Resenha

Jan Akkerman

Álbum de Jan Akkerman

1977

CD/LP

Por: Tiago Meneses

Colaborador Especialista

22/01/2021



Musicalidade brilhante, além de uma sensação romântica calorosa e relaxante

Já tem um tempo que eu estava pensando em escrever sobre alguns dos discos solos do gênio Jan Akkerman, mostrar a sua música além das construídas com o Focus. É impressionante ver a qualidade deste guitarrista e o quão é subestimado. O álbum apresenta uma musicalidade extraordinária, tendo como destaque, além de suas guitarras, as orquestrações que adicionam uma atmosfera exuberante ao virtuosismo de Jan. O álbum também está excelente em termos de qualidade de gravação. Se não fosse por algumas ideias meio disco music, que nem digo ruins, mas que soam datadas, além de alguns teclados desatualizados e que não envelheceram bem, este álbum certamente poderia ser considerado uma obra-prima. Ainda assim, é aqui que Akkerman mais consegue mostrar de forma plena o seu virtuosismo. Um álbum de grande emoção e incrível versatilidade em suas abordagens estilísticas, além de uma inacreditável facilidade e fluidez de dedilhado e tempo – através de boas paradas, pausas e transições. 

“Crackers” começa o disco mostrando uma sonoridade fusion muito boa. A faixa trata-se de um sulco de alta energia com algumas boas mudanças. Possui um solo melódico de guitarra no seu núcleo que eu acho um verdadeiro deleite. “Angel Watch” é um verdadeiro deleite de quase dez minutos – sendo a faixa mais longa do disco. Muito bem orquestrada, faz com que o trabalho desempenhado por Akkerman fique mais belo ainda – falando apenas da primeira seção da música. Após isso, o baixo passa a ganhar um destaque enquanto que a guitarra cospe algumas notas abafadas. O clima nessa altura está bem influenciado pela música disco – mas mesmo quem não gosta deste tipo de música pode achar ela muito apropriada aqui.  Um solo de piano acústico e um Jan incendiando ainda mais a faixa com uma destreza incrível na guitarra também merece destaque. No geral, chamo esta peça de algo maravilhosamente estranho. 

“Pavane” soa de uma forma em que lembra a música que o Jean-Luc Ponty estava fazendo na mesma época. Um fusion de muita energia e que é uma maravilha de ouvir, ficando em certo ponto até meio caótico. A seção em que Akkerman entrega um solo de guitarra enlouquecido é simplesmente incrível. “Streetwalker” é daquele tipo de música que literalmente consegue me tirar o fôlego. Possui um acompanhamento sutil enquanto que Jan exibe de maneira maravilhosa todo o seu virtuosismo. O guitarrista mergulha em vários tipos de técnicas diferentes, mostrando o quão grande é a sua polivalência. Uma faixa muito emotiva. 

“Skydancer” possui um trabalho rítmico/dedilhado que é muito bom, quase hipnotizante, porém, a música é do tipo que esperamos que algo de grandioso aconteça, mas ela permanece inerte na sua suavidade – isso não é algo ruim, mas pode frustrar um pouco. Eu amo os elementos serenos desta música, possui um trabalho instrumental ótimo e uma inclusão de cordas que a valorizam ainda mais. Resumindo, podemos facilmente passar por cima de um pequeno “defeito” como o que citei. 

“Floatin'” tem um ótimo clima na linha space rock adicionado com mais encontrado no disco – o fusion. As linhas melódicas do baixo na abertura são interessantíssimas fazendo lembrar algo na linha de Stanley Clark. Uma faixa cheia de explorações musicais, destacando-se também a trabalho nos teclados. Aqui Jan Akkerman decidiu mostrar muito mais a força da sua banda de apoio do que a dele – embora a essa altura do disco ele não precisa mostrar mais nada. “Gate to Europe” é a última e também a faixa mais curta do disco com seus pouco mais de três minutos. Começa com um bonito violão e algumas cordas ao fundo, se desenhando em uma atmosfera folk e assim permanece até o seu fim. Um término suave para o disco. 

A conclusão que podemos tirar deste disco é que tem ingredientes para agradar qualquer amante de fusion – ainda que não necessariamente só eles. Possui momentos muito interessantes de jazz e realizações técnicas brilhantes, além de dar ao ouvinte em alguns momentos uma sensação romântica calorosa e relaxante.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Tiago Meneses

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 28/09/2017

"Sou poeta, contista e apaixonado por música desde os primórdios da minha vida, onde o rock progressivo sempre teve uma cadeira especial."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaBeardfish - Mammoth (2011)

    14/10/2020

  • Image

    ResenhaFates Warning - A Pleasant Shade Of Gray (1997)

    29/04/2022

  • Image

    ResenhaGalahad - Seas Of Change (2018)

    25/01/2018

  • Image

    ResenhaMarillion - Fugazi (1984)

    19/07/2020

  • Image

    ResenhaCoven - Witchcraft Destroys Minds & Reaps Souls (1969)

    08/05/2020

  • Image

    ResenhaRick Wakeman - Country Airs (1986)

    17/01/2021

  • Image

    ResenhaPain Of Salvation - The Perfect Element: Part I (2000)

    31/07/2020

  • Image

    ResenhaIQ - The Road Of Bones (2014)

    03/10/2017

  • Image

    ResenhaVan Der Graaf Generator - World Record (1976)

    26/10/2019

  • Image

    ResenhaElectric Light Orchestra - Face The Music (1975)

    09/05/2020

Visitar a página completa de Tiago Meneses



Sobre o álbum

Jan Akkerman

Álbum disponível na discografia de: Jan Akkerman

Ano: 1977

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,5 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Jan Akkerman



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.