Resenha

Perfect Strangers

Álbum de Deep Purple

1984

CD/LP

Por: Rodney Setti

Usuário

22/11/2019



Um disco atemporal

Eis aqui, talvez, e aí claro encontraremos gente que discordará dessa opinião, o último grande álbum dessa grande banda, "Perfect Strangers" é um trabalho que respira coesão, musicalidade e inspiração.

O Purple voltava de um hiato de quase uma década, nesse tempo seus músicos desenvolveram trabalhos e projetos pessoais, trabalharam com outras bandas e até se envolveram em produções musicais.

O mundo musical, bem como os fãs, colocava muita expectativa nesse trabalho, seria um "retorno" as raízes? A banda continuaria a linha musical desenvolvida após a saída de Blackmore da banda, onde Hughes e Coverdale trouxeram muita influência de ritmos e estilos black music?

Nada disso, todas as dúvidas se dissiparam quando o disco foi lançado, era o velho Purple em ação, e o melhor, uma banda com garra e vontade de mostrar que ainda poderia ser relevante comercialmente, musicalmente e artísticamente.

E eles conseguiram, desde a abertura com "Knocking at your back door", uma história com um fundo de anal(logia?) com uma dançarina, onde a capacidade da banda de compor grandes melodias permanece intocável.

Segue com "Under the gun", "Nobodys home", "Mean Streak", todas com uma energia acima da média, e claro, passando pela faixa título "Perfect Strangers", um primor de bom gosto, peso e melodia na medida certa, uma faixa inebriante, com todos os músicos mostrando um desempenho maravilhoso, e entendendo a importância que seria cada um deles se conter, em prol da excelência da faixa, sem "firulas" desnecessárias, não há solos, apenas o brilhantismos da cadência e do arranjo excepcional da faixa.

A linda balada "Wated Sunsets" mostra que a banda poderia compor uma balada sem fazer paródia de outras coisas que haviam gravado.

O trabalho ganhou disco de platina nos EUA, ouro na Alemanha e na Inglaterra, a turnê que o sucedeu foi uma das mais rentáveis da banda, inclusive foi estendida devido o grau de popularidade e vendagem que o Disco alcançou.

Infelizmente esse é o último grande Disco do Purple, o sucessor "House of the blue light" não é ruim, mas fica longe do desempenho mostrado em "Perfect Strangers",  as fraturas na relação do vocalista Ian Gillan e o guitarrista Ritchie Blackmore começaram a ficar evidentes, e o resto da história todos sabemos, mas "Perfect Strangers" merece ser degustado como um clássico do Rock, é um disco atemporal, e merece ser colocado entre os grandes Discos da banda, e isso não é pouco.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Rodney Setti

Nível: Usuário

Membro desde: 22/11/2019

"Vocalista que tramita pela noite paulistana com a banda JET-22, amante de boa música, vinhos e Opalões, e sempre disposto a aprender um pouco mais."

Visitar a página completa de Rodney Setti



Sobre o álbum

Perfect Strangers

Álbum disponível na discografia de: Deep Purple

Ano: 1984

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,17 - 15 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre Perfect Strangers:

  • 13
    jan, 2019

    Perfeito retorno

    User Photo Fábio Arthur

Visitar a página completa de Perfect Strangers



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.