Resenha

Radio Gnome Invisible Part 3: You

Álbum de Gong

1974

CD/LP

Por: Tiago Meneses

Colaborador Especialista

15/01/2021



O excelente final da trilogia

E então que chegamos ao final desta incrível trilogia. You se comparado aos dois discos anteriores pode ser considerado um pouco mais difícil de entender, mas no final é aquele que apresenta um resultado mais compensador dos três. A música é mais espacial, mais intrincada e com suas partes instrumentais mais extensas se comparadas com as apresentadas nas duas primeiras partes da trilogia. O disco mostra-se com maior ênfase no progresso e desenvolvimento de suas melodias, construindo a atmosfera para se tornar no fim das contas um tanto hipnotizante. 

“Thoughts for Naught” mostra um começo de disco bastante lento, mas que cria um clima muito bom. Apesar de ser aplacada principalmente por uma voz masculina, é a voz de Gilli que cria algumas imagens que talvez seja a parte mais original da música. Uma faixa que apenas define o que está por vir. “A P.H.P.'s Advice” é uma faixa muito divertida, gosto muito tanto da percussão quanto dos vocais – mesmo soando às vezes meio incompreensíveis – que são muito bem feitos. A transição entre esta e a próxima faixa também é muito boa. 

“Magick Mother Invocation” é uma faixa que não acontece nada, em casos como este que eu costumo dizer que não importa o quanto que você seja psicodélico ou espacial, apenas não esqueça de também ser musical, senão tudo não passa de sons pra dormir. “Master Builder” é uma faixa que eu amo, no mesmo tempo que é meio difícil de explicar, só sei que sou extremamente apaixonado pela maneira como tudo se desenvolve. A bateria é possível que seja uma das três – no mínimo – melhores de todo o catálogo da banda e combina perfeitamente com tudo que está acontecendo. No mesmo tempo que ela permanece em segundo plano, Moerlen faz exatamente o que deve ser feito quando falamos de bateria de um gênero aventureiro assim, a mantém em segundo plano e ainda assim se destacando através da criação de ritmos incríveis. Apesar de destacar a bateria, todos os instrumentos são desempenhados de uma maneira incrível e fora de série. Um espetáculo de música. 

“A Sprinkling of Clouds” começa devagar e vai aumentando exatamente como aconteceu com a faixa anterior, porém, a maneira como ela flui consegue ser mais agradável – ou seria de mais fácil assimilação? Talvez eu pudesse chamar esta de minha música favorita do álbum, mas não consigo me decidir. A abertura lenta ajuda o ouvinte a recuperar o fôlego tirado pelo clímax de “Master Builder”. A melhor parte aqui são as linhas de baixo pulsante, mas o clima espacial/psicodélico feito pela guitarra e alguns teclados malucos também merecem uma boa menção. 

“Perfect Mystery” segue o mesmo estilo encontrado em “A P.H.P.'s Advice” e está perfeitamente encaixada dentro do álbum, sendo que ainda pode servir como uma boa mudança em relação às três faixas anteriores. “The Isle of Everywhere” é bastante curiosa, pois ao pensar no som que a banda pode proporcionar e tendo em vista que ela passa dos dez minutos, podemos imaginar uma música muita louca, porém, talvez seja a faixa mais fácil para um não iniciado no som do Gong apreciar. Possui uma linha de fundo repetitiva – com o baixo sendo o que há de mais audível nela - enquanto que diferentes instrumentos vão assumindo a liderança. Eu gosto bastante do estilo em que ela foi criada. 

“You Never Blow Your Trip Forever”, faixa mais longa e que também encerra o disco, começa com um baixo vibrante e alguns efeitos sonoros psicodélicos que evoluem a música para uma linha mais funkeada e alguns vocais malucos que acho incríveis. A faixa é cheia de mudanças e às vezes é possível notar algumas vibrações punks, algo semelhante aos discursos de Robert Calvert nos álbuns da Hawkwind. Aquele tipo de música que é ácido puro. 

Com exceção de “Magick Mother Invocation”, no geral é um disco fantástico e que deveria ser uma propriedade de qualquer pessoa que queira levar a sério principalmente o rock espacial e psicodélico. Devo admitir que certamente não é um disco para todos os gostos, talvez possa parecer muito estranho, fora do ritmo ou até mesmo perturbador no caso de ouvintes que estejam com as suas sensibilidades cansadas, mas uma coisa é certa, se você se permitir e se deixar levar pelo som de You, ele poderá ter uma capacidade de cativá-lo e entrar na sua alma como poucos outros álbuns o fizeram.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Tiago Meneses

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 28/09/2017

"Sou poeta, contista e apaixonado por música desde os primórdios da minha vida, onde o rock progressivo sempre teve uma cadeira especial."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaEloy - Silent Cries And Mighty Echoes (1979)

    19/07/2020

  • Image

    ResenhaKing Crimson - Red (1974)

    28/04/2018

  • Image

    ResenhaPhideaux - Snowtorch (2011)

    22/10/2020

  • Image

    ResenhaKarfagen - Spektra (2016)

    03/12/2020

  • Image

    ResenhaMahavishnu Orchestra - Apocalypse (1974)

    27/05/2021

  • Image

    ResenhaJumbo - Vietato Ai Minori Di 18 Anni? (1973)

    19/03/2018

  • Image

    ResenhaThe Soft Machine - Bundles (1975)

    19/04/2018

  • Image

    ResenhaAtoll - L'Araignée-Mal (1975)

    22/07/2020

  • Image

    ResenhaPearl Jam - Oct. 22, 2003 - Benaroya Hall (2004)

    05/05/2020

  • Image

    ResenhaGal Costa - Índia (1973)

    24/05/2018

Visitar a página completa de Tiago Meneses



Sobre o álbum

Radio Gnome Invisible Part 3: You

Álbum disponível na discografia de: Gong

Ano: 1974

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,75 - 2 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Radio Gnome Invisible Part 3: You



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.