Resenha

Made In Heaven

Álbum de Queen

1995

CD/LP

Por: André Luiz Paiz

Webmaster

17/12/2019



Despedida digna

"Made In Heaven" não foi um álbum lançado pelo Queen com a intenção de renascer das cinzas, mas sim para homenagear a maior voz que o rock já viu e ouviu: Freddie Mercury.

Como sabemos, Freddie nos deixou precocemente em 1991, após uma longa batalha contra o vírus HIV. Próximo do fim e pouco após as gravações de "Innuendo", Brian May, Roger Taylor e John Deacon praticamente viviam em estúdio preparando material para que, quando estivesse disposto, Freddie comparecesse para deixar a sua contribuição. Era a sua vontade, de criar e cantar até o fim. Com um mix de fragmentos antigos, algumas canções emprestadas da carreira solo de Freddie e alguma das suas últimas gravações, nasceu este trabalho. Os três membros remanescentes conseguiram retornar em estúdio somente em 1993 e trabalharam muito para conseguir finalizar algo tão doloroso como este álbum póstumo.

"Made In Heaven" soa como se realmente tivesse sido enviado do paraíso. Momentos doces, músicas suaves e agradáveis, e um Freddie já debilitado em alguns momentos contrastando com aquela ferocidade do passado. São poucos momentos que nos fazem lembrar do Queen mais antigo e são poucos momentos de rock and roll. Mas, era o que o Queen tinha em mãos, e fizeram bonito. Além disso, o clima combina perfeitamente com o propósito do lançamento.

O álbum inicia e termina com "It's a Beautiful Day", que foi aumentada para aproveitar uma brincadeira de Freddie ao som do piano. A gravação vem lá das sessões de "The Game" (1980).
"Made in Heaven" e "I Was Born To Love You" são duas lindas canções de Freddie resgatadas do seu primeiro álbum solo, "Mr. Bad Guy", e retrabalhadas com a roupagem da banda.
"Let Me Live" é uma balada rock cantada por Freddie, May e Taylor. Trata-se de uma música reaproveitada e que havia sido gravada pela banda em 1984, durante as sessões de "The Works" e com a participação de Rod Stewart.
"Mother Love" é de arrepiar, principalmente após saber mais sobre a história dela. Além de seu clima denso e emotivo, trata-se da última música gravada por Freddie, que não conseguiu terminá-la. É por isso que May canta os últimos versos dela. Freddie interrompeu as gravações porque iria para casa descansar um pouco, e não voltou mais...
"My Life Has Been Saved" foi reaproveitada de sessões antigas, porém com novo instrumental. Originalmente ela foi lançada em 1989, como B-Side da faixa "Scandal", de May.
"Heaven for Everyone" foi escrita por Taylor e utilizada em sua banda The Cross. Freddie compareceu ao estúdio quando a banda estava gravando a canção e, após dar algumas sugestões de como cantá-la, acabou por registrar todos os vocais.
"Too Much Love Will Kill You" foi composta por Brian May, Frank Musker e Elizabeth Lamers, entre as sessões de "A Kind Of Magic" e "The Miracle". Não foi lançada naquele momento por alguns problemas burocráticos em relação aos direitos autorais dos compositores. É a única faixa que não foi retrabalhada para este disco.
"You Don't Fool Me" foi também uma das últimas gravadas por Freddie. Porém, seus vocais eram a única coisa que a banda tinha. Trabalharam bastante para conseguir criar uma excelente atmosfera funkeada e agradável. Ótimo resultado.
"A Winter's Tale" foi a última canção que Freddie compôs sozinho e é também a única música da história do Queen gravada em um único take em estúdio. A inspiração de Freddie foi a janela de seu apartamento em Montreux, na Suíça, onde ficava observando a neve cair na época de natal.
Além das faixas citadas, há ainda uma canção chamada "Yeah!", com poucos segundos e a palavra dita por Freddie foi retirada da música "Don't Try Suicide”, do álbum "The Game". Não entendi muito bem qual foi a intenção aqui.
Há também a faixa "13", que possui mais de 22 minutos (!). É uma música experimental, que de música não tem nada, apenas algumas colagens e sons estranhos. 

"Made In Heaven" não veio para ser clássico, apenas para eternizar as últimas palavras cantadas por Freddie e carimbar a sua passagem por aqui como a maior voz da história do rock.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre André Luiz Paiz

Nível: Webmaster

Membro desde: 20/03/2017

"Sou um profissional de Tecnologia da Informação apaixonado por música. Criei o site do 80 Minutos para que as pessoas possam compartilhar suas opiniões sobre os seus álbuns favoritos e propagá-las Brasil afora"

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    EntrevistaRoland Grapow

    23/03/2018

  • Image

    ResenhaUnisonic - Unisonic (2012)

    01/04/2021

  • Image

    ResenhaPride of Lions - The Roaring Of Dreams (2007)

    22/02/2021

  • Image

    ResenhaMaya - Egophilia (2018)

    09/10/2018

  • Image

    ResenhaThe Who - Who Are You (1978)

    30/09/2021

  • Image

    ResenhaBlack Country Communion - Black Country Communion (2010)

    17/04/2020

  • Image

    ResenhaMercyful Fate - Don't Break The Oath (1984)

    18/03/2019

  • Image

    ResenhaThe Warning - XXI Century Blood (2017)

    31/05/2019

  • Image

    ResenhaGeorge Harrison - George Harrison (1979)

    20/07/2020

  • Image

    ResenhaKing Diamond - Voodoo (1998)

    25/10/2018

Visitar a página completa de André Luiz Paiz



Sobre o álbum

Made In Heaven

Álbum disponível na discografia de: Queen

Ano: 1995

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4 - 6 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de Made In Heaven



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.