Resenha

Conquest

Álbum de Uriah Heep

1980

CD/LP

Por: André Luiz Paiz

Webmaster

08/01/2021



Desgastes e incertezas ao redor de "Conquest"

Após o bom álbum "Fallen Angel", o Uriah Heep encerrou mais uma fase e a década de setenta com três discos com baixas vendas, principalmente por conta da digestão lenta da saída de David Byron. Mas ainda sim, lançaram material de qualidade. E foi aqui, em "Conquest", que as coisas se complicaram de vez.

Apesar de receber críticas favoráveis em seu lançamento, "Conquest" abriu a década de 80 para o Uriah Heep com um trabalho confuso, sem pegada e com uma banda prestes a sofrer uma das suas maiores perdas: Ken Hensley, seu principal gênio criador estava de saco cheio e prestes a sair. Além disso, o competente vocalista John Lawton foi substituído por John Sloman e o saudoso baterista Lee Kerslake também pegou o boné. E no meio de tudo isso, a tentativa de entregar um trabalho que soasse consistente com o que já haviam lançado falhou, já que este disco é considerado por muitos como o pior disco do Urial Heep.

Para falar das canções desse disco, novamente preciso trazer o nome de Ken Hensley à mesa. São deles os melhores momentos encontrados aqui, começando com "Imagination", que tem uma pegada bem interessante e bons efeitos sonoros. "Feelings" também agrada com sua pegada AOR. "Carry On" segue no mesmo caminho e "Out on the Street" tem potencial e começa com uma certa inspiração do passado, crescendo aos poucos.
A faixa de abertura "No Return" é um AOR meio esquisito, que tenta mesclar vocais no estilo Byron com o som que a banda fazia naquele momento. A balada "Fools" de Trevor Bolder até que é bonitinha, embora seja quase uma cópia de algo já explorado pela banda. Por fim, "Won't Have to Wait Too Long" e "It Ain't Easy" são as mais fracas e totalmente desconexas. A faixa bônus "Been Hurt", um belo rock de Ken Hensley e até anteriormente gravada com Lawton para um possível quarto disco, poderia facilmente ter substituído uma delas.

E assim o Uriah Heep quase chegou ao fim. Um disco meio estranho, a saída de Ken Hensley e novamente a necessidade de reformular, quase fizeram com que Mick Box desistisse. Para nossa sorte, a banda ainda tinha forças e voltou dois anos depois, iniciando uma nova e interessante fase. Era necessário mudar, e assim fizeram.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.


2 comentários:

user

Robson Othero 06/01/2022

06/01/2022

Aprendi com o passar dos anos que Conquest deve ser ouvido sem apego a era Byron. O mesmo ocorre com todos os álbuns que o sucederam, especialmente aqueles em que Peter Goalby foi vocalista. Só assim pra encontrar a beleza musical desses álbuns, pra mim maravilhosos

user

André Luiz Paiz 07/01/2022

Webmaster

07/01/2022

É verdade amigão. Eu consigo curtir todas as fases do Uriah. Obviamente, alguns discos são melhores que outros, mas a banda tem a sua originalidade e isso é inconfundível.

Faça login para comentar



Sobre André Luiz Paiz

Nível: Webmaster

Membro desde: 20/03/2017

"Sou um profissional de Tecnologia da Informação apaixonado por música. Criei o site do 80 Minutos para que as pessoas possam compartilhar suas opiniões sobre os seus álbuns favoritos e propagá-las Brasil afora"

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaDinnamarque - One Spirit Of A Thousand Faces (2020)

    30/06/2020

  • Image

    ResenhaBryan Adams - You Want It, You Got It (1981)

    30/05/2018

  • Image

    ResenhaPaul McCartney - Flaming Pie (1997)

    24/10/2018

  • Image

    ResenhaRoger Waters - Is This The Life We Really Want? (2017)

    19/09/2017

  • Image

    ResenhaForce Of Evil - Force Of Evil (2003)

    26/11/2019

  • Image

    ResenhaKiss - Music from "The Elder" (1981)

    19/06/2018

  • Image

    DivulgaçãoMergulhe em suas utopias com o novo clipe da Cervelet!

    26/10/2020

  • Image

    ResenhaMarillion - Script for a Jester's Tear (1983)

    23/02/2018

  • Image

    ResenhaAccomplice - She's On Fire (2006)

    13/07/2020

  • Image

    ResenhaJohn Lennon - Shaved Fish (1975)

    23/07/2020

Visitar a página completa de André Luiz Paiz



Sobre o álbum

Conquest

Álbum disponível na discografia de: Uriah Heep

Ano: 1980

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 2,5 - 3 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Conquest



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.