Resenha

On This Perfect Day

Álbum de Guilt Machine

2009

CD/LP

Por: Márcio Chagas

Colaborador Sênior

01/07/2019



Projeto psicodélico progressivo de Arjen Lucassen e Chris Maitland

O holandês Arjen Lucassen é um multi-instrumentista que fez fama a frente do Ayreon, sua banda principal conhecida sempre por lançar álbuns conceituais com vários convidados  renomados. Porém, o músico não se limita apenas a ele, desenvolvendo outros projetos em outras vertentes musicais, como Star One, Ambeon e Streams of Passion.
	
De personalidade irrequieta e surpreendente, em 2009 Arjen havia acabado de lançar o rebuscado 01011001 de sua banda principal, e ao invés de dar continuidade a um de seus inúmeros projetos, resolveu idealizar algo diferente. O guitarrista estava interessado em extravasar suas influências progressivas e  psicodélicas, e decidiu montar um novo projeto. Para a bateria o holandês convidou ninguém menos que Chris Maitiland, baterista da fase áurea do Porcupine Tree, conhecido por sua sutileza, bom gosto e versatilidade.

 Para fugir de sua temática habitual, sempre calcada em letras baseadas em ficção científica, o músico pediu ajuda a sua parceira e empresária, a também guitarrista Lori Linstruth, que acabou fazendo os solos e alguns arranjos do disco;

Para os vocais, Arjen surpreendeu mais uma vez, convocando Jasper Stevelink, inserido no rock alternativo e completamente fora do universo progressivo psicodélico, uma aposta realmente ousada. Coube ao líder cuidar das bases, teclados e baixos do disco. Se compararmos com todos os outros projetos do músico, este é o que tem a formação mais compacta e limitada.

São apenas 6 canções, a maioria com mais de minutos, onde  principal influência é o rock progressivo psicodélico, notadamente dos primeiros discos do Porcupine Tree como Signify e Sky The Moves Sideways e ainda dos clássicos setentistas  do Pink Floyd.

“Twisted Coil” abre o álbum de maneira compassada. A primeira impressão é que Jasper  pegou o jeito blasé de cantar de Steve Wilson. Maitland faz toda a diferença na sonoridade do disco, utilizando seu estilo minimalista percussivo. Tem até as vozes meio robóticas inseridas em meio a atmosfera depressiva, intercaladas com pequenos coros. Os teclados atmosféricos dividem espaço harmonioso com inserções de  guitarras ligeiramente mais pesadas;

Em “Leland Street”, as guitarras com slide abrem o tema, bem amparadas pela bateria inconfundível de Maitland. O vocal arrastado vem logo atrás e predomina até o refrão, com a entrada de guitarras pesadas e bem timbradas;

“Green and Cream” tem início com vozes e ares cinematográficos. A bateria soa quase jazzística em meio a camadas de  teclados. O vocal é mais compassado, com ênfase em cada palavra. Em contrapartida, as guitarras de Lori, quando aparecem estão mais pesadas e menos cadenciadas; 

“Season of Denial” aparece ainda mais soturna e depressiva, com bons violões e teclados na introdução. O vocalista Jasper canta com um timbre passional, quase dolorido. É possível perceber ecos de música árabe em determinadas passagens, e, apesar do belo solo de guitarra, o lado sombrio impera no tema;

O álbum segue com  "Over", mais curta ( seis minutos), mas não menos complexa. Possui um vocal mais direto e um solo passional construído por Lori, apesar de curto;

A ultima faixa "Perfection?" encerra o álbum no mesmo clima que se iniciou: ou seja, progressivamente depressivo e arrastado, com a voz macia e contemplativa de Jasper direcionando o tema para o seu ápice no refrão onde as guitarras aparecem com muito mais evidência;

"On This Perfect Day" é um trabalho excelente, não só para quem idolatra a sonoridade prog deprê do Riverside e do citado Porcupine Tree, mas também para os fãs dos inúmeros projetos idealizados por Arjen. A participação de Chris Maitland foi essencial para que Arjen alcançasse sonoridade inicialmente buscada. Sua técnica, precisão e sensibilidade o tornam um dos melhores músicos do prog rock da atualidade.

Com toda certeza é um projeto para ser apreciado por poucos, apesar de sua imensa qualidade. Após o lançamento em 2009,  Arjen Lucassen nunca demonstrou interesse em trabalhar em um segundo disco do grupo. Apesar disso, também não alegou que o Guit Machine se limitaria apenas a um único álbum. Restar apreciar com calma "On This Perfect Day" e torcer para que Lucassen resolva exteriorizar novamente seu lado psicodélico depressivo.


Nota: As publicações de textos e vídeos no site do 80 Minutos representam exclusivamente a opinião do respectivo autor



Comentários

Faça login para comentar

IMPORTANTE: Comentários agressivos serão removidos. Comente, opine, concorde e/ou discorde educadamente.

Lembre-se que o site do 80 Minutos é um espaço gratuito, aberto e democrático para que o autor possa dar a sua opinião. E você tem total liberdade para fazer o mesmo, desde que seja de maneira respeitosa.



Sobre Márcio Chagas

Nível: Colaborador Sênior

Membro desde: 14/04/2018

Veja mais algumas de suas publicações:

  • Image

    ResenhaWhitesnake - Lovehunter (1979)

    21/03/2020

  • Image

    ResenhaDavid Crosby - Croz (2014)

    05/05/2018

  • Image

    ResenhaFrank Zappa - The Mothers Of Invention: One Size Fits All (1975)

    06/12/2020

  • Image

    ResenhaAce Frehley - Ace Frehley (1978)

    15/08/2018

  • Image

    ResenhaCinderella - Long Cold Winter (1988)

    23/04/2020

  • Image

    ArtigoR. I. P. Neil Peart (12/09/1952 – 07/01/2020) - A lenda do Rush se vai e deixa uma obra consistente e inigualável

    10/01/2020

  • Image

    ResenhaBilly F Gibbons - Hardware (2021)

    01/07/2021

  • Image

    ResenhaPremiata Forneria Marconi - Chocolate Kings (1975)

    25/03/2020

  • Image

    ResenhaQueensryche - Condition Human (2015)

    06/03/2021

  • Image

    ResenhaFates Warning - Parallels (1991)

    05/12/2020

Visitar a página completa de Márcio Chagas



Sobre o álbum

On This Perfect Day

Álbum disponível na discografia de: Guilt Machine

Ano: 2009

Tipo: CD/LP

Avaliação geral: 4,5 - 2 votos

Avalie

Você conhece esse álbum? Que tal dar a sua nota?

Faça login para avaliar

Visitar a página completa de On This Perfect Day



Continue Navegando

Através do menu, busque por álbums, livros, séries/filmes, artistas, resenhas, artigos e entrevistas.

Veja as categorias, os nossos parceiros e acesse a área de ajuda para saber mais sobre como se tornar um colaborador voluntário do 80 Minutos.

Busque por conteúdo também na busca avançada.