Resenha

Force Of Habit

Álbum de Exodus

1992

CD/LP

Por: Fábio Arthur

Colaborador Especialista

05/09/2020



Se perdendo entre a era Grunge e o Metal

Não dá para acreditar em um grupo considerado referência no metal e que, em seu quinto álbum, trouxe uma obra sem algum patamar a ser seguido. Aqui, a banda trouxe um som focado no Groove Metal e o Metal comum do grupo, mas sem o apelo Thrash de outrora.

Produção muito boa, experimentos dotados de elementos arranjados por violões e até mesmo por algo diferente como sopro (vocês acreditam?), enfim, o álbum soa confuso e razoavelmente bem em alguns momentos.

A faixa Good Day to Die é a melhor do trabalho e seu vídeo tocou até a exaustão na MTV. A abertura com Thorn in My Side é muito boa, e a sequência com Me, Myself and I também soa bacana, mas depois a coisa começa a ficar sem rumo. Bitch, de autoria de Jagger, soa meio sem chão e a canção título força a barra. 

Eu percebo que, com o sucesso do Metallica e Megadeth, o Exodus resolveu tentar soar moderno e competir também com o tal do Grunge que, na verdade, é um estilo que veio somente para encher o saco de quem gostava de Metal de verdade. Aqui o Exodus peca na falta de estrutura para seguir adiante e deixa saudade de seus primeiros discos. 

Nunca consegui ouvir esse disco inteiro e o mesmo não soa datado, por incrível que pareça, mas sofre de falta de direção e absorveu um oportunismo barato e sem sentido em sua veia estrutural.

Cadê a aula de metal? É preciso evoluir, mas não andar para trás, e o pior, achando que está evoluindo.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Fábio Arthur

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 04/02/2018

"Obtive meu primeiro contato com o Rock, com o grupo KISS no final de 1983, após essa fase, comecei a me interessar por outros grupos, como Iron Maiden, do qual ganhei meu primeiro vinil o "Killers" e enfim, adquiri o gosto por outras bandas, como Pink Floyd, John Coltrane, AC/DC entre outras."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaDimmu Borgir - In Sorte Diaboli (2007)

    01/05/2020

  • Image

    ResenhaAC/DC Rock'n'Roll Ao Máximo: A história definitiva da maior banda de rock do mundo

    12/10/2020

  • Image

    ResenhaMick Jagger - She's The Boss (1985)

    10/12/2019

  • Image

    ResenhaAngra - Rebirth (2001)

    16/10/2020

  • Image

    ResenhaQuiet Riot - QR III (1986)

    28/03/2020

  • Image

    ResenhaThe Rolling Stones - Tatoo You (1981)

    25/06/2021

  • Image

    ArtigoVídeo: Scorpions, discografia comentada - parte 2

    02/10/2020

  • Image

    ResenhaBlack Sabbath - Born Again (1983)

    02/03/2020

  • Image

    ResenhaTestament - The New Order (1988)

    27/04/2020

  • Image

    ResenhaDevo - Shout (1984)

    12/02/2021

Visitar a página completa de Fábio Arthur



Sobre o álbum

Force Of Habit

Álbum disponível na discografia de: Exodus

Ano: 1992

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 3,67 - 3 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Force Of Habit



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.