Resenha

Presence

Álbum de Led Zeppelin

1976

CD/LP

Por: Tiago Meneses

Colaborador Especialista

16/06/2020



Um bom disco, mas abaixo do padrão Led Zeppelin de qualidade

Dentro do meu campo de avaliação, Presence é sem dúvida alguma o disco mais fraco do Led Zeppelin, embora ainda tenha ótimas faixas, sendo inclusive uma delas a minha preferida entre todas as faixas do catálogo do grupo. Depois de uma série simplesmente avassaladora de discos, dos quais muitos – ou todos eles – se transformariam em clássicos essenciais do rock, parece que o Led Zeppelin finalmente estava soando de forma menos inspiradas, digamos assim. A banda estava vindo do épico de dois discos, Physical Graffiti, sendo que desta vez, era possível ver que eles não pareciam tão ambiciosos. Ao invés disso, o que a banda fez foi apresentar uma coleção de faixas blues que na maioria das vezes soam como uma espécie de lado b sem muita riqueza. Claro que estamos diante do Led Zeppelin em essência, e mesmo que não nos deparemos com o mesmo tipo de arte e complexidade que qualquer um dos registros anteriores, existe material bom para que aja pelo menos uma boa investigação no material. 

Algo curioso que acontece neste disco e só fiquei sabendo muito tempo depois é o fato de Robert Plant ter gravado seus vocais para o disco em uma cadeira de roda, pois estava se recuperando de um acidente. Ironicamente o seu vocal é o aspecto mais forte dentro da sonoridade do álbum. Com exceção de duas faixas – que mais na frente eu falo quais – eu considero a musicalidade do disco algo bastante reto, de blues e hard rock, com um pouco de groove. Talvez tudo isso que eu disse já fosse o suficiente para que tudo funcione bem, né? Seria, mas no geral apesar de todos tocarem muito bem, falta tato de composição para realmente impressionar. 

As duas músicas que eu disse que considero como destaques de fato do disco são, “Achilles Last Stand” e “Nobody's Fault but Mine”. ‘Achilles Last Stand” além de ser um destaque no disco é minha música preferida do Led. Um mini épico que apresenta uma guitarra rítmica galopante não muito diferente das que os Iron Maiden usariam alguns poucos anos depois. “Nobody's Fault but Mine” é uma faixa bem conhecida do disco. Possui melodias vocais cativantes e um groove que embora não seja incrível quanto os apresentados em outrora, até que funciona bem. 

Presence é decepcionante? Talvez decepcionante seja uma palavra muito forte, mas ele não entrega aquilo que a banda havia entregado em seus discos anteriores. Um bom disco, mas abaixo do padrão Led Zeppelin de qualidade.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Tiago Meneses

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 28/09/2017

"Sou poeta, contista e apaixonado por música desde os primórdios da minha vida, onde o rock progressivo sempre teve uma cadeira especial."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaThe Samurai Of Prog - Bernard & Pörsti: Gulliver (2020)

    25/08/2020

  • Image

    ResenhaHöyry-Kone - Hyönteisiä Voi Rakastaa (1995)

    30/06/2021

  • Image

    ResenhaJan Dukes De Grey - Mice And Rats In The Loft (1971)

    26/10/2017

  • Image

    ResenhaWishbone Ash - Live Dates (1973)

    22/05/2018

  • Image

    ResenhaMagenta - Seven (2004)

    30/10/2018

  • Image

    ResenhaBarock Project - Detachment (2017)

    28/09/2017

  • Image

    ResenhaIron Butterfly - In-A-Gadda-Da-Vida (1968)

    29/04/2018

  • Image

    ResenhaYes - Tormato (1978)

    02/02/2018

  • Image

    ResenhaFamily - Music In A Doll's House (1968)

    23/05/2020

  • Image

    ResenhaHarmonium - Si On Avait Besoin D'Une Cinquième Saison (1975)

    14/10/2017

Visitar a página completa de Tiago Meneses



Sobre o álbum

Presence

Álbum disponível na discografia de: Led Zeppelin

Ano: 1976

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 3,92 - 12 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Presence:

  • 06
    out, 2018

    Rock Pesado!

    User Photo Fábio Arthur

Visitar a página completa de Presence



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.