Resenha

SMPT:e

Álbum de Transatlantic

2000

CD/LP

Por: Márcio Chagas

Colaborador Sênior

16/11/2019



A primeira viagem transatlântica em águas progressivas

Um dos maiores representantes atuais do chamado progressivo sinfônico, o projeto Transatlantic começou a tomar forma no final dos anos 90, quando Mike portnoy, já consagrado como baterista do Dream Theater pensou em criar um projeto para fazer música ao lado de seu amigo Neal Morse, na época líder do grupo Spocks Beard.

A intenção de Mike era idealizar um supergrupo para tocar o rock progressivo mais clássico, influenciado pelas grandes bandas, como Genesis, Yes, Pink Floyd e outros medalhões do estilo. A principio pensaram em Jim Matheos do fates Warning para cuidar das guitarras, mas o músico andava ocupado na época, o que na minha opinião foi excelente, pois a escolha da dupla acabou recaindo sobre ninguém menos que Roine Stolt, guitarrista sueco que é uma lenda viva dentro do rock progressivo, tendo integrado o mítico grupo Kaipa nos anos 70 e fundado e liderado o The Flower Kings nos anos 90. Com certeza sua experiência no meio progressivo tinha muito mais a ver com a proposta do grupo que a guitarra prog metal de Matheos.

Para o baixo apareceu Pete Trewavas, membro fundador do Marillion e integrante de vários outros projetos dentro da esfera progressiva. Com certeza um dos melhores baixistas do estilo.

Supergrupo formado, os músicos se reuniram no estúdio para gravar o que seria seu primeiro álbum denominado simplesmente de SMPTe. O título é uma brincadeira com as iniciais dos  sobrenomes dos integrantes e uma sigla de estúdio que significa que um excelente resultado de gravação foi atingido.

Produzido pelo próprio grupo, o album abre com a longa suíte ‘All of The Above” com mais de 30 minutos de duração e dividida em 5 partes. Mais progressivo impossível!

Nesta canção, além de influências dos grandes medalhões do progressivo citado acima, é possível notar ecos de cada uma das bandas integradas pelos músicos: Está inserido o peso do Dream Theater, o Lirismo do The Flower Kings, o lado sinfônico e passional do Marillion e pluralismo do Spocks Beard, porém tudo muito bem distribuído dentro do caldeirão sonoro do grupo. E não teria como ser diferente, pois na época, cada integrante tinha experiência de sobra em estúdios e palcos e com exceção de Trewavas, todos eram lideres em suas bandas de origem;

A canção seguinte ‘We all Need Some  Light” é uma balada calcada no violão onde o Neal Morse canta seu encontro com o cristianismo. É uma linda canção carregada de espiritualidade e serve pra “descansar” o ouvinte após a suíte de abertura;

“Mystery Train” é levemente mais pesada e dinâmica, com seu refrão bastante influenciado pelos Beatles, banda adorada por Morse e Portnoy. O trabalho de baixo e bateria é fantástico. Alias, Pete Trewavas está muito mais solto e ativo do que no Marillion, com linhas de baixo mais técnicas e aparentes. Inclusive ao vivo como pode ser visto no DVD do grupo “Live In Europe”;

A faixa seguinte também é longa. Com mais de 16 minutos, “My New World” começa densa e tem várias alterações de andamento durante sua execução. Sua letra fala sobre  a guerra do Vietnã e a visão de uma criança no meio do confronto. O jogo de vocais criado pelos quatro integrantes merece destaque;

Encerrando o disco, o grupo buscou nas raízes do progressivo um cover de “In Held (Twas) in” do Procol Harum. Lançada originalmente ainda em 1968, esta canção é considerada por muitos como a primeira suíte do estilo. O grupo se manteve bastante fiel a canção original, inclusive com a narração soturna no inicio da faixa, apesar de apresentar uma versão um pouco mais dinâmica e menos vintage. Este foi o primeiro cover gravado pelo grupo e se tornaria tradição nos discos posteriores.

‘SMPTe” foi lançando em março de 2000 e superou as expectativas dos integrantes do grupo diante da ampla aceitação entre os fãs. O bom resultado animou os participantes a levarem adiante o projeto, gravando novos trabalhos e excursionando pelos EUA e Europa. 

Embora soe atual e renovado, o trabalho do Transatlantic deve ser conhecido por todos que gostam de um rock progressivo clássico.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Márcio Chagas

Nível: Colaborador Sênior

Membro desde: 14/04/2018

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaGilberto Gil - Unplugged (1994)

    26/06/2020

  • Image

    ResenhaMarillion - Seasons End (1989)

    08/08/2018

  • Image

    ResenhaPat Metheny - Offramp (1981)

    02/10/2018

  • Image

    ResenhaYes - Fragile (1971)

    10/06/2019

  • Image

    ResenhaPearl Jam - Ten (1991)

    17/04/2020

  • Image

    ResenhaJoe Satriani - Joe Satriani (1995)

    06/05/2018

  • Image

    ResenhaRush - Hemispheres (1978)

    30/04/2021

  • Image

    ArtigoBlues Alright: 05 grandes músicos de rock que lançaram discos de blues

    09/11/2021

  • Image

    ResenhaPat Metheny - Still Life (Talking) (1988)

    15/02/2020

  • Image

    ResenhaKamasi Washington - The Epic (2015)

    25/08/2018

Visitar a página completa de Márcio Chagas



Sobre o álbum

SMPT:e

Álbum disponível na discografia de: Transatlantic

Ano: 2000

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4 - 3 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Veja mais opiniões sobre SMPT:e:

  • 19
    jan, 2021

    SMPT:e marca o surgimento do maior supergrupo de rock progressivo do século XXI

    User Photo Tiago Meneses

Visitar a página completa de SMPT:e



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.