Resenha

Freedom & Surrender

Álbum de Lizz Wright

2015

CD/LP

Por: Roberto Rillo Bíscaro

Colaborador Top Notch

28/09/2020



Uma experiência telúrica

Como tantas cantoras negras norte-americanas, Lizz Wright começou cantando na congregação onde seu pai era pastor e diretor musical, no sulista estado da Georgia. Sua estreia fonográfica foi em 2003 e desde então lança álbuns regularmente misturando gospel, jazz e pop. 

Freedom & Surrender, seu quinto trabalho, traz uma dúzia de canções envolventes, sem qualquer grito e com instrumentação “tradicional”, i.e., sem electronica, influências de qualquer tipo de dub ou hop. Nada contra, mas experimente ouvir F&S no escuro e verá que experiência telúrica.

A voz quente de Wright é o destaque; a instrumentação sempre acompanha essa preciosidade aveludada ao invés de soterrá-la, mesmo nos momentos mais incisivos da faixa-título e de The New Game, que mostra bem porque o rock’n’roll tem matriz metade negra (não tema quem não curte barulho; a faixa é vigorosa apenas).

Forte no Urban Soul, Quiet Storm e pop jazz, F&S transforma a orquestração violonada de River Man, do trágico Nick Drake, em esparso jazz com pistão e tudo, cujo arranjo é fluido e poroso com um rio encoberto por neblina. To Love Somebody, dos Bee Gees pega o blue-eyed soul dos irmãos Gibb e converte-o em gospel tão poderoso que se você não souber que é cover jurará ser clássico do gênero lá dos anos 50/60. O Mississippi desagua na Austrália.

A ausência de elementos contemporâneos de electronica e de rappers fazendo “uh hu uh hu” pode elevar a idade de quem mais apreciará Freedom & Surrender. Quem viveu os 70’s adorará a baladice de The Game e a valsa-pop Right Where You Are teve congêneres nos 80’s. Quem conhece os duetos de Roberta Flack ou Peabo Bryson adorará o de Wright com Gregory Porter e seu vozeirão. Mas, não se trata de álbum “para velho”: a malemolência sensual de Lean In assanhará muitas idades.

Freedom & Surrender é sensível e manda bem ao juntar tantos subgêneros de black music ao mesmo tempo que os acessibiliza.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Nível: Colaborador Top Notch

Membro desde: 11/09/2017

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaProfissão de Urubu - Na Sombra (2019)

    08/11/2020

  • Image

    ResenhaLucas Gonçalves - Verona (2022)

    24/05/2022

  • Image

    ResenhaJulico - Ikê Maré (2020)

    08/04/2021

  • Image

    ResenhaSocorro Lira - Chama (2019)

    13/04/2020

  • Image

    ResenhaPunk

    07/08/2020

  • Image

    ResenhaNath Rodrigues - Fractal (2019)

    19/03/2021

  • Image

    ResenhaSimple Minds - Big Music (2014)

    07/11/2017

  • Image

    ResenhaDanniel Goulart - Nomeidomato (2020)

    17/06/2021

  • Image

    ResenhaMarc Almond - Chaos And A Dancing Star (2020)

    03/07/2020

  • Image

    ResenhaRafa Castro - Teletransportar (2020)

    30/09/2020

Visitar a página completa de Roberto Rillo Bíscaro



Sobre o álbum

Freedom & Surrender

Álbum disponível na discografia de: Lizz Wright

Ano: 2015

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 3,75 - 2 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Freedom & Surrender



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.