Resenha

Power Of Love

Álbum de Lynne Fiddmont

2018

CD/LP

Por: Roberto Rillo Bíscaro

Colaborador Especialista

02/05/2020



O poder do amor e da boa música

Lynne Fiddmont está na indústria há um bom tempo e experiência é o que não lhe falta. Natural de St. Louis, já fez backing para Stevie Wonder, Natalie Cole, Phil Collins, Barbara Streisand e Seal.

Em carreira-solo também lhe sobra prática: em 2918, saiu seu quarto álbum, Power Of Love. Dúzia de covers e originais muito bem produzidos e difíceis de desagradar corações sequiosos por slow jams de soul e afins, em chave old school setentista/oitentista.

Navegando pelo soul jazz, como em Daylight, Go e Memory Lane, Lynne oferece produto elegante e extremamente bem cantado. Quando se distancia do urban soul predominante, ela também brilha. Power of Love, a faixa-título, é jazzy na tradição sexy chique, de Sade, com saxofone e tudo. Walkin’ On Rainbows é disco funk, momento mais saltitante de Power Of Love. Groovy People tem sabor Motown e quem amava Djavan nos 80’s, adorará o arranjo. E por falar em Brasil, é no sambinha que pretende virar sambão, de Good Time Party, que o álbum leva seu maior escorregão. Tentando contextualizar a diversão de festa do título, a canção tem incessante ruído de fundo de gente rindo e conversando alto, como se se divertindo. Pode acabar irritando.

Fiddmont faz duas escolhas corajosas de cover. Imagine troca o predomínio de piano de Lennon, pela supremacia das cordas e transforma o clássico em soul. Para os fãs deste estilo, porém, o grande desafio é Lovin’ You, da falecida Minnie Riperton. Trata-se de uma das canções mais idiossincráticas da soul music e não poucos consideram definitivos o arranjo destemidamente doce de Steve Wonder e o alcance vocal de Minnie. Lynne Fiddmont se sai bem ao não tentar imitá-la, num arranjo mais jazz mainstream esfumaçado, cujo vocal intensifica-se e sofistica-se aos poucos. Ficou outra coisa, ficou boa.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 11/09/2017

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaLa Coscienza Di Zeno - Sensitività (2013)

    02/06/2020

  • Image

    ResenhaLana Del Rey - Born To Die (2012)

    31/07/2021

  • Image

    ResenhaSyleena Johnson - Rebirth Of Soul (2017)

    26/06/2020

  • Image

    ResenhaGraveola e o Lixo Polifônico - Camaleão Borboleta (2016)

    01/09/2020

  • Image

    ResenhaGenesis - From Genesis To Revelation (1969)

    11/09/2017

  • Image

    ResenhaCeleste - Il Risveglio del Principe (2019)

    31/01/2021

  • Image

    ResenhaEmilie Simon - The Big Machine (2009)

    18/09/2021

  • Image

    ResenhaThamires Tannous - Canto-Correnteza (2019)

    03/02/2020

  • Image

    ResenhaPietá - Santo Sossego (2019)

    25/02/2020

  • Image

    ResenhaMaysa Leak - Love Is A Battlefield (2017)

    09/11/2020

Visitar a página completa de Roberto Rillo Bíscaro



Sobre o álbum

Power Of Love

Álbum disponível na discografia de: Lynne Fiddmont

Ano: 2018

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 3 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Power Of Love



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.