Resenha

Once Upon The Cross

Álbum de Deicide

1995

CD/LP

Por: Fábio Arthur

Colaborador Especialista

19/06/2020



Rumo ao obscuro

Em pouco anos à frente, o Deicide voltou a gravar e trouxe Scott Burns novamente. As temáticas cada vez mais imersas em uma elaboração contra a Igreja, e sua postura, trouxeram o desconforto para com vários segmentos da sociedade. A banda, enfim, se manteve fiel em suas raízes e trouxe novamente um álbum clássico e forte.

Nem chega aos 30 minutos e, mesmo assim, desfruta de uma produção ótima e faixas extremas, dando vazão aos músicos mantendo o nível geral.  Aqui, em "Once Upon the Cross", a banda consegue ser ainda mais fértil que nos discos anteriores.

Com uma arte mais explícita e mostrando de que conteúdo se tratam as letras, e surte o efeito de chocar. E a paulada soa firme e, em "Once Upon the Cross", a banda inicia suas blasfêmias. "Kill the Christian", que se tornou clássica chega como uma das favoritas e "Trick or Betryed",  além de pesada, leva o tema em questão ao nível do absurdo na letra e interpretação de Benton. "They are the Children of the Underworld" é tocada até hoje e traz uma bateria perfeccionista de Asheim, que está no grupo ainda, desde o começo. "To Be Dead" não deixa o padrão cair e mostra que o Deicide é uma das bandas mais sinceras em seu trabalho, não soando um grupo amador e sim com apenas níveis altos na carreira.

Não tem como, pode ouvir esse disco por completo e no volume alto, pois a pancadaria é fulminante.

Clássico do Metal!


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Fábio Arthur

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 04/02/2018

"Obtive meu primeiro contato com o Rock, com o grupo KISS no final de 1983, após essa fase, comecei a me interessar por outros grupos, como Iron Maiden, do qual ganhei meu primeiro vinil o "Killers" e enfim, adquiri o gosto por outras bandas, como Pink Floyd, John Coltrane, AC/DC entre outras."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaMotorhead - 1916 (1991)

    08/04/2020

  • Image

    ResenhaQueen - The Game (1980)

    24/09/2020

  • Image

    ResenhaTom Jobim: Histórias de Canções

    17/08/2020

  • Image

    ResenhaTwisted Sister - Come Out And Play (1985)

    09/04/2020

  • Image

    ResenhaOzzy Osbourne - Speak Of The Devil (1981)

    09/08/2019

  • Image

    ResenhaMötley Crüe - Theatre Of Pain (1985)

    04/06/2021

  • Image

    ResenhaU2 - The Joshua Tree (1987)

    24/06/2020

  • Image

    ResenhaKing Diamond - Conspiracy (1989)

    01/12/2020

  • Image

    ResenhaScorpions - Savage Amusement (1988)

    20/11/2018

  • Image

    ResenhaGuns N' Roses - Chinese Democracy (2008)

    15/01/2021

Visitar a página completa de Fábio Arthur



Sobre o álbum

Once Upon The Cross

Álbum disponível na discografia de: Deicide

Ano: 1995

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,75 - 2 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Once Upon The Cross



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.