Resenha

National Health

Álbum de National Health

1977

CD/LP

Por: Tiago Meneses

Colaborador Especialista

16/04/2020



National Health em seu disco de estreia é música complexa e sofisticada

Não estamos diante de uma obra-prima, mas com certeza se trata de um disco essencial. Se o que você procura é o lado mais jazzístico de bandas da Canterbury Scene, certamente que este não é o melhor caminho a seguir – embora obviamente também exista disso aqui -, agora se você quer um rock progressivo com algumas melodias “orientadas” para o jazz e que possui todas as assinaturas das mais complexas bandas do movimento, bom, então você está olhando para a direção certa. 

A verdade é que classificar a National Heath não é das tarefas das mais fáceis, pois eles não permanecem inertes estritamente em uma assinatura sonora por muito tempo. Mas há algo que entendo embora eu não concorde, falo no caso da voz da Amanda Parsons cantando melodias e harmonias, inicialmente pode soar irritante – pra muitos permanece assim eternamente – só que com o tempo até que sua voz parece se relacionar bem com a música. 

“Tenemos Roads” é a música que dá início ao disco. Começa com um trabalho solo de teclado ambiente bem típico dos que Dave Stewart costuma fazer. Se você conhece Egg e Khan, saberá tranquilamente de que estilo eu estou me referindo. A música se move em uma crescente e se transforma em algo de arranjo mais complexo, com uma linha de bateria bastante inventiva combinada com o impressionante trabalho de guitarra. Amanda acrescenta o seu o seu vocal enquanto que a música flui maravilhosamente bem com excelentes passagens de piano e guitarra. Há um toque na bateria dessa música que faz lembrarmos um pouco de Bill Bruford. 

“Brujo” possui uma excelente introdução ao solo de piano combinada com excelente trabalho de guitarra. Eu sei que a escola de Dave Stewart é uma escola diferente a de Chick Corea, mas a parte da introdução dessa música é muito semelhante ao que Corea faria. Novamente a voz de Amanda Parsons dá uma textura musical a essa faixa, deixando claro que eu o que eu falei mais acima não inclui a mim, já que eu acho a sua voz bem interessante e combina bem nas faixas. A música em determinado ponto se eleva a um clima edificante com um toque de piano elétrico, guitarra e linhas de baixo criativas. No geral é uma composição excelente que combina elementos fortes de jazz e rock com toques mais rápidos no teclado durante a seção rítmica e solo. 

“Borogroves (Excerpt From Part Two)” é a primeira das duas faixas mais curtas que compõe o disco. Apresenta um ótimo solo de guitarra mais no meio, enquanto que o piano elétrico serve muito bem como seção rítmica. Em termo de comparação soa mais ou menos na mesma linha do Al Di Meola no disco de estreia, Land of a Midnight.

“Borogroves (Part One)” continua com o fluxo musical deixado pela faixa anterior, combinando muito bem o teclado e guitarra em improvisações mais complexas e mudanças repentinas de andamento para ritmos diferentes. 

“Elephants” a principio é uma faixa de natureza experimental durante a sua introdução, mas depois mostra ter um humor edificante apresentando novamente um excelente trabalho de guitarra e teclado. O teclado em determinado pondo mostra-se bastante complexo e merece uma atenção especial para que seja apreciado por completo a sua essência

Ao contrário do que pode acontecer em muitos casos com a música da Canterbury Scene, aqui você não precisa ser necessariamente ser um apreciador de jazz, pois apesar de existir um grande virtuosismo dos três músicos em muitos momentos, o disco flui de forma mais calcada ao rock. Tenho que admitir que este não se trata de um disco em que o ouvinte se apaixona imediatamente, mas com o tempo a relação pode ir se tornando cada vez melhor. National Health em seu disco de estreia é música complexa e sofisticada.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Tiago Meneses

Nível: Colaborador Especialista

Membro desde: 28/09/2017

"Sou poeta, contista e apaixonado por música desde os primórdios da minha vida, onde o rock progressivo sempre teve uma cadeira especial."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaBig Big Train - Common Ground (2021)

    31/07/2021

  • Image

    ResenhaDevin Townsend - The Devin Townsend Band: Synchestra (2006)

    19/11/2020

  • Image

    ResenhaPain Of Salvation - Panther (2020)

    20/08/2020

  • Image

    ResenhaCampo di Marte - Campo Di Marte (1973)

    25/10/2017

  • Image

    ResenhaVan Der Graaf Generator - The Aerosol Grey Machine (1969)

    21/04/2020

  • Image

    ResenhaThe Crazy World of Arthur Brown - The Crazy World Of Arthur Brown (1968)

    17/04/2018

  • Image

    ResenhaGenesis - The Lamb Lies Down on Broadway (1974)

    18/01/2018

  • Image

    ResenhaSolaris - Nostradamus Book Of Prophecies (1999)

    19/10/2019

  • Image

    ResenhaSteve Hackett - Beyond The Shrouded Horizon (2011)

    18/04/2020

  • Image

    ResenhaA.C.T - Imaginary Friends (2001)

    23/10/2020

Visitar a página completa de Tiago Meneses



Sobre o álbum

National Health

Álbum disponível na discografia de: National Health

Ano: 1977

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,5 - 1 voto

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de National Health



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.