Resenha

McCartney III

Álbum de Paul McCartney

2020

CD/LP

Por: José Esteves

Colaborador Especial

18/12/2020



Ainda meio incerto, mas com certeza o melhor da trilogia

Por causa da pandemia, muitos artistas estão lançando álbuns intimistas e auto-produzidos, e Paul McCartney é um deles. Ele já estava acostumado a lançar álbuns com ele tocando todos os instrumentos, coisa que ele faz com certa frequência já há algum tempo, e a pelo menos co-produzir seus álbuns, então dois anos depois de um disco de algum sucesso, ele lança McCartney III, que é recebido com elogios unânimes, fechando a trilogia “McCartney” que começou em 1970.

Definitivamente, é melhor do que os outros dois. A ideia de experimentação ainda existe, mas é bem reduzido, tendendo mais a alguns elementos de produção do que elementos de composição. A voz do Paul McCartney está deteriorada, mas isso não é nenhuma novidade: o cara tem quase oitenta anos, mas funciona aqui e ali, com certo esforço óbvio. Os instrumentos não são nada demais, com algumas boas passagens de guitarra, bons momentos de baixo e muita bateria eletrônica. O piano é um elemento que chama a atenção, em especial o cravo que em um momento ataca junto com um violão acústico, mas no geral, tem poucos momentos que são explosivos ou positivamente surpreendentes.

O começo do disco é a parte fraca: as três primeiras faixas são mais ruinzinhas e perdidas no grande esquema das coisas. Depois de “Lavatory Lil”, um rockzinho simpático com uma boa guitarra, o disco engrena em qualidade com uma balada melancólica com tendências de soul moderno (“Deep Deep Feeling”, que honestamente, se repete mais do que deveria), voltando ao rock com “Slidin'”, um folk tradicional de violão com “The Kiss of Venus”. Se o final fosse bom, o disco encaminharia para uma conclusão divertida e interessante, mas por alguma razão, a folk sobre afazeres na fazenda sem romance nenhum é o que Paul escolheu para fechar o disco (“When Winter Comes”), o que mostra o que um produtor não faz para um álbum.

A melhor faixa do álbum é a última da sessão de qualidade do disco, “Seize the Day”. É uma música que lembra bastante algumas faixas do Paul Simon (o que não é uma inspiração ruim) e muitos elementos reminiscente dos Beatles, com cordas e uma compactação única dos instrumentos. Pode não ter sido parte do plano, mas tem uma descida de acorde de piano que encaixa exatamente em dado momento da discografia deles dos anos 60, o que é claramente um carimbo de aprovação pelo menos a essa música.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre José Esteves

Nível: Colaborador Especial

Membro desde: 26/08/2020

"Eu gosto muito de rock clássico e tenho um blog de resenhas minhas em disconomicon.wordpress.com. Minhas bandas preferidas são Deep Purple, Queen, Beatles e Pink Floyd e tento também ouvir o que está mudando o cenário nos dias de hoje."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaAmy Winehouse - Back To Black (2006)

    15/01/2021

  • Image

    ArtigoOpinião - Rock no 63º Grammy

    04/12/2020

  • Image

    ResenhaCamel - Mirage (1974)

    04/09/2020

  • Image

    ResenhaGhost - Meliora (2015)

    29/09/2020

  • Image

    ResenhaWobbler - Dwellers Of The Deep (2020)

    11/01/2021

  • Image

    ResenhaThe Beatles - Beatles For Sale (1964)

    15/02/2021

  • Image

    ResenhaFoo Fighters - Medicine at Midnight (2021)

    05/02/2021

  • Image

    ResenhaLed Zeppelin - Led Zeppelin III (1970)

    04/03/2021

  • Image

    ResenhaBlack Sabbath - Sabbath Bloody Sabbath (1973)

    17/11/2020

  • Image

    ResenhaThe Who - Who's Next (1971)

    10/09/2020

Visitar a página completa de José Esteves



Sobre o álbum

McCartney III

Álbum disponível na discografia de: Paul McCartney

Ano: 2020

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,1 - 5 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre McCartney III:

  • 17
    dez, 2020

    Entre o espontâneo e o experimental

    User Photo André Luiz Paiz

Visitar a página completa de McCartney III



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.