Resenha

Concerto Grosso Per I New Trolls

Álbum de New Trolls

1971

CD/LP

Por: Tiago Meneses

Colaborador Especialista

01/06/2020



Um projeto incrível e ambicioso, desenvolvido com habilidade incomum

Conversava com amigos dias atrás sobre o uso da expressão obra-prima ou outras formas de qualificar aquilo que está acima do que pensávamos ser o máximo de algo. Falávamos que as pessoas as usavam para descrever qualquer coisa da sua banda ou artista favorito, de Genesis a Britney, isso não importa nenhum pouco, as pessoas aplicam esses adjetivos a qualquer álbum que ela goste, com isso, achamos que palavras que eram para serem usadas em raras ocasiões, acabam sendo de certa forma banalizada, se tornando algo com um sentido vazio quando estamos diante de um disco como Concerto Grosso, onde este sim é um disco que merece todos os adjetivos superlativos possíveis. 

Antes de qualquer coisa, é sempre importante deixar claro que este não e um disco exclusivamente sinfônico, afinal, a banda nos presenteia com uma sonoridade da música clássica, hard rock, progressivo sinfônico, folk e psicodélica, sendo tudo combinado com o máximo de cuidado, fazendo com que as coisas aconteçam naturalmente e de forma eclética com o clássico rock progressivo italiano. 

Concerto Grosso apresenta uma fórmula musical do período barroco, onde a principal característica é a interação entre vários solistas e orquestras através de quatro a seis movimentos. A New Trolls consegue desenvolver isso perfeitamente, afinal, a orquestra de cordas é quem cria a atmosfera geral da música, enquanto que a guitarra, flauta, órgão e os vocais se revezam no lugar de solista através de turnos. 

O disco e inicia através de “Tempo: Allegro”, uma maneira excelente de começar o disco, através de um “contraponto” entre violino e flauta. Na medida em que a faixa avança, uma guitarra distorcida é quem assume o papel da flauta para que seja aplicada uma força extra a esta magnifica música que parece ter tido Vivaldi como inspiração. 

“Tempo: Adagio” já carrega uma linha muito mais dramática. A força nela depende muito mais dos sentimentos evocados pela própria música do que por uma instrumentação pesada e rápida. Os vocais são belíssimos e nostálgico, aprimorados por belas incursões de cordas e curtas e distorcidas passagens de guitarra que se mostram pra não esquecermos que estamos diante de uma banda de rock. 

“Tempo: Cadenza - Andante Con Moto” começa através de um solo virtuoso de violino onde novamente é possível perceber a influência de Vivaldi na música da banda. Mas assim que toda a banda entra pra formar o corpo da música, ela retoma o tema explorado no movimento anterior, mas desta vez dando mais importância às cordas e percussão ao invés de guitarra ou flauta. Os coros são comoventes e certamente são a cereja em cima desse bolo maravilhoso. Sinceramente, um tipo de música capaz de arrancar as palavras de qualquer um. 

“Tempo: Shadows” é uma música que se torna algo surpreendente dentro do disco, pois os arranjos orquestrais que dominou os movimentos anteriores aqui foram deixados – ainda que não 100% - de lado por uma sonoridade mais melancólica e psicodélica, permitindo assim que a banda toque algum tipo de rock, no fim, uma música bastante experimental. 

“Nella Sala Vuota, Improvvisazioni Dei New Trolls Registrate In Diretta” é um épico com mais de vinte minutos e que encerra o disco. Agora está na hora da banda atacar com todas as armas que tem.  Blues, música psicodélica, heavy rock – na linha do Uriah Heep – e muito mais estilos de música em uma faixa de muita energia e classe. Normalmente as bandas de progressivos usam de uma ou duas opções ao tentar executar um prog clássico, algumas como o Moody Blues adicionam introduções ou cordas orquestrais às músicas pop ou rock, assim como ícones como Rick Wakeman e Keith Emerson adicionam fragmentos – ou mesmo trabalhos completos – de artistas conhecidos para montar uma estrutura progressiva sinfônica. New Trolls eu posso dizer que foi mais além, eles fizeram uma composição real e original, além de criar uma fusão perfeita entre o rock a o barroco. Que final de disco mais esplendoroso. 

Se um disco deste não pode ser considerado uma obra-prima do rock progressivo, acho que essa qualificação deixa de ter sentido pra mim. Um projeto incrível e ambicioso, desenvolvido com habilidade incomum.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Tiago Meneses

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 28/09/2017

"Sou poeta, contista e apaixonado por música desde os primórdios da minha vida, onde o rock progressivo sempre teve uma cadeira especial."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaMagenta - We Are Legend (2017)

    27/10/2017

  • Image

    ResenhaAdrian Belew - Side Three (2006)

    06/06/2020

  • Image

    ResenhaSteve Hackett - Darktown (1999)

    05/03/2020

  • Image

    ResenhaKing Crimson - Red (1974)

    28/04/2018

  • Image

    ResenhaTrans-Siberian Orchestra - Beethoven's Last Night (2000)

    25/04/2020

  • Image

    ResenhaKonom - Konom (2021)

    26/10/2021

  • Image

    ResenhaAmy Winehouse - Back To Black (2006)

    01/07/2020

  • Image

    ResenhaHemina - Venus (2016)

    10/01/2022

  • Image

    ResenhaBjörk - Vespertine (2001)

    19/04/2021

  • Image

    ResenhaEloy - Dawn (1976)

    29/05/2020

Visitar a página completa de Tiago Meneses



Sobre o álbum

Concerto Grosso Per I New Trolls

Álbum disponível na discografia de: New Trolls

Ano: 1971

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 5 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Concerto Grosso Per I New Trolls



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.