Resenha

Into Colour

Álbum de Rumer

2014

CD/LP

Por: Roberto Rillo Bíscaro

Colaborador Top Notch

08/12/2020



Muitos tons de Rumer

Celebrando a sonoridade e o jeito de cantar setentistas, Into Colour é outro deleite introspectivo da anglo-paquistanesa. O único momento dançante é Dangerous, disco music luxuosa que enganará os incautos que adquirirem o álbum esperando símiles do primeiro single.

A afamada semelhança vocal com Karen Carpenter jamais será evadida. Fazer o quê? Rumer em certos momentos soa como se possuída pela vocalista dos Carpenters. É fato, é a voz da moçoila; ela não imita Karen, que já faleceu há quase 4 décadas. Rumer tem seu valor e se sua voz se assemelha à da finada, melhor para o estilo que escolheu. Ouça a abertura – Intro (Return of Blackbird), onde em menos de um minuto Rumer te faz arrepiar evocando Karen, mas também mostra que seu vocal/estilo não é cópia.

Todas as faixas são de Rumer. Reach Out e Come Back to Bed nem bem começam e as impressões digitais de Burt Bacharach estão por todo canto. O produtor do álbum – e namorado da cantora – é Rob Shirakbari, ex-produtor e arranjador de Mestre Bacharach, que, por sua vez, trabalhara com os Carpenters no auge setentista do duo. Essa é a tradição seguida por Rumer, a do soft rock (Play Your Guitar); a do preconceituosamente estigmatizado easy listening, que domina as 11 canções de Into Colour.

Pizza and Pinball é meio infantil, ao estilo twee pop; não combina muito com a crescente maturidade das demais composições. A proposta da letra de ir brincar no gramado, comer algodão doce, catar minhoca (argh!) e assistir a desenhos animados (depois de haver reclamado que adultos passam o tempo todo em frente à TV) destoa da madureza do resto do material.

Sam, Butterfly, I Am Blessed, Better Place (prepare-se para desabar quando ela cantar shiiiiiining); calmas, sem medo ou vergonha de serem baladas serenas indicam pertencimento à tradição citada, mas com personalidade própria.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Nível: Colaborador Top Notch

Membro desde: 11/09/2017

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaTori Amos - Night Of Hunters (2011)

    03/11/2018

  • Image

    ResenhaThe Sonata

    29/01/2022

  • Image

    ResenhaFelipe de Vas - Bagagem de Mão (2021)

    13/12/2021

  • Image

    ResenhaWobbler - Dwellers Of The Deep (2020)

    13/12/2020

  • Image

    ResenhaGeorge Anderson - Body And Soul (2017)

    19/12/2020

  • Image

    ResenhaSt. Paul & The Broken Bones - Young Sick Camellia (2018)

    18/01/2021

  • Image

    ResenhaSagittarius - Present Tense (1968)

    23/12/2021

  • Image

    ResenhaGuilherme Held - Corpo Nós (2020)

    04/01/2021

  • Image

    ResenhaCool Million - Stronger (2019)

    16/04/2020

  • Image

    ResenhaMavis Staples - If All I Was Was Black (2017)

    28/06/2020

Visitar a página completa de Roberto Rillo Bíscaro



Sobre o álbum

Into Colour

Álbum disponível na discografia de: Rumer

Ano: 2014

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,5 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Into Colour



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.