Resenha

In Search Of The Lost Chord

Álbum de The Moody Blues

1968

CD/LP

Por: José Esteves

Colaborador Especial

22/01/2021



Mais do mesmo, mas sem a orquestração

Com o sucesso estrondoso do “Days of Future Passed”, a expectativa era de que o Moody Blues ia se estabelecer como uma banda de respeito com o terceiro álbum. Com todos os instrumentos do álbum sendo tocados pelos membros da banda (incluindo uma game de instrumentos clássicos e pouco ortodoxos para o rock), o álbum não conquistou toda a aclamação do antecessor, mas ainda assim garantiu um disco de ouro.

Parece que a ideia era mais uma continuação do segundo álbum do que algo completamente inédito, fazendo uma mistura de “mais do mesmo” com elementos tangencialmente novos. Não é mais um álbum conceitual com um tema íntimo e relacionável sobre o dia na vida de uma engrenagem do sistema, mas é um álbum conceitual com um tema expansivo e transcendental sobre viagens espirituais e buscas de respostas além do espaço infinito. Não tem mais a orquestra fazendo uma mistura de ortodoxo com elementos do psicodelismo que estava estourando na década de 60, agora os membros tocam os instrumentos clássicos, com influências de um espectro ao outro. Os membros da banda não são proficientes nos instrumentos clássicos o suficiente para se sobressair, os temas são caóticos e aleatórios demais para esse álbum ser nomeado de conceitual e, definitivamente, o vocal de Mike Pinder não é um vocal excelente. Em especial, o baixo salva fortemente o álbum, sendo bem interessante, com a guitarra fazendo solos bem legais.

O disco faz experimentações bem psicodélicas junto com músicas mais farofa festiva. Por um lado, o sanduíche musical “House of Four Doors – Part 1”, “Legend of a Mind” e “House of Four Doors – Part 2” criam uma suite hippie progressiva que lembra muito o Sgt. Pepper’s, ainda se adicionando elementos de flauta. Por outro, músicas feitas praticamente para uma festa na praia (“Ride my See-Saw”) acabam diluindo a experiência, ainda mais se somado a conceitos light de viagens astrais (“The Best Way to Travel”). Somado a essas, ainda existe homenagens a música oriental indiana (“Om”) e bobeiras infantis (“Dr. Livingstone, I Presume”).

A melhor faixa do álbum é a “The Actor”, a música que evidencia o problema do álbum a bater a cabeça no teto das possibilidades: a banda estava mais madura, a experiência orquestral passada fez diferença, eles conseguem aproveitar bem uma flauta, um baixo, um violão… mas faltam temas recorrentes, temas esses que não foram inseridos no álbum por causa da falta de capacidade dos membros. Essa, em especial, é uma balada experimental psicodélica que funciona melhor do que o resto, mas também não brilha muito.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre José Esteves

Nível: Colaborador Especial

Membro desde: 26/08/2020

"Eu gosto muito de rock clássico e tenho um blog de resenhas minhas em disconomicon.wordpress.com. Minhas bandas preferidas são Deep Purple, Queen, Beatles e Pink Floyd e tento também ouvir o que está mudando o cenário nos dias de hoje."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaTransatlantic - The Absolute Universe: Forevermore (2021)

    11/02/2021

  • Image

    ResenhaAmy Winehouse - Back To Black (2006)

    15/01/2021

  • Image

    ResenhaDeep Purple - Deep Purple (1969)

    28/09/2020

  • Image

    ResenhaThe Beatles - Abbey Road (1969)

    28/08/2020

  • Image

    ArtigoRanking 2020

    25/12/2020

  • Image

    ResenhaThe Strokes - The New Abnormal (2020)

    11/12/2020

  • Image

    ResenhaDavid Bowie - Aladdin Sane (1973)

    21/01/2021

  • Image

    ResenhaPink Floyd - The Piper At The Gates Of Dawn (1967)

    11/09/2020

  • Image

    ResenhaSupertramp - Supertramp (1970)

    06/11/2020

  • Image

    ResenhaQueen - Queen (1973)

    04/11/2020

Visitar a página completa de José Esteves



Sobre o álbum

In Search Of The Lost Chord

Álbum disponível na discografia de: The Moody Blues

Ano: 1968

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,38 - 4 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre In Search Of The Lost Chord:

  • 11
    nov, 2019

    Filosofando e exalando música boa

    User Photo André Luiz Paiz

Visitar a página completa de In Search Of The Lost Chord



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.