Resenha

State Of Deception

Álbum de Conception

2020

CD/LP

Por: Diógenes Ferreira

Colaborador

07/04/2020



Progressão após hibernação

O ano era 1997 quando o Conception lançou seu último álbum ‘Flow’. De lá pra cá muita coisa aconteceu... Roy Khan deixou a banda e em 1998 entrou para o Kamelot, banda que lhe deu projeção mundial. Tore Ostby montou o projeto Ark ao lado de Jorn Lande, que teve seu ápice em 2001 com o fenomenal álbum ‘Burn The Sun’. Durante todo esse tempo o Conception hibernou e eis que após a saída de Roy do Kamelot, os fãs voltaram a ter esperança e começaram a fazer coro para um retorno da banda. Sendo assim, que seja feita a vontade dos fãs, porque Roy Khan (vocals/ex-Kamelot), Tore Østby (guitars/ex-Ark), Ingar Amlien (bass/Crest Of Darkness) e Arve Heimdal (drums/ex-Crest Of Darkness) estão de volta, com a formação original intacta e que já havia lançado um EP independente em 2018 chamado ‘My Dark Symphony’ e agora em 2020 nos presenteiam com novo álbum completo, ‘State of Deception’.

O disco abre com a intro “In:Deception” de forma sinfônica, mas já muda o rumo na música “Of Raven and Pigs” que aparentemente poderá soar estranha para os mais desavisados e não acostumados com a sonoridade do Conception, que sempre foi experimental e variada em ritmos dos mais diferentes, fato esse que Tore Ostby também aplicou no seu projeto Ark. Em seguida temos “Waywardly Broken” com melodias de guitarra que vão guiando a música, junto com os vocais de Roy, alguns momentos de peso e outros que chegam a lembrar até U2, sem demérito nenhum. “No Rewind” vem com riffs inquietos, partes percussivas, aliadas a toques de modernidade. A faixa “The Mansion” é uma bela canção com piano para dar um ar de sensibilidade à música e que explora todo o ‘feeling’ de Roy Khan, ainda contando com a delicadeza vocal de Elize Ryd (Amaranthe). A próxima música é “By the Blues”, com riffs tensos e bem sacados de Tore Ostby, com a cozinha imprimindo um peso singular. “Anybody out There” traz algo mais orquestrado, teatral e dramático, e pela duração chega a ser um tanto monótona. “She Dragoon” vai subindo a montanha para lá de cima despencar com riffs pesados e bateria com viradas certeiras. Para encerrar de forma viajante temos “Feather Moves”, altamente progressiva, com tempos quebrados e linhas de baixo que se destacam por toda canção, ainda contando com pianos bem encaixados e os vocais sensacionais de Roy. Seguramente a melhor faixa do disco para fechar de forma exemplar esse 5º álbum do Conception.

É aquilo que já dissemos, ouvir Conception sempre é uma experiência de grande diversidade sonora, foi assim em todos os seus álbuns e não seria diferente com esse novo ‘State of Deception’. O que percebe-se é que agora a banda soa mais sombria e dramática, talvez algo que Roy tenha trazido consigo dos tempos de Kamelot, porém a complexidade, a excentricidade e elegância de outrora permanecem. Torcemos para que a banda consiga seguir adiante e não fique só nesse lançamento de retorno. O Conception é uma banda de sonoridade riquíssima, que é sempre um ponto fora da curva e que nos ajuda a fugir do “mais do mesmo”.



Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Diógenes Ferreira

Nível: Colaborador

Membro desde: 22/01/2019

"Maranhense apaixonado por música em todas as vertentes do rock e que tenta colaborar com um cenário mais digno, próspero e auto-sustentável. Editou o Hellish Zine no final dos anos 90/início de 2000, em seguida escreveu por um período para o site Whiplash. Hoje colabora no 80 Minutos."

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaRoulette - Now! (2019)

    28/04/2019

  • Image

    ResenhaFreedom Call - M.E.T.A.L. (2019)

    15/12/2019

  • Image

    ResenhaDeath Angel - Humanicide (2019)

    04/06/2019

  • Image

    ResenhaTigres de Bengala - Tigres de Bengala (1993)

    22/01/2019

  • Image

    ResenhaVader - Solitude In Madness (2020)

    06/05/2020

  • Image

    ResenhaAdellaide - Flying High (2017)

    29/03/2019

  • Image

    ArtigoMike Slamer: Um veterano a serviço dos bons sons

    22/09/2019

  • Image

    EntrevistaRamon SIlva

    25/07/2019

  • Image

    ResenhaHammerfall - Dominion (2019)

    17/08/2019

  • Image

    ResenhaCandlemass - The Door To Doom (2019)

    21/02/2019

Visitar a página completa de Diógenes Ferreira



Sobre o álbum

State Of Deception

Álbum disponível na discografia de: Conception

Ano: 2020

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 3,5 - 2 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de State Of Deception



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.