Resenha

Stormbringer

Álbum de Deep Purple

1974

CD/LP

Por: José Esteves

Colaborador Especial

14/01/2021



Deep Purple com bastante Funk

Com o sucesso de “Burn” como uma prova da qualidade da terceira formação do Deep Purple, a banda decide expandir os conceitos de funk e soul que foram abordados levemente no disco anterior. O disco alcançou certificação ouro e o lugar 62 da lista da Classic Rock de melhores álbuns de hard rock britânicos, mas o Ritchie Blackmore não gostou da experiência funk que o disco ficou, saindo do grupo após o lançamento do álbum.

Ritchie Blackmore estava correto em sua afirmação: o disco ficou funk pra caramba, com exemplos de soul e soft rock que permeavam a década de 70, mas as músicas com essas influências não são ruins, ainda mais com o Glenn Hughes criando linhas de baixo incríveis para o seu vocal junto com o Dave Coverdale. As músicas que retém os elementos mais pesados que o Deep Purple eram famosos por ter também não são ruins, com a banda funcionando muito bem junto (como sempre, Jon Lord, Ian Paice e Ritchie Blackmore são o trio que mantém a qualidade do álbum em alta). O único problema que pode ser apontado é que colocar músicas pesadas e sombrias com músicas alegres e funky no mesmo disco cria uma falta de coesão que faz com que esse álbum, primeiro na carreira do Purple, não tenha um clima certo.

Não existem músicas ruins no disco, mas a variação pode incomodar um pouco os fãs mais fervorosos, porque a maior parte delas não tem uma sensação muito Deep Purple: as funkys “Hold On” e “You Can’t Do It Right” parecem ser algo que o Stevie Wonder escreveria e a segunda “Holy Man” é um soft rock que lembra mais Boston do que Deep Purple. As mais Deep Purple mesmo, como a abertura “Stormbringer” e a penúltima “The Gypsy” são pesadas e sombrias, provavelmente tendo mais contribuição do Blackmore do que as outras faixas, são muito boas e fecham bem o álbum (inclusive a última, a tipo folk “Soldier of Fortune”, é um ótimo encerrador).

A melhor música do disco é a segunda, “Love Don’t Mean a Thing”, um blues rock melancólico com o Ian Paice funcionando muito bem como um balanceador da música. O baixo do Glenn Hughes causa uma impressão de qualidade, além de um solo de guitarra de qualidade do Ritchie Blackmore, com o vocal do David Coverdale dando a sensação exata que a música precisava.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre José Esteves

Nível: Colaborador Especial

Membro desde: 26/08/2020

"Eu gosto muito de rock clássico e tenho um blog de resenhas minhas em disconomicon.wordpress.com. Minhas bandas preferidas são Deep Purple, Queen, Beatles e Pink Floyd e tento também ouvir o que está mudando o cenário nos dias de hoje."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaTransatlantic - The Absolute Universe: Forevermore (2021)

    11/02/2021

  • Image

    ResenhaPink Floyd - The Endless River (2014)

    13/10/2020

  • Image

    ResenhaThe Moody Blues - Days Of Future Passed (1967)

    29/08/2020

  • Image

    ResenhaPink Floyd - More (1969)

    20/10/2020

  • Image

    ResenhaKing Crimson - Red (1974)

    03/11/2020

  • Image

    ResenhaStone Temple Pilots - Purple (1994)

    24/09/2020

  • Image

    ResenhaDire Straits - Brothers In Arms (1985)

    18/01/2021

  • Image

    ResenhaAmbush - Infidel (2020)

    19/01/2021

  • Image

    ResenhaCreedence Clearwater Revival - Mardi Gras (1972)

    28/10/2020

  • Image

    ResenhaDire Straits - Dire Straits (1978)

    30/10/2020

Visitar a página completa de José Esteves



Sobre o álbum

Stormbringer

Álbum disponível na discografia de: Deep Purple

Ano: 1974

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,35 - 13 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Stormbringer:

  • 19
    nov, 2019

    A nova dimensão da MK III

    User Photo Fábio Arthur

Visitar a página completa de Stormbringer



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.