Resenha

Let It Be

Álbum de The Beatles

1970

CD/LP

Por: Fábio Arthur

Colaborador Especialista

16/08/2020



Em plena essência

Gosto da fase dos Beatles ao qual eles estabeleceram de 1966 em diante. A banda tinha lá suas vontades, verdades, loucuras, indecisões e muita criatividade - aliás, muito do que se vê após "Rubber Soul" foi estabelecido em um berço desses fatores. Em "Let It Be" o grupo mostrou dignidade, maturidade, sobriedade e, acima de tudo, conseguiu passar por cima dos egos e da chatice alheia.

Esse foi trazido às vias de fato como último trabalho, mas "Abbey Road" acabou sendo realmente a última cartada da banda; enfim, registraram essa obra antes e disponibilizaram após, como se fosse o encerramento.

Um vídeo - filme - foi elaborado e gravado, e o título seria de "Get Back", mas alterado de último momento para "Let it Be".

Um dos maiores fatores inicias, seria que a presença da esposa de John, Yoko, e a divergência quanto à qualificação das faixas, foram predominantes no processo todo. 

Entre o Rock e o Blues e um visual altamente "nova década", o grupo movimentou não somente a estrutura de base de seu espírito em composição, como exercitou de forma única sua veia de inserções musicais.

George Martin e Phil Spector produziram a obra, mas de fato alguns dos The Beatles queriam um disco sem a nuance evolutiva e arranjos - o que coube ao póstumo, anos a fio depois, em ser lançado como o "Let It Be, Naked", de vigorar nas prateleiras das lojas mundiais; sendo que esse original soa menos ambicioso e no contexto da palavra naked por completo, algo bem despido, bem ao estilo cru de ser. Sendo assim, "Let It Be", vindo em seu som proposto de época, soa muito mais muito mais intenso e melhor.

Geroge Harrison, saindo do grupo, Ringo desaparecendo por vezes e as revoltas contra a já citada Yoko, foram algo bem fortes e abaladores no geral; mas, mesmo assim a banda seguiu em frente.

Chegando ao final da etapa de gravação, John já estava fora, então terminaram "I Me Mine" somente em três e assim, tantas outras faixas obtiveram algum percurso diferente.

McCartney queria um Beatles ao vivo, a banda evoluiu não para o palco e sim em estúdio, de certa forma, nesse sentido. No mínimo, são meia dúzia delas gravadas ao vivo em estúdio, com póstumos overdubs.

Lançado nos EUA em capa simples e na Europa com capa dupla em uma espécie de box, a banda realmente conseguiu atenção, não como no passado de ouro, mas enfim, trouxe o grupo para perto dos saudosos e também de novos fãs.

A maior parte de faixas aqui vem com Billy Preston nas teclas e o disco não passa muito de uns 34 minutos, mas soa ótimo. "Two of Us", "Dig a Pony", "Let it Be" uma espécie de oração de McCartney e "Maggie Mae" são destaques. Do mais, "I´ve Got a Feeling" e "Get Back" são ótimos exemplos de amplitude musical.

Fica a dica, como um dos melhores encerramentos de carreira, algo difícil de se obter.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Fábio Arthur

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 04/02/2018

"Obtive meu primeiro contato com o Rock, com o grupo KISS no final de 1983, após essa fase, comecei a me interessar por outros grupos, como Iron Maiden, do qual ganhei meu primeiro vinil o "Killers" e enfim, adquiri o gosto por outras bandas, como Pink Floyd, John Coltrane, AC/DC entre outras."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaAccept - Metal Heart (1985)

    23/01/2020

  • Image

    ArtigoVídeo: The Trooper, a cerveja do Maiden

    02/09/2020

  • Image

    ResenhaSepultura - Roorback (2003)

    02/06/2020

  • Image

    Resenha2 Minutes To Midnight - Atlas Ilustrado Do Iron Maiden

    18/10/2020

  • Image

    ArtigoVenom: Censuras, projetos vetados e um Cronos imbecil

    02/03/2021

  • Image

    ArtigoVídeo: Rock in Rio de 1985

    18/09/2020

  • Image

    ResenhaCream - Disraeli Gears (1967)

    21/10/2020

  • Image

    ResenhaWhitesnake - The Purple Album (2015)

    21/07/2020

  • Image

    ResenhaMariah Carey - Butterfly (1997)

    04/07/2020

  • Image

    ResenhaOzzy Osbourne - Diary Of A Madman (1981)

    12/09/2018

Visitar a página completa de Fábio Arthur



Sobre o álbum

Let It Be

Álbum disponível na discografia de: The Beatles

Ano: 1970

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,29 - 14 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Let It Be:

  • 01
    mar, 2021

    Colcha de retalhos desnecessária na discografia

    User Photo José Esteves

Visitar a página completa de Let It Be



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.