Resenha

God Hates Us All

Álbum de Slayer

2001

CD/LP

Por: Fábio Arthur

Colaborador Especialista

13/07/2020



A volta do anticristo

O Slayer acabou nos anos noventa por inserir novos elementos em seu som. A fonte de influências de Kerry King trouxe uma demanda diferenciada e compatível com algo da cena naquele momento. Mas, não podemos esquecer que eles soam sempre como Slayer, independente da vertente usada.

A gravação se deu no Canadá e a banda mesclou o chamado Nu Metal, com origens Thrash Metal e o Groove Metal. Lançado no dia 11 de setembro de 2001, a famosa data do atentado, e vendeu bem já na primeira semana. O trabalho também rendeu uma indicação ao Grammy. 

É importante salientar que nesse trabalho a banda surgiu melhor em que seu antecessor e de fato acolheu um público novo e sedento por conhecer outros grupos. Outro fator importante é de que os vocais de Tom Araya soam perfeitos, como em muito tempo não ocorria. O vocalista destila drives, entonações exatas e uma interpretação poderosa e ríspida; realmente com ódio em suas linhas vocais. A bateria de Bostaph chega em ser surreal - que me perdoem os fãs ardorosos de Lombardo - mas, Paul detém uma arte clínica e amplamente voraz em seus domínios. No quesito guitarras, o de sempre, a completa fusão de entre as alavancas e o som distorcido com riffs bem construídos. 

O disco trouxe um documentário que mostra a face de seus fãs, totalmente pirados, em sua maioria ditando seu incondicional amor pela banda e também traz revelações do próprio grupo. Nesse mesmo trabalho fílmico podemos entender melhor como o Slayer predominava a cena americana daqueles dias. Ainda no mesmo DVD temos o concerto War at Warfield, em que o Slayer traz uma mescla de seus discos ao vivo e Warfield seria um dos locais primários onde a banda faria seus pequenos concertos no árduo começo de carreira. A volta ali fora uma espécie de comemorações.

O disco teria uma arte diferente, com um pentagrama em forma de pregos e agrupado na bíblia da arte de capa, mas a gravadora vetou e a arte saiu como conhecemos e ainda houve uma outra em branco com o título do trabalho, isso para poder não ser tão intenso em alguns países. 

O título do trabalho chegou em um dia ao qual King estava preso no trânsito e viu uma placa escrita "Deus ama todos nós", e aí ele pensou no calor, na vida e no sentido todo de seus conflitos e pensamentos, e assim alterou para "God Hate us All". 

O álbum começa com a introdução "Darkeness of Christ", uma tormenta evolutiva em vários desígnios. Após ela, vem a fabulosa "God Hate us All", em que o vocal e bateria se destacam de forma ampla. "God Send Death" é uma das faixas mais no quesito moderno e também "New Faith", da qual gosto muito. Esse é um trabalho de que gosto e desgosto. Como fã sincero, eu ainda acho esse disco relevante. "Cast Down" soa bem ao "novo" Slayer, mas é salutar. "Bloodline", ótima, e que vídeo clipe ultra pesado em seu contexto. "Warzone" é perfeita, e seguindo para o fechamento, a preferida da molecada de época: "Payback".

Esse eu ganhei quando saiu e demorei para entendê-lo. Aliás, depois fiquei surpreso por ser melhor que seu antecessor.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Fábio Arthur

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 04/02/2018

"Obtive meu primeiro contato com o Rock, com o grupo KISS no final de 1983, após essa fase, comecei a me interessar por outros grupos, como Iron Maiden, do qual ganhei meu primeiro vinil o "Killers" e enfim, adquiri o gosto por outras bandas, como Pink Floyd, John Coltrane, AC/DC entre outras."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ArtigoGene Simmons toca mal?

    24/10/2020

  • Image

    ArtigoAC/DC: Rock do bom!

    10/08/2020

  • Image

    ResenhaIron Man - Minha jornada com Black Sabbath

    05/09/2020

  • Image

    ResenhaKiss - Animalize (1984)

    08/07/2020

  • Image

    ResenhaThe Rolling Stones - Goats Head Soup (1973)

    21/05/2020

  • Image

    ResenhaDevo - Shout (1984)

    12/02/2021

  • Image

    ResenhaGuns N' Roses - Chinese Democracy (2008)

    15/01/2021

  • Image

    ResenhaHowlin' Wolf - The London Howlin' Wolf Sessions (1971)

    25/01/2021

  • Image

    ResenhaPossessed - Seven Churches (1985)

    10/02/2020

  • Image

    ResenhaExodus - Bonded By Blood (1985)

    18/01/2019

Visitar a página completa de Fábio Arthur



Sobre o álbum

God Hates Us All

Álbum disponível na discografia de: Slayer

Ano: 2001

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,12 - 4 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de God Hates Us All



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.