Resenha

Who's Next

Álbum de The Who

1971

CD/LP

Por: José Esteves

Colaborador Especial

10/09/2020



Uma continuação mais ou menos de um projeto ambicioso

Com o sucesso massivo de Tommy, a banda estava se sentindo a parte de sua platéia. O público original da banda já estava casada, não podendo viajar com a banda pelas turnês, além de mais de um milhão de pessoas terem assistido aos concertos ao vivo, o que prontificou a banda a criar um novo projeto ainda mais ambicioso que Tommy: Lifehouse, onde as músicas da banda iam se alterar de acordo com como a platéia estaria se sentindo durante as músicas. Quando esse projeto se provou infrutífero, a banda juntou as músicas feitas com outros pedaços e lançou o quinto álbum, que surpreendentemente suplantou Tommy como álbum de maior sucesso da banda, conquistando elogios generalizados tanto da crítica quanto da população, além de três discos de platina e um lugar na lista dos 500 melhores álbuns da Rolling Stones.

O álbum é claramente uma colcha de retalhos de vários momentos diferentes, momentos esses que incluem vitórias e algumas derrotas. Definitivamente, Keith Moon brilha na bateria desse álbum, mostrando ao que veio e destruindo sonoramente o que podia, enchendo de improvisos em quase todos os lugares que podia, e claramente, Pete Townshend na guitarra é outro monstro que dá ao The Who o som que eles precisavam. Até o Roger Daltrey, já reconhecido como um vocalista de qualidade há anos, consegue surpreender com alguns dos melhores vocais da carreira. O elo fraco do álbum, pelo menos em questão de elenco, é o John Entwistle, que não só canta bem pior em sua faixa como vocalista, como só se sobressai no baixo nas piores músicas do álbum.

Pela característica de criação do álbum, o álbum tem pontos altos muito altos e pontos baixo regularmente baixos. Existe uma porção de clássicos nesse álbum, principalmente a primeira “Baba O’Riley”, com um teclado confuso que dura demais no começo, mas depois vira uma música excelente quando o Keith Moon entra, e a última, “Won’t Get Fooled Again”, que é uma fera de oito minutos com excelente guitarras e o vocal do Roger Daltrey, cortando como navalha. Mas, infelizmente, no meio dos clássicos, tem algumas faixas que não se encaixam no álbum de jeito nenhum: “Getting in Tune” lembra algo que os Beatles fariam sob efeito de muitas drogas e ninguém lembraria hoje; “My Wife”, a música que Entwistle canta, é só esquisita, apesar de ter algo de um soft rock; e “The Song is Over”, uma balada de piano confusa e sem direção que não combina nem um pouco com The Who.

A melhor faixa do álbum é outra clássica, “Behind Blue Eyes”, uma balada com violão e vocal que funciona surpreendentemente bem. O vocal do Roger é ótimo para transmitir melancolia, e essa faixa é cheia dela. Depois das partes que todo mundo conhece, a música ainda tem uma ponte que dá à música algumas camadas a mais, e apesar de não funcionar tão bem com baladas, o The Who cria uma muito poderosa.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre José Esteves

Nível: Colaborador Especial

Membro desde: 26/08/2020

"Eu gosto muito de rock clássico e tenho um blog de resenhas minhas em disconomicon.wordpress.com. Minhas bandas preferidas são Deep Purple, Queen, Beatles e Pink Floyd e tento também ouvir o que está mudando o cenário nos dias de hoje."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaPink Floyd - More (1969)

    20/10/2020

  • Image

    ResenhaThe Moody Blues - Days Of Future Passed (1967)

    29/08/2020

  • Image

    ResenhaPink Floyd - The Dark Side Of The Moon (1973)

    30/09/2020

  • Image

    ResenhaDavid Bowie - The Rise And Fall Of Ziggy Stardust And The Spiders From Mars (1972)

    23/10/2020

  • Image

    ArtigoRanking 2020

    25/12/2020

  • Image

    ResenhaCreedence Clearwater Revival - Mardi Gras (1972)

    28/10/2020

  • Image

    ResenhaKansas - The Absence Of Presence (2020)

    16/09/2020

  • Image

    ResenhaDire Straits - Dire Straits (1978)

    30/10/2020

  • Image

    ResenhaBlack Sabbath - Black Sabbath (1970)

    11/11/2020

  • Image

    ResenhaMichael Jackson - Thriller (1982)

    06/09/2020

Visitar a página completa de José Esteves



Sobre o álbum

Who's Next

Álbum disponível na discografia de: The Who

Ano: 1971

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,68 - 11 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Who's Next:

  • 17
    set, 2020

    Maravilhoso em todo seu contexto

    User Photo Fábio Arthur
  • 04
    dez, 2017

    Um grande marco no andamento da banda

    User Photo Tiago Meneses

Visitar a página completa de Who's Next



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.