorrente que os artistas usavam na adolescência: dizer que estavam mais perdidos que pitanga em pé de amora.

O PEPDA não tenta contemporanizar a MPB adicionando elementos de eletrônica ou qualquer novo subgênero hegemônico. Não que haja algo de errado com isso. Mas, a pegada do Pitanga – que escolheu ser terra até no nome – é a pesquisa do cancioneiro nacional desde os anos 20,30 até a geração Jobim, Chico Buarque. Então, soa aquela sensação de MPB “tradicional” que vem de Ernesto Nazaré até à época em que Claudio Nucci, Jane Duboc e Fátima Guedes tocavam nas rádios. O resultado é um disco mais lindo que o outro. Literalmente.

O primeiro CD, "Pitanga Em Pé de Amora" (2012) é intimista, suave e a maior parte das faixas executada pelo próprio grupo. Começa com o samba-modinha à paulista assobiado/assobiável Quem Ouvirá; Andina (Siempre Adelante) é Tarancón de leve com valsinha; Frevo a Tempo é... frevinho, claro, mas, urbanizado, como todo o resto. Por que tantos diminutivos? Porque é tudo fofinho de ouvir. Ninguém Viu tem certa intensidade flamenca nas cordas, mas sem exagero dramático, afinal estamos no país da contenção bossa-novista e no contexto da classe média paulistana, para onde o PEPDA traz certo ar de interior do estado com a trotante Meu Caminho. Shot é xote escrito em inglês, que arrasta pé no meio, mas volta à cadência bem-comportada do início. Choro Bate Boca remete a um clima de Sampa idealizada anos 30, vira marchinha e volta a ser chorinho. Gostoso do PEPDA é que sua atualização da nossa música popular se dá na mistura acústica de variados sub-estilos e não na tecnologização do instrumental. Mas, como xenofobia é uó, o disco encerra com o jazz esfumaçado de Laura, totalmente anos 40, como a heroína noir homônima do filme de Otto Preminger (1944).


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Nível: Colaborador Top Notch

Membro desde: 11/09/2017

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaPunk: The Early Years

    22/06/2021

  • Image

    ResenhaJudith Hill - Baby, I'm Hollywood! (2021)

    12/03/2021

  • Image

    ResenhaThe Kate Bush Story: Running Up That Hill

    30/10/2020

  • Image

    ResenhaLivia Mattos - Vinha da Ida (2017)

    14/07/2020

  • Image

    ResenhaLuísa Lacerda, Paulo Francisco Paes e Ilessi - Estar Ao Redor (2021)

    12/01/2022

  • Image

    ResenhaGeorgia Barnes - Georgia (2015)

    06/04/2021

  • Image

    ResenhaMussum, Um filme do Cacildis

    08/03/2021

  • Image

    ResenhaDuran Duran - Anniversary (2021)

    09/09/2021

  • Image

    ResenhaDionne Bromfield - Good For The Soul (2011)

    23/08/2021

  • Image

    ResenhaClaudio Nucci - Direto no Coração – 40 Anos de Acontecências (2021)

    01/04/2021

Visitar a página completa de Roberto Rillo Bíscaro



Sobre o álbum

Pitanga em Pé de Amora

Álbum disponível na discografia de: Pitanga em Pé de Amora

Ano: 2011

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,5 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Pitanga em Pé de Amora



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.