Resenha

The Michael Schenker Group

Álbum de The Michael Schenker Group

1980

CD/LP

Por: Márcio Chagas

Colaborador Sênior

30/09/2020



Hard rock alemão com pitadas de NWOBHM

No final dos anos 70, a carreira de Michael Schenker  se desenvolvia muito bem. Ao lado do UFO, o guitarrista havia lançando o ótimo “Obssession”, seguido pelo excelente ao vivo “Strangers In The Night”.

Porém, o mesmo não poderia ser dito de seu lado pessoal: O abuso de álcool e demais substâncias ilícitas deixaram o temperamento do Jovem alemão ainda mais irascível, potencializando os atritos e diferenças com os demais membros do grupo, principalmente o líder e vocalista Phil Mogg.

Com o relacionamento interno péssimo, o jeito foi abandonar a banda no final da turnê e procurar novos caminhos. Schenker até tentou voltar ao Scorpions e chegou a tocar em algumas faixas de “Loverdrive”, mas durante  a turnê seus problemas com o vicio afetaram novamente sua performance e seu relacionamento interno, chegando a  sofrer um colapso no camarim antes do show. Em outro momento, o músico surtou, pegou uma tesoura, cortou seus cabelos, saiu do local do show e simplesmente abandonou o grupo, que não teve alternativa que não fosse substituí-lo.

Sem banda, desacreditado e com um gênio pra lá de difícil, não restou muita opção ao guitarrista que não fosse começar uma carreira solo. Schenker ainda possuía certo prestigio entre as gravadoras e conseguiu um contrato com a pequena Crysalis para lançar seu primeiro disco solo, que na verdade, seria uma banda com seu nome em destaque, o Michael Schenker Group.

O músico precisava inicialmente de um bom cantor, alguém que ficasse ao seu lado na linha de frente do palco e o ajudasse nas composições, como de certo modo ocorria no UFO. Schenker conheceu a banda Fraser Nash e se impressionou com o vocalista, Gary Barden, e o convidou para fazer parte de seu futuro grupo.

A parceria com Barden se mostraria frutífera, pois juntos compuseram sete das nove faixas que entrariam no disco de estreia. Com um grande material composto e um vocalista excepcional, faltava formar o restante da banda e arrumar alguém para produzi-los.

O alemão convidou ninguém menos que Roger Glover (Deep Purple) para assumir a produção, e como ainda não tinha uma banda formada, optou por contratar músicos de estúdio, todos consagrados e com passagens por bandas importantes, como Mo Foster (Baixo, Jeff Beck, Peter Green, Gary Moore), Don Airey (teclados, Colloseum II, Rainbow), Simon Phillips (bateria, Gary Moore, Jack Bruce, Jeff Beck). 

O quinteto partiu para o Wessex Studios em Londres e em apenas três meses finalizaram todas as canções do que seria o primeiro álbum da Michael Schenker Group.

O disco homônimo trazia uma sonoridade mais condizente com a década de 80 que estava iniciando. O som era mais pesado, influenciado pela NWOBHM, e com vocais melódicos a frente, disputando espaço com as guitarras. Schenker continuava se mostrando um riffmaker nato, conseguindo extrair grandes temas de sua indefectível Flying V. 

Prova disso é “Armed and Ready” que abre o petardo. O riff direciona a canção e serve de base para o vocal de Barden se encaixar perfeitamente no contexto, inclusive com bons agudos. A canção foi o primeiro single do disco e até hoje é obrigatória nos shows do guitarrista;

“Cry for the Nations”, segunda faixa é também o segundo single. Tem o inicio mais cadenciado e um pezinho no AOR, mas a guitarra não demora a invadir o tema, inclusive com um maravilhoso solo de guitarra;

Dos nove temas destaco ainda a terceira faixa, “Victim Of Illusion”, uma das mais pesadas beirando ao heavy metal tradicional, com uma dobra de guitarras na base e vocais mais urgentes; A instrumental arrasa-quarteirão “Into The Arena”, com uma base segura da cozinha Foster/Phillips dando sustentação perfeita para os voos solos de Schenker e inserções perfeitas dos teclados de Airey; 

E ainda “Lost Horizons”, que encerra o álbum de maneira magistral com seus mais de sete minutos. A canção é pesada e cadenciada, calcada em riffs de guitarra e com excelente solo. Com certeza influenciou muitas bandas de prog metal que surgiriam na década seguinte;

O álbum homônimo chegou as lojas em agosto de 1980 e surpreendeu o guitarrsita e sua gravadora com as boas vendagens, fato que motivou Schenker a montar uma banda de verdade e sair em turnê solidificando o nome do grupo que continuaria em Ascensão. 

Seu álbum de estreia é até os dias de hoje, considerado um dos grandes trabalhos lançados no inicio da década de 80.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Márcio Chagas

Nível: Colaborador Sênior

Membro desde: 14/04/2018

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaPremiata Forneria Marconi - Jet Lag (1977)

    04/07/2019

  • Image

    Artigo13 DVD´s essenciais de rock progressivo

    05/04/2021

  • Image

    ResenhaJeff Beck - Blow by Blow (1975)

    23/12/2018

  • Image

    ResenhaColosseum II - Strange New Flesh (1976)

    14/07/2018

  • Image

    ResenhaThe Winery Dogs - The Winery Dogs (2013)

    06/02/2021

  • Image

    ResenhaFish - Weltschmerz (2020)

    19/10/2020

  • Image

    ResenhaRon Carter - Blues Farm (1973)

    05/10/2021

  • Image

    ResenhaThe Rolling Stones - Sticky Fingers (1971)

    23/12/2018

  • Image

    ResenhaDavid Crosby - Croz (2014)

    05/05/2018

  • Image

    ResenhaJethro Tull - Minstrel In The Gallery (1975)

    03/04/2020

Visitar a página completa de Márcio Chagas



Sobre o álbum

The Michael Schenker Group

Álbum disponível na discografia de: The Michael Schenker Group

Ano: 1980

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,5 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de The Michael Schenker Group



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.