Resenha

What We Did On Our Holidays

Álbum de Fairport Convention

1969

CD/LP

Por: Tiago Meneses

Colaborador Top Notch

26/09/2020



Uma introdução perfeita ao trabalho da maravilhosa Sandy Denny com a banda

What We Did On Our Holidays é o segundo disco da Fairport Convention e o primeiro entre os três que seriam lançados em 1969. Acho que este é o disco menos convencional da banda, pois de certa forma, ele está bastante distante tanto do folk quanto do rock em uma proporção que a banda nunca ousou estar. Embora em relação aos instrumentistas a banda tenha permanecido essencialmente aquela que gravou o disco de estreia, no que diz respeito aos vocais, houve uma mudança significativa. A vocalista Judy Dyble – que inclusive faleceu recentemente em Julho de 2020 – deixou o grupo para seguir em carreira solo, dando assim lugar a – hoje lendária – Sandy Denny – ou como ainda era creditada na capa época do lançamento do disco, Alexandra Elene MacLean Denny. Pra ser justo, vale ressalta que Judy era uma cantora extremamente talentosa, mas Denny seria uma peça fundamental para o desenvolvimento da banda nos próximos álbuns. 

O disco começa através de “Fotheringay”, uma introdução perfeita aos tons puros e sempre muito emotivos de Denny. Soando maravilhosamente evocativa, está canção conta a história dos últimos dias de Maria da Escócia no Castelo de Fotheringhay. As harmonias vocais e a guitarra melódica criam um clima simplesmente perfeito para a faixa. Denny anos mais tarde usaria o título da música como o nome do seu projeto pós-saída da banda. 

O blues “Mr. Lacey” de Ashley "Tyger" Hutchings muda o disco de clima drasticamente. Aquela sonoridade bluseira clássica do tipo que podemos fazer tanto uma faixa curta, como uma jam de trinta minutos, e das duas formas será interessante. Se eu não estou enganado, o nome da música se refere a um engenheiro de nome Bruce Lacey que estava no estúdio durante as gravações, porém, não me recordo exatamente da história que o fez ser homenageado pela banda. 

“Book Song” possui uma breve introdução feita na citara e que leva a uma lindíssima harmonia vocal masculina e feminina entre Matthew e Denny. Esse é daquele tipo de som que traz ao ouvinte uma enorme sensação alegre e reflexiva. "The Lord Is In This Place... How Dreadful Is This Place" é outra música que se reverte para influências do blues, porém, desta vez é perceptível um toque gospel. “No Man's Land” é uma música bastante animada cantada ao estilo músico de bar – da época. 

“I'll Keep It With Mine” com quase seis minutos de duração é a música mais longa do disco. Trata-se de um cover de Bob Dylan que foi escrita para Nico. Os vocais de Denny são maravilhosos e certamente o maior destaque da música. A faixa dá a ela a oportunidade de flexionar suas cordas vocais enquanto marca sua própria personagem nesta balada terna e carinhosa. “Eastern Rain” é mais um cover, este de uma canção bastante obscura de Joni Mitchell, eu confesso que inclusive não consigo entender exatamente a sua escolha, outras músicas da cantora cairiam melhor na atmosfera deste disco. 

“Nottamun Town” apresenta um tipo de som que de certa forma já mostra um pouco da direção que a banda seguiria em um futuro muito breve, uma canção tradicional entregue em um estilo folk. “Tale In Hard Time” já leva a banda para um território próximo do pop, com belas harmonias e uma melodia bastante simples. O trabalho de guitarra é muito bom. “She Moves Through The Fair” é a última das faixas tradicionais do disco, inclusive a mais antiga de todas, tendo muitos séculos de idade. A primeira vez que ela foi ajustada para um som mais “moderno” foi para a versão de Padraic Colum de 1909. A banda lhe deu um novo sopro de vida, tendo a sua versão gravada depois por uma grande gama de artistas. Não possui nada demais e ainda assim belíssima, com vocais fortes de Denny apoiados por um arranjo acústico muito simpático. 

“Meet On The Ledge” foi composta despretensiosamente, mas acabou se tornando uma espécie de hino para a Fairport Convention. Sua letra não demorou muito para que encontrasse uma pungente eterna para a banda após a morte do baterista Martin Lamble. Virou a eterna música final dos shows. Mas saindo um pouco das conotações emocionais, de qualquer forma a música é um belíssimo trabalho e que se tornou um dos primeiros singles da banda. “End Of A Holiday” é a faixa mais curta do álbum com pouco mais de um minuto, possui uma melodia simples ao violão e que encerra o disco muito bem. 

What We Did On Our Holidays mostra claramente uma banda ainda buscando a sua identidade, experimentando estilos diferentes, mas complementares. . Visto dessa forma, este é um ótimo álbum que serve como uma introdução perfeita ao trabalho da maravilhosa Sandy Denny com a banda.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Tiago Meneses

Nível: Colaborador Top Notch

Membro desde: 28/09/2017

"Sou poeta, contista e apaixonado por música desde os primórdios da minha vida, onde o rock progressivo sempre teve uma cadeira especial."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaPorcupine Tree - Deadwing (2005)

    01/10/2017

  • Image

    ResenhaDiscipline - Unfolded Like Staircase (1997)

    07/11/2018

  • Image

    ResenhaPain Of Salvation - Panther (2020)

    20/08/2020

  • Image

    ResenhaRobert Fripp - Exposure (1979)

    11/07/2020

  • Image

    ResenhaJordsjø - Jord (2017)

    03/03/2022

  • Image

    ResenhaRichard Wright - Wet Dream (1978)

    16/05/2018

  • Image

    ResenhaSyd Barrett - Barrett (1970)

    13/11/2019

  • Image

    ResenhaSteve Hackett - At The Edge Of Light (2019)

    03/03/2019

  • Image

    ResenhaJean-Pierre Louveton - Le Livre Blanc (2017)

    19/03/2018

  • Image

    Resenha Marscape (1976)

    05/04/2021

Visitar a página completa de Tiago Meneses



Sobre o álbum

What We Did On Our Holidays

Álbum disponível na discografia de: Fairport Convention

Ano: 1969

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4 - 2 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de What We Did On Our Holidays



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.