Resenha

Carpenters With The Royal Philharmonic Orchestra

Álbum de Carpenters

2018

Compilação

Por: Roberto Rillo Bíscaro

Colaborador Especialista

29/08/2020



Desnecessário, mas essencial

Horizon, dos Carpenters, foi um dos primeiros discos que possuí, juntamente com os primeiros de Gal Costa e dos Secos & Molhados. Talvez precoce para um menino de 7, 8 anos. Havia uns LPs de canções de roda, também, mas eu preferia esses de “adulto”. Lembro bem de Only Yesterday e Please, Mr. Postman tocando nas rádios, em 1975.

Conheci Richard e Karen Carpenter no apartamento de meus tios, em Curitiba, onde passava férias e ouvi Horizon pela primeira vez. Morando ainda em Sampa, quando voltei para casa, infernizei meus pais até me comprarem uma cópia. Ainda o escuto regularmente, em formato digital, a ponto de cantar junto todas as letras. Tanto que uns dias antes do motivo deste texto, eu o tocara inteiro, via Youtube, enquanto escrevia algo, arrumava notas de alunos, sei lá.

Os Carpenters dominaram as paradas da primeira metade dos anos 70, com seu pop fácil e de ricas harmonias vocais, graças à trágica Karen Carpenter, morta tão nova, aos 32 anos, em 1983. Tanta vida pela frente, mas a anorexia nervosa enfraqueceu demais seu coração. Soube de sua morte, quando o Fantástico anunciou o clipe de Make Believe It’s Your First Time, lançado postumamente. Então, o reinado dos Carpenters já estava findo há anos; a canção sequer entrou no Top 50 da Billboard.

Nada sugere que a dupla reconquistaria seu sucesso nos 80’s, mas a cristalinidade da voz de Karen influencia até hoje, de Madonna a Rumer e a novíssima Harriet. Até 1994 não era hipster gostar deles. Daí, saiu o álbum de covers If I Were a Carpenter, com queridinhos da época, como Sonic Youth e Cranberries e o duo foi “reavaliado”, como ocorreu com Burt Bacharach. Ainda bem que jamais necessitei de selo de recomendação para admitir amar algo, porque não troco nenhum original por qualquer versão. Sequer ouvi If I Were a Carpenter na íntegra, afinal, quem lembra de American Music Club? Mas, dos Carpenters, tantos lembram que até produto novo saiu, dia 7 de dezembro, de 2018.

Carpenters with the Royal Philharmonic Orchestra foi produzido com esmero e astúcia por Richard Carpenter, o que garante integridade às 18 faixas. Até a capa segue o padrão gráfico de décadas. A edição japonesa e a vendida na rede Target têm 19: Please Mr. Postman vem de bônus. O álbum funciona como mais um grande Best Of, que mantém intactos os vocais de Karen e os arranjos originais, apenas com toques orquestrais. Quem quereria ouvir We’ve Only Just Begun, Hurting Each Other, Superstar ou Top Of the World em versões só com a orquestra, sem aquele charme AM, que as tornam tão queridas e perfeitas?

Um coro aqui, outro ali - jamais se intrometendo muito nas canções - introitos e pontes orquestrais são acrescentados, como no início do álbum, que elegantemente abre com uma Overture, citando trechos de clássicos do duo, mas focando em Yesterday Once More, cuja letra fala de canções antigas capazes de despertar nostalgia. Que é o que os Carpenters fazem agora.

Para aproveitar o Natal, Richard rearranjou Merry Christmas, Darling, porque ele nunca foi bobo. Deu certo, até onde acompanhei, pelo menos na Inglaterra, o álbum chegou à oitava posição na parada.

Carpenters with the Royal Philharmonic Orchestra é totalmente desnecessário, mas, como tem Karen, é essencial.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 11/09/2017

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaCaravela Escarlate - Caravela Escarlate (2017)

    17/03/2020

  • Image

    ResenhaLady Lark - Permission (2019)

    13/07/2020

  • Image

    ResenhaMarina & The Diamonds - Electra Heart (2012)

    01/05/2021

  • Image

    ResenhaArthur Verocai - Arthur Verocai (1972)

    09/01/2021

  • Image

    ResenhaDominique Fils-Aimé - Nameless (2018)

    20/09/2020

  • Image

    ResenhaKansas - The Absence Of Presence (2020)

    20/07/2020

  • Image

    ResenhaPump Up the Volume

    03/07/2021

  • Image

    ResenhaABC - The Lexicon Of Love II (2016)

    21/02/2021

  • Image

    ResenhaBoy Harsher - Careful (2019)

    12/05/2020

  • Image

    ResenhaGenesis - Foxtrot (1972)

    21/09/2017

Visitar a página completa de Roberto Rillo Bíscaro



Sobre o álbum

Carpenters With The Royal Philharmonic Orchestra

Álbum disponível na discografia de: Carpenters

Ano: 2018

Tipo: Compilação

Avaliação geral: 3 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Carpenters With The Royal Philharmonic Orchestra



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.