Resenha

Thriller

Álbum de Michael Jackson

1982

CD/LP

Por: José Esteves

Colaborador Especial

06/09/2020



Inovação imperfeita do pop

Com a intenção de fazer um álbum com “apenas matadoras”, ele se alia novamente com o produtor do quinto álbum do cantor, “Off the Wall”, Quincy Jones. Quincy Jones sempre teve uma excelente noção do que funciona e o que não funciona, o que o levou a disputas durante a produção do álbum. Resultado disso foi o álbum mais bem vendido de todos os tempos, um dos discos fundamentais da carreira do cantor e da década de 80, conquistando trinta e três discos de platina, com 66 milhões de vendas no mundo todo.

A ideia do disco de apenas matadoras me parece um pouco de megalomania da parte dos envolvidos, ainda mais que o álbum tem músicas que apenas podem ser descritas como preenchedoras de espaço, mas cada música tem um público alvo claro e tem elementos de qualidade. O fato do álbum misturar instrumentos tradicionais (principalmente trompete) com a nova onda de instrumentos sintetizados mostra que não só o Michael Jackson e o Quincy Jones previram o futuro, como basicamente o moldaram. Porém, o vocal do Michael Jackson não é um dos melhores (tanto que na única faixa que ele compartilha vocais com outro vocalista, Paul McCartney, ele não faz as melhores partes, deixando o microfone para um dos vocalistas da melhor banda de todos os tempos famosa por não ter excelentes vocais) e o MJ sempre foi mais do espetáculo, fazendo com que a experiência auditiva não seja o foco dos pensamentos do cantor.

Definitivamente, o álbum tem o momento estelar no meio: colocar Thriller, Beat It e Billie Jean, três hits óbvios com todos os elementos do evolutivo cenário do início da década de 80 (principalmente Thriller, que utiliza um conceito não muito pop na sua idealização). Além dos três hits, muita das músicas caem um pouco por terra: em especial, a abertura do álbum, “Wanna Be Startin’ Something”, que apesar de ser a mais longa, repete o mesmo trecho de base durante ela toda, ficando cansativa muito cedo; e “Human Nature”, que é uma boa música, mas tem elementos muito irritantes, como um sintetizador que parece um pouco desafinado acompanhando todo o vocal do cantor.

A melhor faixa do álbum é “Baby Be Mine”, a primeira do álbum que mostra para o que veio e o novo caminho que a música iria vir a seguir. Não só a fusão de instrumentos acústicos com eletrônicos é o principal chamariz da faixa, como o grave do sintetizador acaba fazendo a música evoluir perfeitamente. É uma daquelas músicas que, infelizmente, não virou um carro chefe do artista, mas que merecia ser olhada mais vezes e mais a fundo.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre José Esteves

Nível: Colaborador Especial

Membro desde: 26/08/2020

"Eu gosto muito de rock clássico e tenho um blog de resenhas minhas em disconomicon.wordpress.com. Minhas bandas preferidas são Deep Purple, Queen, Beatles e Pink Floyd e tento também ouvir o que está mudando o cenário nos dias de hoje."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaWobbler - Dwellers Of The Deep (2020)

    11/01/2021

  • Image

    ResenhaElf - Elf (1972)

    26/08/2020

  • Image

    ResenhaPink Floyd - Animals (1977)

    05/10/2020

  • Image

    ResenhaLed Zeppelin - Led Zeppelin IV (1971)

    31/08/2020

  • Image

    ResenhaThe Beatles - A Hard Day's Night (1964)

    12/02/2021

  • Image

    ResenhaThe Who - Who's Next (1971)

    10/09/2020

  • Image

    ResenhaThe Beatles - Abbey Road (1969)

    28/08/2020

  • Image

    ResenhaThe Beatles - Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (1967)

    23/02/2021

  • Image

    ResenhaThe Circle - Lockdown 2020 (2021)

    12/01/2021

  • Image

    ResenhaSteve Lukather - I Found The Sun Again (2021)

    11/03/2021

Visitar a página completa de José Esteves



Sobre o álbum

Thriller

Álbum disponível na discografia de: Michael Jackson

Ano: 1982

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,77 - 11 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Thriller:

  • 04
    jan, 2021

    Não é o melhor, mas é clássico

    User Photo Fábio Arthur
  • 04
    jan, 2021

    O melhor álbum de todos os tempos

    User Photo carlosebaldin
  • 05
    mai, 2018

    Simplesmente o melhor disco de música pop do século XX

    User Photo Márcio Chagas

Visitar a página completa de Thriller



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.