Resenha

Pyromania

Álbum de Def Leppard

1983

CD/LP

Por: Márcio Chagas

Colaborador Sênior

27/11/2020



O leopardo atinge o topo!

Uma das grandes revelações vindas com o new wave of british heavy metal, o Def Leppard havia lançado dois grandes álbuns e se preparava para entrar novamente em estúdio. A parceria com o produtor Robert John “Mutt” Lange havia sido frutífera no disco anterior, e todos concordaram que ele deveria assumir a produção do novo trabalho.

Mas havia um grande problema: O guitarrista e fundador Pete Wills vinha apresentando sérios problemas de alcoolismo, a ponto de não conseguir se manter sóbrio durante as gravações. O produtor Robert Lange se recusou a trabalhar com o guitarrista nas gravações ocorridas no Park Gates Studios,  East Sussex , Inglaterra.

A banda mandou Willis de volta à cidade natal de Sheffield para descansar, mas todos concordaram que ele não deveria voltar. O vocalista Joe Elliott imediatamente  ligou para Phil Collen da banda Girl e o convidou para compor o novo line-up. O guitarrista já havia sido chamado anteriormente e recusado, mas desta vez aceitou a oferta.

A entrada de Collen se deu no final das gravações e seu estilo não influenciou tanto na sonoridade do álbum, pois Wills tinha gravado todas as bases. O novo membro contribui com poucas bases e alguns solos que não haviam sido registrados.

Em termos de música, pode-se considerar que Pyronamina foi o ápice do grupo, conseguindo uma mistura homogênea entre o heavy metal dos primeiros álbuns e o pop rock de lançamentos posteriores, conseguindo apresentar canções fortes, com ótimos riffs de guitarras aliada a melodias típicas  do rock mais comercial.  

“Rock” Rock! (Till You Drop” abre o petardo de maneira grandiloquente, com seu riff na cola do AC/DC e Elliott cantando rasgado, dividindo espaço com a guitarra; “Photograph”, é o grande hit do álbum, mais melódica e cadenciada, foi o primeiro single do grupo e é tocada em shows até os dias de hoje;

O rock volta em “Stagefright”, pesada e empolgante, com guitarras pungentes; E então temos a primeira balada com “Too Late For Love”. A canção começa cadenciada e vai ganhando força no decorrer de sua audição; "Die Hard the Hunter", encerra o lado “A” do vinil mantendo o peso e apresentando uma letra com críticas incisivas a guerra;

O lado “B” tem “Foolin”, outra com levada pop e refrão grudento que também foi single. Mantendo o padrão comercial, o disco segue com “Rock of Ages”, que já nasceu hit e passava incessantemente na TV. O lado rocker volta com a ótima "Comin' Under Fire", 

"Action! Not Words", apresentando guitarras com slide e encerra com "Billy's Got a Gun". Esta trinca final de canções apresenta aquela sonoridade roqueira com pitadas de AOR e refrões grudentos como só o grupo sabe fazer.

“Pyromania” chegou as lojas em janeiro de 1983, e a mistura de riffs de guitarra com pitadas de pop e AOR agradou em cheio o grande público, colocando quatro singles no mercado e permanecendo vários meses no top 2 da Billboard, ficando atrás apenas do multiplatinado “Thriller” de Michael Jackson. 

O grupo ficaria animado com o suce$$o e partiria para novos rumos, se afastando do rock nos anos seguintes. Mas isso é assunto pra outro post.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Márcio Chagas

Nível: Colaborador Sênior

Membro desde: 14/04/2018

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaRon Carter - Blues Farm (1973)

    05/10/2021

  • Image

    ResenhaPorcupine Tree - Recordings (2001)

    12/08/2018

  • Image

    ResenhaEloy - Inside (1973)

    29/07/2020

  • Image

    ResenhaGenesis - Wind & Wuthering (1976)

    21/04/2020

  • Image

    ResenhaJeff Scott Soto - Lost In The Translation (2004)

    05/09/2021

  • Image

    ResenhaAudioslave - Audioslave (2002)

    22/11/2021

  • Image

    ResenhaBadlands - Badlands (1989)

    02/05/2020

  • Image

    ResenhaWolfmother - Wolfmother (2005)

    21/11/2021

  • Image

    ResenhaBon Jovi - Slippery When Wet (1986)

    02/11/2018

  • Image

    Artigo5 grandes e subestimados guitarristas

    05/08/2021

Visitar a página completa de Márcio Chagas



Sobre o álbum

Pyromania

Álbum disponível na discografia de: Def Leppard

Ano: 1983

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,41 - 11 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Pyromania:

  • 16
    mai, 2021

    Britânico e clássico

    User Photo Fábio Arthur
  • 05
    jan, 2019

    Def Leppard em sua melhor forma

    User Photo Leonardo Saoud

Visitar a página completa de Pyromania



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.